Aqui no blog da Minuto Seguros você encontra dicas e notícias sobre seguros, carros, casas, eletrônicos, viagens e muito mais. Acesse e confira nosso conteúdo.

Transporte os seus pets com tranquilidade nas viagens

 

petsViajar certamente está entre os hobbies preferidos da maioria das pessoas. No entanto, quem tem algum bichinho de estimação, invariavelmente, cai na dúvida de leva-los ou não, principalmente nos trajetos de carro. Desistir de levar o pet se dá por alguns fatores, como: o medo de deixá-lo cansado ou até de possíveis acidentes que podem ocorrer com ele no interior do veículo. Mas, desde que alguns cuidados sejam adotados, não há motivos para temer possíveis imprevistos. Sem dizer que a companhia deles é extremamente agradável e pode deixar a viagem muito mais feliz.

E, caso você esteja planejando uma viagem e queira levar o seu animal de estimação, leia as nossas dicas e tenha um trajeto muito mais tranquilo. Além disso, por que não fazer um seguro pet e garantir toda segurança que ele merece? O produto é semelhante a um seguro saúde, com cobertura para diversas situações. Veja 10 motivos para contratar o seguro pet.

Acostume-o a andar de carro

O estresse é uma das piores sensações para o cachorro ou o gato. E isso pode ser motivado pela saída da rotina que eles estão ambientados. Se eles não estiverem acostumados a andar constantemente de carro, comece a dar algumas voltinhas para a adaptação. Ao término dos trajetos, premie-os com biscoitinhos e alguns mimos. Essa associação irá remeter a algo prazeroso e feliz.

Segurança para os animais

Não há nenhuma restrição no Código Brasileiro de Trânsito (CTB) sobre utilização de cintos de segurança para os pets. No entanto, há indicações que eles sejam acomodados confortavelmente no banco de trás, de modo que fiquem protegidos em caso de colisão. Cães ou gatos de pequeno porte podem ser levados em caixas transportadoras próprias para o tamanho. Há ainda a opção de cadeiras com cinto de segurança específico.

Especialistas informam que os gatos se sentem mais tranquilos e seguros em caixas. Uma opção é deixar a caixa aberta, de modo que eles se familiarizem com o local e possam ficar acomodados ou saírem quando sentirem vontade.

Faça paradas para o seu bichinho

Muito importante, ainda mais em trajetos longos, as paradas devem ocorrer a cada duas ou três horas. Isso é importante para que os bichinhos possam andar livremente, esticar as patinhas e fazer as necessidades. Mas, não se esqueça: em tese, o ambiente de parada será estranho para o animal, por isso, mantenha-o sempre em coleiras e guias.

Ao oferecer água para o seu pet, tome cuidado para que ele não beba em demasia. Isso pode ocasionar náuseas e vômitos na continuidade da viagem

Deixe uma resposta

É permitido HTML básico. O seu endereço de email não será publicado.

Assinar o feed deste comentário por RSS