Seguro contra terceiros: como funciona, o que cobre e preço

Colisão entre carros que pode usar seguro para terceiros
Quer saber como funciona o seguro contra terceiros? Então leia nosso conteúdo para entender tudo sobre o seu funcionamento, valor, quem pode solicitar e muito mais sobre ele.

O seguro contra terceiros ou RCFV (Responsabilidade Civil Facultativo de Veículos) é parte do pacote de seguros oferecidos no seguro. Essa cobertura oferece proteção contra os custos que você pode incorrer se causar danos a outra pessoa ou ao seu veículo. Mas o que isso realmente significa?

Neste artigo, vamos explorar essa cobertura em detalhes, desde o seu funcionamento até o valor e quem pode solicitar. Continue lendo e descubra tudo o que é precisa saber sobre essa cobertura.

Economize até 30% no seguro auto

Proteja seu carro e seu tempo de descanso com um seguro auto que cabe no seu bolso.

Logo Reclame Aqui A Minuto é Bicampeã do Prêmio Reclame Aqui.


O que é a cobertura de terceiros

Ela é basicamente uma proteção que cobre danos que você possa causar em quem está fora do seu veículo. A cobertura de terceiros é uma das mais importantes no momento da contratação de um seguro.

Essa cobertura do seguro auto está dividida em dois grandes grupos:

  • Danos materiais: a seguradora conserta danos que você possa ter causado a um muro, carro, poste ou a casa de alguém.
  • Danos corporais: se você tiver machucado uma pessoa e pode ser utilizados para gastos como despesas médicas. Nesse caso, a cobertura serve como um complemento ao DPVAT.

Essa cobertura garante que a seguradora conserte o veículo do terceiro (outra pessoa) em uma oficina referenciada, sem que haja custos para você. A boa notícia é que quando há colisão com veículo de terceiros, por exemplo, o custo fica por conta da seguradora.

Se ainda tem dúvidas sobre o funcionamento dessa modalidade, assista ao vídeo abaixo, do Canal da Porto, e entenda tudo sobre essa cobertura.

O que cobre o seguro contra terceiros

O RCFV garante o pagamento de indenizações em caso de responsabilização do segurado por danos causados a terceiros, desde que atendidas as disposições do contrato.

Veja abaixo alguma das situações onde essa cobertura oferece proteção:

  • Carga e Descarga;
  • Contaminação e/ou Poluição;
  • Danos Corporais;
  • Danos Materiais;
  • Danos Morais;
  • Veículos Rebocadores;
  • Reboques ou Semi-Reboques desatrelados de rebocadores.

Recomendo que você confira a apólice do seu seguro para conhecer a lista completa de itens cobertos.

Cobertura cobre danos materiais?

Sim, essa é uma das coberturas do seguro para terceiros: ele irá cobrir os danos materiais causados a terceiros. Isso pode englobar, por exemplo, despesas de funilaria e pintura causadas por uma batida ocasionada pelo segurado.

Esses danos materiais incluem destruição de fachada de uma casa.

Cobertura cobre danos pessoais ou corporais?

Sim, ele é projetado para reembolsar valores relacionados a danos corporais sofridos por terceiros em um acidente causado pelo segurado. Isso inclui situações de morte ou invalidez, bem como despesas médicas e hospitalares.

Portanto, essa cobertura serve como uma rede de segurança financeira, protegendo o segurado de custos elevados e possíveis complicações legais.

Cobertura cobre danos morais?

Sim, o seguro para terceiros cobre danos morais. Isso significa que, se você causar algum dano moral a outra pessoa e for condenado a pagar uma indenização, o seguro vai cobrir esse valor para você. É um extra que vem com a cobertura para danos pessoais.

Vale a pena contratar o seguro contra terceiros

A decisão de contratar um seguro contra terceiros é uma escolha pessoal que deve ser baseada em suas necessidades e estilo de vida. No entanto, a resposta geralmente inclina-se para um sonoro “sim”. Vejamos por quê:

  1. Proteção Financeira: Imagine a situação em que você se envolve em um acidente com um veículo de luxo. Os custos de reparo podem ser astronômicos. O seguro contra terceiros pode cobrir essas despesas, evitando um impacto significativo no seu bolso.
  2. Responsabilidade Legal: Acidentes de trânsito podem resultar em processos judiciais. Nesse cenário, o seguro contra terceiros pode ser um aliado valioso, cobrindo custos legais e possíveis indenizações.
  3. Tranquilidade ao Dirigir: Saber que você tem uma rede de segurança financeira caso algo dê errado no trânsito permite que você dirija com mais confiança e tranquilidade.

O seguro contra terceiros oferece uma camada adicional de proteção que pode ser extremamente útil em diversas situações. Portanto, ao avaliar as coberturas do seu seguro auto, considere incluir o RCFV. É um investimento que pode oferecer um retorno significativo em termos de paz de espírito e segurança financeira.

Quanto custa a cobertura de terceiros

A melhor de saber o preço do seguro auto com cobertura contra terceiros é fazer uma cotação grátis na Minuto Seguros. Além de ser simples, cotar o seguro na Minuto ainda traz muitas vantagens:

  • Somos bicampeões: ganhamos duas vezes o Prêmio ReclameAQUI de melhor empresa de seguro online.
  • Suporte multicanal: você resolve tudo online, mas se preferir, temos especialistas de qualidade disponíveis por chat ou telefone para te ajudar.
  • Confiança: somos a maior corretora online de seguro auto do país;
  • Personalização: as cotações são personalizadas segundo o seu perfil;
  • Encontramos o melhor preço: fazemos cotações de seguro em até 17 seguradoras simultaneamente;

Se você busca por coberturas de qualidade, transparentes e confiáveis, uma empresa renomada no mercado, com profissionais qualificado, escolha a Minuto Seguros.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Tire suas dúvidas

Veja abaixo a resposta para as principais dúvidas sobre cobertura de terceiros.

Como acionar a seguradora em caso de sinistro?

O primeiro passo a ser dado quando ocorre um acidente de trânsito é verificar o estado físico dos ocupantes dos veículos envolvidos. Caso todos estejam bem, os carros devem ser retirados da rodovia. Em seguida, é necessário registrar um boletim de ocorrência (BO) – muitos estados disponibilizam esse documento de forma online.

Após a emissão do BO, o segurado deverá acionar a seguradora para comunicar o ocorrido. Para isso, basta acessar a página de suporte da sua seguradora.

Se você é nosso cliente, pode ligar para a Minuto Seguros no número 0800 882 0656 para obter ajuda no procedimento necessário. O horário de atendimento é de segunda a sexta das 8h às 21h, ou sábado das 10h às 16h, exceto feriados.

Qual é o prazo para o pagamento da indenização?

No geral, o prazo para o pagamento da indenização é de 30 dias. Porém, se houver pendências ou dúvidas em relação ao sinistro, a seguradora pode solicitar novos documentos e provas. Nesse caso, um novo prazo é aberto.

Seguro para terceiros paga franquia?

Não, a cobertura de terceiros lhe dará todo suporte necessário, sem a necessidade do pagamento da franquia. A única ação que a seguradora toma é retirar um ponto da classe de bônus do segurado na próxima renovação.

Um dos detalhes que merecem atenção é o valor limite do ressarcimento das indenizações. Caso essa quantia seja ultrapassada, normalmente, a diferença é paga pelo segurado.

Seguindo as dicas e orientações dadas neste artigo, tenho certeza que será mais fácil

Agora que você já sabe tudo sobre o seguro com cobertura de terceiros, compartilhe este conteúdo com quem ainda tem dúvidas.

123 comentários sobre “Seguro contra terceiros: como funciona, o que cobre e preço

    1. Luciano, você precisa entrar em contato com a pessoa que bateu no seu carro e solicitar que ela acione o seguro dela para consertar o seu carro. O seguro para terceiros funciona exatamente dessa forma: a pessoa que bateu aciona o seguro para arrumar o carro batido. Explique que ele não irá perder classe de bônus e não terá nenhum ônus para reparar o seu carro.

  1. Ola boa noite
    Uma senhora bateu no meu carro ela falou pra mim q ela tem q pagar uma franquia para concerta meu carro ? E tem mas ela disse q nao tem dinheiro pra pagar .custa em torno de 1980.00
    Agora ela q eu pague essa franquia .o q devo fazer ,

    1. Julio, tudo bem? Quando uma pessoa com seguro auto bate em um carro de um terceiro, como a senhora que bateu no seu carro, ela não precisa pagar franquia nenhuma. Ela só teria que pagar uma franquia se ela quiser arrumar o carro dela, caso tenha sido danificado. Mas, para arrumar o seu, não há pagamento de franquia.

    1. Débora, como vai? Você precisa arcar com os custos do reparo do carro. E, se pagar somente a franquia, a seguradora irá cobrar o restante de você. Ou seja, há a necessidade de custos totais do veículo.

    1. Oi, Jeferson, como vai? Não há um limite de veículos, mas sim de valores. Essa informação pode ser vista na apólice. Por exemplo: você tem uma cobertura de terceiros de R$50 mil e bateu em oito carros, mas o custo para repará-los não superou esse limite, tudo bem.

      No entanto, se você bateu somente em um carro com valor de reparação superior a R$50 mil, será necessário arcar com a diferença. Por isso, é bom ter um valor alto para terceiros, com o intuito de evitar esses problemas. =)

  2. Uma segurada bateu em meu carro fiz a vistoria e me orientaram a não usar o veiculo porque estragou parte da suspensão.Trabalho como motorista de aplicativo minha dúvida é se alem de arrumar meu carro a seguradora paga uma indenização referente aos dias que fiquei parado sem o carro para trabalhar?

    1. Ricardo, como vai? Dependendo do plano contratado, a seguradora pode fazer esse pagamento, sim! Mas, você precisa checar a sua apólice ou entrar em contato com o seu corretor. Mas, é uma prática que existe.

  3. Olá no meu caso fui eu quem bati com meu humilde carrinho em uma “ferrari”… eu não tenho seguro, mas a “ferrari” tem, ela pode acionar o seguro tbm? Eu tbm tenho que pagar alguma coisa?

    1. Oi, Priscila, tudo bem? Sim, o dono da “Ferrari” pode acionar o seguro dela normalmente. No entanto, você terá que arcar com os custos, pois, mesmo acionando a seguradora, ela terá o direito de ir atrás de você cobrar esse ressarcimento. Há a possibilidade de você arrumar o carro em que bateu sem acionar a seguradora ou ser cobrada pela mesma posteriormente.

      1. bom dia , bati em um carro ele tem seguro e eu nao , eu nao quero arrumar pela seguradora, porem ele quer qual procedimento mais correto ?tendo em vista que o para choque do veiculo dele ja foi batido e ele quer um novo.

  4. o motociclista colidiu no meu carro e ele não tem habilitação e o documento da moto dele esta vencido e tambem ele sofreu uma fratura no braço. sou obrigado a acionar o danos pessoais a terceiro ? mesmo ele nessas condições ele pode me processar ele estando irregular?

    1. Michel, tudo bem? Como você não teve culpa no acidente, afinal foi o motociclista que colidiu em seu carro, ele não pode te processar e você não precisa acionar o seguro de terceiros. Agora, se você foi o culpado, o cenário muda…

  5. Olá boa tarde. Uma segurada bateu num carro de um amigo e ele estava sem habilitação. Foi feita a perícia no local, ele foi multado por crime de trânsito, já que ele estava sem a carteira e constatou que ela quem causou o acidente. Na hora veio os corretores no local e rebocaram o carro dela. O do meu amigo teve somente danos materiais. Quem vai arcar com o prejuízo? Ele quer saber?

  6. Boa tarde, um senhor bateu em meu carro uma fiorino, “carro de trabalho” e ele acionou o seguro tudo certinho, só que a fiorino vai ficar uns 15 dias parada para concerto, a seguradora reembolsa valores de dias perdidos de trabalho com a fiorino? Obrigado!

    1. Henrique, tudo bem? Se comprovado que o afetará a sua renda, sim, a seguradora irá ressarci-lo. Vale a pena pedir uma cópia da apólice do segurado juntamente com as condições gerais para você analisar.

  7. Sofri um acidente de moto, o cara que bateu de carro em mim tem seguro uma dúvida, seguro cobre os danos de por exemplo meu óculos de grau meus tênis que rasgaram essas coisas ?

    1. Oi, Richard, tudo bem? Não, o seguro de terceiros não cobre esse tipo de dano, somente os que foram causados na sua moto e/ou em você, como invalidez permanente ou total.

  8. Bom dia tenho uma duvida. Uma senhora bateu na traseira do meu carro estacionado. Ela tem seguro foi acionado e tal…eu não utilizo o carro para trabalhar mais uso para me deslocar ao trabalho. Eu poderia pedir um carro alugado para a causadora da colisão? Eu tenho direito de requerer danos morais?

    1. Ademir, tudo bem? Olha, poder você pode, mas essa negociação seria a parte com a senhora que bateu no seu carro. O seguro não oferece carro reserva para terceiros. O que eles podem fazer, em geral, é ressarcir os dias que foram perdidos por conta do trabalho, se comprovado que o carro é o seu instrumento de trabalho, como táxi, por exemplo, o que não parece que é o seu caso, pelo que entendemos.

  9. Senhores, bati num carro na rodovia provocado pelo terceiro comprovado no BO o carro tem seguro o meu não tem e o meu um carro raro,(valor acima da tabela) talvez seja perca total, como ficará neste caso?

    1. José, tudo bem? Se o causador do acidente tem seguro, ele irá acionar o seguro dele para ressarcir o valor do prejuízo, caso no seguro dele tenha a cobertura para terceiros. Em geral, as seguradoras irão pagar o valor do veículo referente a Tabela FIPE vigente.

    1. Douglas, tudo bem? Sim, se você tem seguro e quer consertar, além do carro do terceiro, o seu carro após uma batida, basta acionar o seguro e pagar a franquia para que os danos sejam reparados.

  10. Olá boa tarde meu carro não tem seguro e levei uma colisão na traseira e o rapaz assumiu a culpa porém ele tem uma proteção veicular tipo essas associações fiz 3 orcorçamentos em oficinas da minha preferência que foi solicitado pelo proteção veicular só que os orcorçamen ficaram entre 9 e 11 mil tudo com peças novas eles não aprovaram e pediram para eu levar em uma credenciada deles que foi orçado com peças usadas e ficou em 7 mil o orcorçame eles também não aprovaram alegando que está muito alto agora eles querem me impor que só arrumam meu carro em uma oficina da escolha deles que fica em torno de 150 km da minha residência gostaria de saber se sou obrigado a acatar a decisão deles ou tenho direito de escolha da oficina ? Obrigado

    1. William, tudo bem? Proteção veicular não é seguro e não é um órgão regulamentado pela SUSEP, por isso, você está encontrando esses problemas. A Minuto é uma corretora que só trabalha com seguradoras altamente qualificadas e que são respaldadas pela SUSEP. Infelizmente, neste caso, não conhecemos as leis e obrigações referentes a associações. Você pode ler um pouco mais sobre o assunto aqui: https://www.minutoseguros.com.br/blog/protecao-veicular-nao-e-seguro/

  11. Meu nome é Míriam. Bati em um carro e paguei a franquia de 1.500 para a dona do carro. Agora a seguradora quer que eu pague o restante que é entorno de 4360. Está correto? No caso posso pagar essa batida parcelada?

    1. Miriam, tudo bem? Sim, a seguradora está correta em lhe cobrar isso, pois, na verdade, quem deveria ter acionado o seguro para custear a batida era você, por meio da cobertura de terceiros, caso você tivesse seguro. Não deveria ter feito o pagamento da franquia do seguro de outra pessoa. Sobre o parcelamento, a negociação deve ser feita diretamente com a seguradora.

  12. ola boa noite sofri um acidente de moto e estou sem Habilitaçao, e a mulher que bateu em mim estava errada e quer acionar o seguro pra Terceiros, isso é possivel ?

    1. Sim, Gian! É possível fazer esse acionamento, mas pode pode sofrer as sanções de estar dirigindo sem habilitação, mas ela pode acionar, sim.

  13. bateram no meu carro ,mas o meu carro nao esta no meu nome e o rapaz que bateu vai me fornecer o seguro sera que consigo fazer todos os papeis do seguro mesmo nao estando no meu nome ?

    1. Melky, tudo bem? O seguro para terceiros, da pessoa que bateu, que será o responsável pelo pagamento e despesas que ele causou. O fato do carro não estar no seu nome não implica no pagamento para conserto do veículo.

  14. Bom dia,

    No meu caso, tenho um carro com seguro e com apólice de terceiros, mas quem estava errado era eu, ao não parar meu carro no pare, uma moto veio a colidir. Sendo que estava errado, posso acionar o seguro de modo a cobrir as despesas do meu conserto e da moto?

    1. Kellyton, sim, você pode! A única diferença é que para arrumar o seu carro, será necessário o pagamento da franquia. Para o conserto da moto e possíveis indenizações, não será necessário este pagamento.

  15. Bom dia, tenho um veiculo segurado mas transferi a documentaçao para minha esposa, se acontecer algum sinistro terei problemas para acionar o seguro.

    1. Cassiano, qualquer alteração que seja feita em sua apólice, você precisa entrar em contato com o seu corretor e sinalizar que precisa fazer um endosso. E sim, caso haja um sinistro você pode ter problemas por conta da divergência de informação.

  16. tenho um caminhão e quando estava indo para a entrega um veiculo assegurado pela HDI invadiu a contra mao e acertou de frente no meu veiculo. sou autônomo e preciso do caminhão para trabalhar pois tenho contrato de prestação de serviços e o prazo que a hdi me passou eu vou acabar perdendo o serviço tenho prestação do caminhão pra pagar e com ele parado eu não ganho NADA. vou ter que entrar na justiça para que eu possa receber por esses dias parado esse caminhão é minha única fonte de renda minha e da minha família.

    1. Marcelo, como vai? Dependendo do plano de seguro contratado pela pessoa que bateu em você, pode ser que ele tenha uma cobertura que lhe indeniza por esses dias parados. Cheque com ele ou com a HDI se há essa cobertura.

  17. Boa tarde!
    Me envolvi em um acidente, do qual cortei a frente de um veiculo que para desviar acabou batendo em um carro que estava estacionado. O carro da pessoa que cortou minha frente não teve nenhum dano e tem seguro, porém eu não tenho e nem o outro carro. Acionando o seguro dele, é possível da seguradora arcar com os custos dos outros dois carros, mesmo o carro dele não ter nenhum dano?

    1. Suely, o veículo que tem seguro só pode acionar o mesmo se ele foi o causador do acidente. Pelo que entendemos, na verdade, ele não foi o culpado. Por isso, diante da situação e da explicação, não é possível acionar o seguro.

      1. Acho que não soube me expressar muito bem. O cara cortou minha frente, ao desviar dele pra não bater, acabei batendo em um terceiro carro que estava estacionado. Meu carro e este terceiro não tem seguro, porém o carro de quem cortou minha frente tem, como não aconteceu nada com carro dele apenas com o meu e o outro, fiquei na dúvida se a seguradora poderia custear os danos

  18. uma moça bateu no meu carro o seguro dela vai demora de 25 a 30 dias para devolver meu carro, o meu carrro e pra trabalho nesse tempo o seguro dela nao pode disponibilizar outro carrro pra min ate o meu fica pronto?

    1. Giulia, tudo bem? Depende das coberturas que ela tem na apólice de seguro da pessoa que bateu no seu carro. Em geral, as seguradoras não oferecem carro reserva para um terceiro, mas ela pode ter uma cobertura que, se comprovado perda de renda por conta da falta do carro, a seguradora faz o ressarcimento. Mas, converse com a pessoa que bateu no seu carro para entender mais as coberturas.

  19. Boa noite. Minha esposa foi atingida por um motociclista. Ela estava fazendo uma conversão proibida. Após a colisão, o motociclista caiu e ela imediatamente foi chamar o socorro, que foi recusado por ele, dizendo que tinha uma filha de dois anos e não podia ficar sem a moto. Ela comprou material de limpeza para as feridas “superficiais” dele e ficou de acionar o seguro dela para repara a moto dele. Quando o corretor entrou em contato solicitando os documentos dele para reparar a moto, ele disse que o documento não estava em nome dele pq tinha comprado a moto de um terceiro, enfim, está forçando a barra para que ela mande repara em uma oficina que ele cotou. No dia, ele saiu normalmente do local, pilotando a moto normalmente. No fim do dia foi ao médico e fez um RX e disse que não houve nada e que o médico passou antibióticos para as feridas. Minha esposa quis pagar os remédios pedindo para ele mandar a nota da farmácia e depois ele disse que conseguiu de graça em uma farmácia popular e que o único que el comprou custou R$ 15,00 e que não precisava. Hoje ele já está dizendo que teve que faltar dois dias do trabalho, que não está conseguindo pilotar a moto e como falei, quer que ela pague o reparo onde ele quer, pq se for pelo seguro vai demorar muito…… Ela fez o B.O e o e-BRAT no mesmo dia. A obrigação de reparar eu não tenho dúvida que ela tem, mas tendo ela seguro e ele se recusando a aceitar, provavelmente por conta do documento, ela tem que pagar da maneira que ele quer? obrigado.

    1. Oi, Silvio, como vai? Na verdade, não! Como ela está, de forma correta, se oferecendo para pagar o conserto da moto, não há o que ser contestado. Se ele comprovar que, depende única e exclusivamente da moto para trabalhar, a seguradora pode, dependendo do caso, ressarcir os dias que ele ficar parado. Junte todas essas provas de que ela está querendo reparar o conserto e vocês estarão com provas mais do que suficientes.

  20. Bom dia, bati em um carro,meu seguro cobre terceiros, mas o terceiro n aceitou a oficina da seguradora, ele pode escolher e a seguradora e obrigada a pagar pelo conserto mesmo não sendo uma oficina autorizada? obrigado.

    1. Claudia, tudo bem? Na verdade, não! O que pode acontecer neste caso é o seguinte: o terceiro consertar o veículo na oficina que ele quiser e depois lhe acionar na justiça. Pós isso, a seguradora irá arcar com os honorários do seu advogado e, caso dê causa ganha para o terceiro, paga a diferença no valor do conserto. Mas, ele não pode obrigar a seguradora a arrumar onde quiser.

  21. Boa noite, ao desviar de um cachorro bati em carro parado que possui seguro. Tentei entrar em acordo com a dona do veículo para arrumar o carro, porém a mesma não aceitou e acionou o seguro. Ela disse que terei que pagar o valor de 1.800,00, alem disso terei que pagar mais algum valor.

  22. Boa tarde, obrigada pelo retorno.

    Fiquei em duvida ainda, e se eu pagar a franquia não preciso arcar com mais nenhuma despesa então?

  23. Boa noite!
    Em dezembro me envolvi em um pequeno acidente de trânsito, onde um ciclista veio a cair e quebrar o braço… na hora prestei socorro, levei ao hospital, e ela falou que tinha seguro do trabalho…
    Na batida não me sinto culpado uma vez que ele estava na contra mão da via.
    Semana passado fui surpreendido com uma intimação, ele esta pedindo danos morais e materiais.
    O meu carro tem seguro, a seguradora me disponibiliza um advogado para me acompanhar na audiência ou terei que arcar com esse custo?
    Se eu ganhar a ação, a seguradora pagara as custas que tive com advogado, caso tenha que contratar?

    1. Oi, Lizardo, tudo bem? Sim, a seguradora realiza o pagamento dos custos dos danos morais e materiais, caso seja essa a decis/ao do tribunal. Quanto ao advogado, também deve ser disponibilizado pela seguradora, caso você realmente tenha as coberturas no seu seguro.

  24. Olá, Sofri um acidente que o culpado foi terceiros. A Seguradora mandou eu fazer 3 orçamentos, Foi feito os orçamentos, Agora a seguradora mandou levar nê umas das oficinas credenciada dela. Só que eu não quero arrumar nessa oficina quero arrumar nê um dos 3 orçamentos enviado pra ele. A pergunta eu sou obrigado arrumar onde a seguradora quer? Ou eu tenho direito de arrumar né um dos 3 orçamentos enviados por eles.

    1. William, tudo bem? Não, você não é obrigado a consertar o seu veículo em uma oficina que a seguradora indica, mas é muito mais prudente, por conta da qualidade e dos prazos estipulados. Além disso, a seguradora consegue fazer o acompanhamento de perto e cobrar caso haja necessidade. A segurasdora só tem o direito de recusar caso o preço do conserto esteja muito acima da média.

  25. Bom dia.
    Após passar o PARE realizando a conversão a direita, um Honda civic venho atrás de mim, para não bater atrás desviou e bateu lateralmente contra meu veículo na parte dianteira, a condutora disse que se distraiu com seus cachorros que estavam no banco da frente do seu veículo,estava sem documentos não tem seguro e logo saiu do local, disse que pagaria a metade e eu arcaria com o restante do prejuízo ou eu poderia entrar na justiça.Como não aceitei ela iria alegar que eu passei no pare e bati nela, acionei minha seguradora ela disse para eu pedir para ela fazer o boletim na versão dela e entrar em contato no B.O ela colocou que eu passei o pare e bati nela mas isso não é verdade eu já havia feito a conversão tenho testemunhas , pela versão dela do PARE minha segurado liberou o conserto do carro dela, mas eu não adimiti que passei o pare tenho testemunhas e vou aciona la na justiça para ela restituído o valor gasto pela franquia, como foi na sexta feira o que devo fazer pois vou entrar na justiça mesmo tendo seguro para terceiros não irei pagar por não estar errada.Para eu não entrar na justiça que é demorada ela combinou de pagar metada da franquia, mesmo a seguradora pagando o concerto do carro dela ela alegou que vai pagar 400,00 somente. Eu não aceitei pois a culpa foi dela e entrarei na justiça, mas e agora que a seguradora liberou o concerto do carro dela o que devo fazer tenho fotos e testemunhas achei que fossem fazer uma perícia do local da batida etc. pois ela colidiu no meu veiculo após eu realizar a conversão só não bateu atrás pois desviou. O que devo fazer.Tem como eu recorrer dessa decisão naõ consegui contato no setor responsável pois não trabalham final de semana.

    1. Manoa, tudo bem? A explicação ficou um pouco confusa, mas iremos tentar explicar o que fazer neste caso: se você estiver correta, como está contando nos fatos, é necessário informar a seguradora sobre isso, pois a mesma irá entrar na justiça contra a pessoa que bateu no seu carro, afinal, ela foi a responsável da batida.

  26. Olá, boa tarde! Tirando os transtorno estou bem !A minha dúvida é como eu já havia passado o PARE e realizado a conversão ela me ultrapassou a esquerda e bateu na lateral da frente do meu veículo tenho fotos do local e posições que os carros pararam e testemunhas que presenciaram o ocorrido mas para não pagar a condutora colocou no B.O que eu passei o PARE e bati nela. Irei entrar na Justiça realmente, eu já havia realizado a conversão e passado o pare na hora da batida com fotos e testemunhas acha que consigo ganhar a causa, já viu casos, parecido.

  27. Olá, boa noite.

    Quando eu transitava em uma avenida com o meu veículo, um ônibus escolar de uma empresa transitava à minha direita, no mesmo sentido. Subitamente, o condutor do ônibus ligou a seta para adentrar à esquerda, e mesmo vendo que eu transitava ao seu lado, jogou o ônibus para cima do meu carro, danificando a porta traseira direita, fazendo com que eu perdesse o controle e colidisse com um carro que estava estacionado, danificando além da outra porta (traseira esquerda), o veículo estacionado.

    O proprietário da empresa, que minutos depois chegou ao local do acidente, afirmou que eu teria que pagar pelo “prejuízo” causado ao ônibus escolar, que se resumiu a alguns arranhões no para-choque dianteiro.

    Após registro do BO pela autoridade de trânsito, o proprietário da empresa de ônibus deu de ombros, e se retirou do local do acidente. No final da história eu tive que arcar com os custos do guincho para o terceiro carro envolvido, e alguns outros gastos, como transporte, já que a proprietária do terceiro veículo envolvido entendeu que eu deveria arcar com os gastos, pois, no final de tudo, o meu veículo havia atingido o dela, e ela não teria como saber quem estava errado na situação, pois não presenciou o acidente. Ainda exigiu que eu pagasse o aluguel de um veículo, pois a mesma dependia de um para trabalhar.

    Neste caso, ao acionar o meu seguro, para o conserto do meu veículo e da terceira parte, mesmo eu não sendo o culpado pelo acidente, terei cobertura desses danos? E quanto à empresa de ônibus, que provavelmente possui seguro contra acidentes, deverá ser por mim levada à justiça ou a seguradora procederá dessa forma, se entender que o acidente foi ocasionado pela empresa de transporte escolar? Outro ponto. Sou obrigado a pagar a locação de um veículo à terceira parte envolvida?

    Fica aqui, desde já, o meu agradecimento pelos esclarecimentos.

    1. Bruno, como vai? Sim, você terá a cobertura e a quantia estabelecida na apólice para o conserto do veículo terceiro – neste caso, não há nenhum tipo de pagamento. Para o conserto do seu carro, se compensar, você terá que fazer o pagamento da franquia. Quanto a empresa de ônibus, se a seguradora entender que eles são os culpados pelo acidente, eles mesmo entrarão na justiça para o ressarcimento do pagamento aos terceiros. Você também pode entrar com uma ação nos pequenas causas para que eles façam o ressarcimento do pagamento da franquia do seu veículo. E não, você não é obrigado a pagar um carro para a terceira parte envolvida. Dependendo do seguro contratado, você pode ter carro reserva para terceiros. Verifique com o seu corretor ou cheque na sua apólice.

  28. no formulario de preencimento nao tem o ano do meu carro, mas como é seguro de 3ºs pq meu carro influencia no preenchimento?

    1. Rubens, tudo bem? Se você quer contratar somente um seguro de terceiros, entre em contato com a gente pelo 0800 773 3000! Assim, o nosso time fará uma proposta adequada às suas necessidades!

  29. boa tarde !

    Fui atingindo num cruzamento onde o causador do acidente não obedeceu a placa de PARE e colidiu comigo e outro veiculo. Este possui seguro de cooperativa e o meu e seguro credenciado mesmo, sou obrigado a aceitar a cobertura da cooperativa. ou posso pagar a franquia do meu seguro e acionar ele posteriormente na justiça para que seja ressarcido a mim o valor da franquia?

    1. Elcio, como vai? Você não é obrigado a aceitar o seguro da cooperativa. E sim, se o motorista estiver errado, você pode entrar na justiça contra ele para reaver o dinheiro pago na franquia. =)

  30. Boa tarde! Uma mulher avançou o cruzamento aonde o pare era pra ela, e colidiu com minha moto, a seguradora da mulher então me pediu 3 orçamentos + um monte de documentos, fotos entre outros… estou com dificuldade de fazer os 3 orçamentos pois dependo da moto para trabalhar e para cada orçamento vai uns dias… minha duvida é; sou obrigado a perder horas de trabalho para tirar orçamentos ou com 1 orçamento da concessionaria eles já são obrigados a solucionar o problema ? ou seria eles que tem que correr atras disso?

  31. Ola eu colidir com uma moto, só que não acionei o seguro no ato do acidente por motivo de da socorro as vitimas apenas tenho fotos filmagens e testemunhas, posso acionar o seguro no dia seguinte para cobrir meus danos do carro e da moto?

    1. Adriano, como vai? Geralmente, o prazo para acionar a seguradora após sofrer um sinistro como a colisão, geralmente é de um ano. Portanto, você pode sim acionar a sua companhia.

  32. Bom dia ! Bateram em meu veiculo e a pessoa acionou o seguro de cooperativa dele, porém a seguradora informou que só posso arrumar meu carro na oficina indicada por ela. Por lei não posso arrumar o meu veículo em uma oficina de minha confiança ?

    1. Pualo, como vai? Provavelmente o “seguro de cooperativa” deve ser a chamada proteção veicular, que não tem nada a ver com o seguro automóvel comercializado por seguradoras. Se for este o caso, esse tipo de produto não tem qualquer fiscalização dos órgãos reguladores e você terá dificuldades para exigir seus direitos.

      Você pode ver mais informações sobre a diferença entre os dois produtos neste link aqui: https://www.minutoseguros.com.br/blog/cuidado-protecao-veicular/

  33. Bom dia ! na ultima sexta feira sofri um acidente de moto ao colidir em um carro, aconteceu da seguinte forma: eu trafegava em via de mão dupla, o transito estava lento ao cortar pela esquerda(sem sair da minha mão) fui interceptado pelo veiculo que saiu de um condomínio e atravessou as duas faixas, não consegui parar e evitar a colisão na lateral esquerda do veiculo, fui levado ao hospital pois machuquei minha perna de la acionei meu seguro e o mesmo levou a minha moto para oficina credenciada para realização de pericia e orçamento no meu ver não tenho culpa pelo acidente porem a outra parte envolvida quer que eu acione o seguro para terceiros como devo proceder ? estou cobrando dele a franquia para o conserto da minha moto.

    1. Douglas, tudo bem? Recomendamos que você entre em contato com o seu corretor para consultar se a cobertura de terceiros deve ser acionada nesse caso.

  34. Boa tarde! Um motoboy colidiu na traseira do meu veículo. Eu estava parada, e reconheço que faria uma conversão irregular. Acionei meu seguro para terceiros, que após análise, concluiu que apesar da infração, eu não fui a causadora do acidente e não ressarciu o terceiro. Ele, por sua vez, pretende me acionar judicialmente. Quais são os riscos?

    1. Fábia, como vai? Recomendamos que você contate o seu corretor para checar se a decisão da seguradora está correta. Além disso, você pode consultar os riscos judiciais com um advogado de pequenas causas.

  35. Bom dia um caminhão de uma empresa bateu no carro do meu pai a empresa disse que tinha que esperar o B.O. ficar pronto para poder dar entrada no seguro pois o caminhão era alugado isso já faz umas três e ninguém da empresa do seguro entrou em contato ainda é normal demorar assim a empresa é de Minas Gerais e a gente é do interior de São Paulo, entrei em contato com a empresa eles dizem que já enviaram os documentos para seguro.

    1. Regiane, tudo bem? Após fechar o B.O e a seguradora receber todos os documentos necessários para o processo de sinistro, ela possui um prazo de 30 dias para indenizar o segurado ou terceiros envolvidos.

  36. Lucas, muito obrigada pelo retorno. Eu já questionei a cia e o corretor e sim, eles garantem que a decisão está correta. A cia inclusive informou que caso eu seja acionada judicialmente que eu devo entrar em contato imediatamente com eles, pq possuem um corpo jurídico.

  37. Boa noite, bati em um carro porem,não tenho seguro. A pessoa veio me propor que eu pague a franquia do seguro do carro dele. Por ser um valor alto e, pensando que o conserto poderá ser um valor bem menor, estaria correto sugerir que me apresentasse 03 orçamentos de oficinas? Outra duvida: neste caso ele pode pedir carro reserva sem mexer na franquia? Obrigada

    Cleusa

    1. Cleusa, como vai? Recomendamos que fale com o corretor de seguro do proprietário do veículo em que você colidiu. Além disso, consultar um advogado de pequenas causas também é uma boa ideia pra resolver esta questão da maneira mais segura.

  38. boa tarde,bateram no meu carro e foi acionado o seguro ,ai vou ficar sem carro por 30 dias tenho direito de um carro ? sou o terceiro

    1. Rafael, como vai? Alguns planos de seguro possuem cobertura adicional de carro reserva para terceiros. É preciso verificar com o corretor de seguro do responsável pela colisão.

  39. Olá. Fui a lesada em uma colisão pois estava na preferencial e o outro veiculo nao parou no PARE. eles abriram sinistro como terceira e estou esperando o reparo do meu carro. nesse tempo que estou sem carro posso exigir que seja pago carro reserva ou pagamento das despesas com meu transporte? Tenho um filho de 1a5m e tenho que me deslocar diariamente ate minha faculdade que fica ha mais de 15km da minha residencia. O seguro deles nao cobre carro reserva para terceiros.

    1. Adriana, como vai? Você só poderá utilizar um carro reserva, se você ou o responsável pela colisão tiver esta cobertura contratada na apólice do seguro auto. Caso contrário, você terá que acionar um advogado de pequenas causas para tratar dos gastos que está tendo por conta da falta de seu automóvel.

  40. Não possuo CNH e o documento da minha moto esta vencido. Porém estava trafegando em uma via, e um segurado não sinalizou que iria virar [o segurado disse que esqueceu de virar] e parou na via. Não deu tempo de freiar e não tinha como trocar de faixa pois tinha carro ao lado. Nesse caso os prejuízos causados pelo segurado serão pagos pela indenização a terceiros, ou o fato dos documentos inicialmente citados faltantes, é passível de não pagamento do prejuízo?

    1. Thalles, como vai? Depende muito da análise da seguradora, mas muito provavelmente você será indenizado sim, pois a companhia não tem vínculo nenhum com você. No entanto, vale ressaltar que se você fosse o culpado pelo acidente e estivesse nas mesmas condições, sua seguradora não indenizaria você ou o terceiro envolvido.

  41. Aconteceu um acidente no qual o semáforo, estava com problemas,como eu estava atrás fui considerada a culpada pelo acidente…Porém não possuía seguro na época, depois de 3 meses fui procurada pela seguradora do terceiro, para ressarcimento do prejuízo… Estou grávida e sem condições de pagar o regresso. O que eu faço… ficou no valor 6 mil reais, estou desesperada.

    1. Raquel, como vai? Lamentamos pela sua terrível situação. Se você foi quem causou o acidente, as companhias podem procurar por você para o ressarcimento do prejuízo. Recomendamos que você consulte um advogado de pequenas causas para lhe ajudar com esta situação.

    1. Carlos, como vai? Isso depende do quanto % está previsto o valor da indenização na apólice. Existem contratos onde as companhias não indenizam 100% do valor FIPE. Recomendamos que veja com o corretor que fechou o seguro, as condições da indenização.

  42. Tenho um caso para resolver de um sinistro, o veiculo terceiro que foi danificado efetivou o conserto antes mesmo de acionar o meu seguro, agora o terceiro esta cobrando as despesas que ele teve com o conserto de seu veiculo, como proceder neste caso para o meu seguro acertar o terceiro que foi prejudicado.

    1. Ronaldo, como vai? Recomendamos que verifique junto ao seu corretor qual a possibilidade de sua seguradoras arcar com os custos desse sinistro.

  43. bom dia uma moça bateu em meu carro e imediatamente acionou o seguro,fui ate a seguradora fiz o orçamento e o valor ultrapassou 75% valor do veiculo,entao foi dado pt agora minha duvida,meu carro esta com o documento atrasado e nao tenho documento dele só estou com a nota fiscal,conseguirei receber ou terei que fazer o documento?