Tipos de pneu de carro: quantos são e quais suas diferenças

tipos de pneu Tipos de pneu de carro: quantos são e quais suas diferenças

Sabia que existem diferentes tipos de pneu? Sim, por conta da variedade de  necessidades do proprietário, eles tem suas diversificações. 

Para te ajudar a entender melhor e também ter uma ideia de média de valores, preparamos as orientações a seguir.

Cote, compare e economize no seguro

Receba grátis até 17 cotações e escolha o seguro que cabe no seu bolso.

Logo Reclame Aqui A Minuto é Bicampeã do Prêmio Reclame Aqui.


Fique atento para garantir que os seus estejam sempre em bom estado e adaptados ao que você precisa, para melhor performance no veículo e também mais estabilidade e segurança ao dirigir:

Tipos de pneu e suas funções 

Para começar, vale esclarecer que cada pneu vai proporcionar uma experiência em seu veículo. Muitas vezes, é necessário fazer a troca deles, seja porque aconteceu de furar ou porque já deu o prazo de fazer a substituição (habitualmente, eles rodam bem de 10.000 km a 80.000 km, dependendo do quanto enfrentam dificuldades).

Se notar que estão com a borracha “careca”, arame exposto, que a banda de rodagem está danificada ou que têm bolhas, fique alerta!

Existem também os pneus recauchutados, porém é sempre bom ter atenção à qualidade do que você coloca no seu carro.

Normalmente, quando o orçamento anda mais curto ou uma emergência surge, é comum que em vez de escolher tipos de pneu novos, os consumidores recorrem a esse reparo.

1. On road

Entre os tipos de pneu que é possível encontrar, temos o pneu on road.

Os pneus on-road tem uma banda de rodagem mais suave e otimizada para uso em estradas pavimentadas. Eles geralmente têm sulcos mais finos e blocos menores em comparação com os pneus off-road ou mistos. Esses pneus são projetados para proporcionar boa aderência e dirigibilidade em superfícies asfaltadas.

2. Off road

O pneu off road tem uma banda de rodagem mais resistente, com blocos grandes e espaçados, para fornecer tração superior em terrenos irregulares, como lama, areia ou cascalho. Esses pneus geralmente apresentam uma aparência mais robusta e têm uma profundidade de sulco maior do que os pneus projetados apenas para uso em estradas pavimentadas.

3. Misto

O pneu misto é um dos tipos de pneu mais comuns em veículos do tipo picape e SUV. Ele funciona bem tanto para quem precisa andar em locais com terra, como no asfalto.

Por isso, é ótimo para oferecer maior flexibilidade ao motorista. É a garantia de ter um pneu bem adaptado para qualquer necessidade. Tanto para o dia a dia, quanto para aqueles momentos especiais em que é possível fazer uma trilha, por exemplo.

4. Pneus verdes

Os pneus verdes são projetados para serem mais ecológicos e têm como objetivo reduzir o consumo de combustível e as emissões de CO2. Eles podem apresentar uma classificação de eficiência energética, geralmente representada por letras, como A, B, C, etc., na lateral do pneu.

Os pneus ecológicos, embora tenham menor resistência, podem trazer redução de consumo de combustível. Isso acontece porque, ao serem menos resistentes, eles geram menos calor nos pneus.

A resistência do rolamento é apontada como responsável por até 15% do consumo de combustível em um veículo. Se o pneu tiver resistência mais baixa ao rolamento, ele economiza energia e aumenta o rendimento do combustível, por consequência.]

5. Pneus radiais

Os pneus radiais geralmente possuem a inscrição “Radial” ou “R” na lateral. Além disso, eles têm uma estrutura interna de lonas dispostas perpendicularmente à direção de rolamento do pneu, o que proporciona maior estabilidade e durabilidade.

O uso indicado para os pneus radiais é amplo e abrange diversos tipos de veículos, como automóveis de passeio, caminhões, ônibus e motocicletas. Eles oferecem várias vantagens em relação aos pneus convencionais, como melhor aderência ao pavimento, estabilidade em altas velocidades, menor consumo de combustível e desgaste mais uniforme.

6. Pneus para carga

Pneus para carga são pneus projetados especificamente para veículos comerciais e de carga, como caminhões, ônibus e trailers. Eles são projetados para suportar cargas pesadas e oferecer desempenho duradouro em condições exigentes de estrada.

Esses pneus têm características especiais que os tornam adequados para uso em veículos de carga. Eles possuem uma construção robusta, com camadas internas de lonas de tecido reforçadas por cintas de aço ou poliéster, o que lhes confere maior resistência e capacidade de carga. Os pneus para carga também têm sulcos mais profundos e uma banda de rodagem mais resistente ao desgaste, permitindo uma vida útil prolongada.

O uso indicado para pneus de carga é em veículos comerciais que transportam cargas pesadas.

Como identificar os diferentes tipos de pneus?

Para diferenciar cada tipo de pneu com precisão, é recomendável consultar as especificações do fabricante e as informações fornecidas no próprio pneu.

Para isso, você deve procurar em seu pneu a etiqueta chamada Eco Label. Nela você consegue encontrar três informações:

  • Consumo de combustível;
  • Índice de eficiência em pista molhada;
  • Índice de emissão de ruídos.

Para saber mais sobre essas informações, assista ao vídeo abaixo e aprenda como diferenciar os tipos de pneus.

Como escolher o pneu ideal?

Escolher o pneu ideal para suas necessidades requer pensar em vários fatores. Aqui estão alguns itens que podem ajudar na hora de fazer essa importante escolha:

  1. Tipo de Veículo: considere o tipo de veículo que você possui e verifique as especificações do fabricante do veículo para determinar quais tipos de pneus são recomendados.
  2. Condições de uso: se você dirigir principalmente em estradas pavimentadas, pneus on-road são a opção mais adequada. Para terrenos acidentados ou off-road, como canteiros de obras ou áreas rurais, pneus off-road ou mistos são mais apropriados.
  3. Carga e capacidade: considere a carga que o veículo transportará regularmente. Verifique a capacidade de carga recomendada pelo fabricante do veículo e certifique-se de escolher pneus que possam suportar adequadamente o peso da carga.
  4. Durabilidade e resistência: se você precisa de pneus duráveis e resistentes ao desgaste, especialmente para uso comercial, verifique as classificações de resistência ao desgaste (Treadwear Rating) e escolha pneus que tenham uma classificação mais alta.
  5. Condições climáticas: considere o clima predominante em sua região. Para áreas com chuvas frequentes ou neve, escolha pneus que ofereçam boa tração em piso molhado ou com classificação de inverno (M+S ou símbolo de flocos de neve).
  6. Eficiência energética: se você deseja reduzir o consumo de combustível e as emissões de CO2, procure pneus com classificação de eficiência energética mais alta, geralmente representada por letras, como A, B, C, etc.
  7. Avaliações: pesquise as avaliações e recomendações de pneus feitas por especialistas e usuários. Isso pode fornecer insights valiosos sobre o desempenho, durabilidade e qualidade dos pneus em consideração.

Lembre-se de que é sempre recomendável seguir as recomendações do fabricante do veículo e consultar um especialista em pneus para obter orientações específicas para suas necessidades.

Evite imprevistos: cote seu seguro na Minuto Seguros

Já pensou se ocorre um problema no seu carro e você não tem um seguro com assistência 24 horas? E se você tiver o carro roubado, furtado ou sofrer um acidente que resulte em perda total? Tudo isso são acontecimentos que podem estar cobertos pelo seguro.

Faça uma cotação agora mesmo com a Minuto Seguros, a maior corretora de seguro auto do país. Na Minuto, são feitas cotações em até 17 seguradoras para encontrar um plano adequado ao seu perfil e as necessidades do cotidiano.

Faça sua cotação online ou, se preferir, ligue grátis para 0800 882 0656 para falar com um de nossos consultores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *