Home » Carro » Dicas

O que é o sensor de rotação e porque ele é tão importante para o seu carro?

O carro é, realmente, uma máquina com diversas particularidades e muitas peças para serem entendidas e conhecidas. Entre as principais, podemos citar a correia dentadavelas de ignição, junta homocinética e etc. Mas, não podemos deixar de mencionar o sensor de rotação, fundamental para que o carro possa executar suas funções e funcionar corretamente.

sensor de rotação -

A principal função do sensor de rotação é medir a velocidade de rotação do motor (RPM), por meio de pulsos digitais captados em outra peça importante para o carro, a roda dentada do virabrequim, que a repassa para a central. Siga lendo esse artigo e descubra tudo o que você precisa saber sobre essa peça!

Afinal, o que é o sensor de rotação?

sensor de rotação - Afinal, o que é o sensor de rotação?

O sensor de rotação é um componente essencial no sistema de injeção eletrônica do carro. Tão fundamental, que, em alguns modelos o carro pode parar de funcionar se a peça estiver com problemas.

Com o fim dos distribuidores, o sensor de rotação começou a ganhar relevância para os carros. Ele se tornou responsável por enviar os pulsos negativos para a central da injeção do automóvel, funcionando como um imã enrolado a uma bobina dentro de um recipiente cilíndrico e selado.

Por isso, é importante fazer manutenções preditivas e preventivas não somente no sensor de rotação, mas em todas as peças do carro, evitando problemas graves e uma fortuna em gastos com reparos no veículo.

E, por falar em cuidados importantes com o carro – como a manutenção periódica -, não podemos nos esquecer da melhor maneira de proteger o veículo: fazendo um seguro auto.

A Minuto Seguros, maior corretora de seguro online do país, realiza a cotação em mais de 10 seguradoras para oferecer um plano adequado ao seu perfil e as suas necessidades. Para fazer uma cotação de seguro auto é muito simples: preencha o formulário em nosso site ou ligue grátis para 0800 773 3000 e fale com um de nossos consultores. Se quiser, pode clicar no botão e cotar agora mesmo.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Voltando agora ao tema sensor de rotação, vamos lhe mostrar mais algumas especificidades dessa peça tão importante para o carro, como: o preço para realizar a troca, quando ela deve ser trocada, se algo pode ser feito quando ela começar a apresentar sinais de problema entre outros.

Como funciona o sensor de rotação?

sensor de rotação - Como funciona o sensor de rotação?

O sensor de rotação informa para a unidade de comando eletrônica a rotação e a posição instantânea do virabrequim. Em termos técnicos e mecânicos, essa é a parte mais importante do funcionamento do carro.

Esse processo de troca e envio de informações é considerado tão importante, porque é nesse momento que a unidade de comando do motor realiza o cálculo do momento exato da injeção eletrônica começar a realizar o seu trabalho.

Por isso, o sensor de rotação é uma peça vital para o funcionamento do motor do carro. O Uno é um exemplo emblemático do tipo de carro que não irá funcionar se essa peça não estiver em seu perfeito estado.

Como identificar possíveis problemas no sensor de rotação?

sensor de rotação - Como identificar possíveis problemas no sensor de rotação?

O sensor de rotação é uma peça muito particular no que diz respeito a solução de problemas, pois em quase todos os casos, a troca é a única saída possível. Entretanto, alguns procedimentos podem ser tentados antes de ter que recorrer à substituição da peça.

A primeira saída é inspecionar as tomadas ou plugues que existem no caminho até a central de injeção. Pode ser que haja algum tipo de mau contato nessas partes que possa estar interferindo no bom funcionamento do sensor.

Além disso, o excesso de sujeira na ponta do sensor de rotação, principalmente para quem costuma andar em terrenos diferentes, como barro e terra, pode paralisar ou até mesmo estragar esta peça. Esse tipo de defeito pode fazer o motor do carro não funcionar, como se estivesse apresentando pane seca por falta de combustível.

Em alguns casos mais específicos, o motor pode funcionar momentaneamente até desligar depois de alguns minutos. Outro sintoma de que o sensor de rotação pode estar com problemas é quando a rotação do motor fica irregular.

Como testar o sensor de rotação?

sensor de rotação - Como testar o sensor de rotação?

Estes são outros procedimentos que irão garantir que a peça está funcionando bem e não necessita de troca. Para testar o sensor há algumas alternativas, como com o multímetro, que irá avaliar a tensão de corrente alternada enviada pelo sensor de rotação, além de avaliar a resistência elétrica do indutor.

O teste com um osciloscópio, por sua vez, irá analisar alguns sinais do sensor de rotação, como a frequência, a amplitude, a forma da onda e outras informações. Esse tipo de teste é um pouco mais específico, principalmente por usar uma ferramenta que, em geral, não temos em casa.

Caso você queira fazer testes mais aprofundados para saber mais sobre o sensor de rotação, o indicado é procurar um mecânico especializado, que certamente terá as ferramentas e o maquinário necessários para dar um diagnóstico sobre o estado da peça e sobre seu tempo de vida útil.

Preço de um sensor de rotação

sensor de rotação - Preço de um sensor de rotação

Se depois de todos esses testes você identificar problemas no sensor de rotação, a indicação é que a troca do dispositivo seja feita o quanto antes. Vale citar que não é recomendável trocar a peça por uma usada ou de segunda mão. O risco dela não durar e você jogar seu dinheiro e a saúde do seu carro no lixo são grandes.

O sensor de rotação tem preço médio de R$80. Um valor bem acessível para uma peça que tem longa duração, além de uma mão de obra barata. Mas lembre-se de realizar essa troca e manutenção com um especialista.

Se você ainda tem dúvidas sobre o sensor de rotação, deixe seu comentário para nós! A Minuto Seguros está sempre à disposição para te ajudar a proteger seu carro

4.5 / 2 votos

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *