Bateram no meu carro: veja o que fazer para não ter problemas

bateram no meu carro fugiram Bateram no meu carro: veja o que fazer para não ter problemas

Imprevistos no trânsito são cada vez mais frequentes. Seja por falta de sinalização adequada na estrada, freadas bruscas, buracos na pista, desatenção ou por excesso de velocidade. No fundo, ninguém sabe muito bem como lidar e acaba se desesperando: “Bateram no meu carro, e agora?”

Se você já passou por isso, sabe o quanto é uma situação delicada, mesmo que não tenha acontecido nada muito grave. Afinal, o próprio susto pela ocasião já é um sintoma que deixa a pessoa em total tensão, o que só dificulta a situação. 

Cote, compare e economize no seguro

Receba grátis até 17 cotações e escolha o seguro que cabe no seu bolso.

Logo Reclame Aqui A Minuto é Bicampeã do Prêmio Reclame Aqui.


Por isso, é preciso manter a calma e entender o que fazer. Continue lendo e descubra!

O que fazer se bateram no meu carro?

O primeiro passo é garantir que você está em segurança. Analise a situação com calma, veja se não há ferimentos pelo corpo que você pode não sentir no momento, devido à tensão. Caso haja algum problema, chame ajuda imediatamente.

Mas, se está tudo certo com você, o próximo passo é verificar se não há vítimas. Isso é com relação aos passageiros, caso você não esteja sozinho, e também referente aos outros veículos da pista. 

Caso haja feridos, chame ajuda de outras pessoas ao redor ou ligue para o número 190. Lembre-se: a omissão de socorro a vítimas de acidente é uma infração de trânsito gravíssima.

Agora que já passamos dessa parte, vamos às outras questões que você precisa considerar:

O que fazer com o carro

Esse é um momento que exige atenção para verificar se ele está em condições de rodar sem causar mais prejuízos. Em caso positivo, retire-o da rua e o estacione em um local seguro.

Além de evitar mais acidentes, você também se livra de gerar multa por impedir a circulação de outros veículos, sem mencionar a possibilidade de perder pontos na carteira. 

E se o carro não estiver em condições de rodar, ligue para um guincho, deixe o pisca-alerta ligado e sinalize a estrada com o triângulo a 30 metros do automóvel.

Outros envolvidos

Em casos de colisão como essas, é preciso verificar a situação com o outro motorista. Quanto a isso, saiba que é necessário diálogo e calma, visto que a condição em si já é uma grande dor de cabeça, evite discussões desnecessárias.

Um ponto importante é anotar os dados do outro condutor e seu carro, além de trocar contatos com ele. Se não houver brigas e nem feridos, a situação dispensa a presença da Polícia Militar. Por isso, é importante buscar resolver amigavelmente.

Registro do ocorrido

Registrar o ocorrido é muito importante, principalmente se o causador do problema ameaçar fugir de sua responsabilidade. Por isso, tire fotos da pista, dos danos causados e das placas dos automóveis envolvidos. Vale a pena também anotar os dados de testemunhas.

É sempre bom registrar um Boletim de Ocorrência (BO) para deixar tudo esclarecido e se proteger em casos de ter que acionar a justiça, por exemplo. Portanto, no BO precisa constar a cronologia do acidente e todas as informações pertinentes ao momento, sobre os veículos e dados sobre os envolvidos, incluindo as testemunhas. 

Quem é responsável pelo pagamento? 

A responsabilidade é de quem causou o acidente ou do proprietário do carro que a pessoa conduzia. Nesse caso, quando a integridade física é ferida, há a cobertura do seguro obrigatório DPVAT, mas os estragos materiais devem ser quitados pelo responsável pelo acidente.

Portanto, se uma pessoa bateu no seu carro, você não precisa acionar o seu seguro do veículo. Em vez disso, é preciso buscar o ressarcimento dos danos junto ao causador da batida.

Se o culpado tiver seguro auto, a seguradora pode ser responsável pelos danos materiais e físicos causados aos outros motoristas. Tudo vai depender, no entanto, do tipo de cobertura que ele tenha contratado. Em caso de não possuir cobertura ou seguro, terá ele mesmo que arcar com as despesas. 

Se bateram no seu carro e não querem pagar, e você já fez o boletim de ocorrência (BO), você pode levar o caso à Justiça de Pequenas Causas.

Tire suas dúvidas

Veja abaixo as respostas para as principais dúvidas sobre o que fazer se bateram no seu carro.

O que fazer se bateram no meu carro e não querem pagar? 

Quando você está envolvido em um acidente de trânsito e a outra parte se recusa a assumir a responsabilidade financeira, há algumas etapas que você pode seguir para buscar reparação.

Para te ajudar nesse momento, assista ao vídeo do advogado Professor Julio Cesar Sanchez.

Para simplificar, se bateram no seu carro e não querem pagar, e você já fez o boletim de ocorrência (BO), siga os seguintes passos para levar o caso à Justiça de Pequenas Causas:

  1. Reúna provas: Tenha em mãos todas as provas disponíveis, como fotos do acidente, anotações sobre a placa do veículo do outro motorista, testemunhas e qualquer comunicação trocada com o motorista que bateu no seu carro.
  2. Prepare a petição inicial: Redija uma petição inicial onde você explica o ocorrido e o que você está solicitando. Mencione que não sabe o endereço do réu, mas que tem o número da placa do veículo.
  3. Identifique o réu: Informe na petição inicial que o réu é desconhecido e mencione o número da placa do carro do outro motorista. O juiz pode oficiar ao Detran ou outros órgãos para identificar o proprietário do veículo.
  4. Juizado Especial Cível: Vá ao Juizado Especial Cível (Pequenas Causas) e entregue a petição inicial. Lembre-se que, para valores até 20 salários mínimos, você não precisa de um advogado. Para valores acima disso, será necessário contratar um advogado.
  5. Acompanhe o processo: Após a entrega da petição, acompanhe o andamento do processo. Esteja preparado para audiências de conciliação, instrução e julgamento. Sempre que possível, tente resolver amigavelmente, pois é menos desgastante e mais rápido do que um processo judicial.

O que fazer se o motorista que bateu fugiu?

Agora, se a questão é saber o que fazer quando batem no seu carro e depois fogem, o melhor é: registrar tudo. 

Fotografe a placa do carro e inclua no boletim todos os detalhes possíveis quanto ao motorista e ao veículo envolvido, como marca, modelo, cor, etc. Vale a pena também verificar se há câmeras na via para solicitar as imagens de segurança.

Consulte nosso guia para entender o passo a passo do que fazer se bateram no seu carro e fugiram.

O que o seguro auto cobre em caso de batida?

Em caso de batida, o seguro auto pode oferecer uma gama de coberturas, dependendo do tipo de apólice que você escolheu. As coberturas mais comuns incluem:

  1. Danos ao seu veículo: reparos ou substituição de partes danificadas do seu carro.
  2. Danos a terceiros: cobertura para reparos no veículo da outra parte envolvida no acidente.
  3. Despesas Médicas: cobertura para custos médicos que você ou os passageiros possam ter devido ao acidente.
  4. Assistência 24 horas: em alguns casos, o seguro também pode oferecer serviços como guincho, troca de pneus e assistência em viagem.
  5. Indenização Integral: em casos de perda total do veículo, o seguro pode pagar o valor integral do carro, conforme a tabela FIPE ou o valor acordado na apólice.
  6. Cobertura para acessórios: alguns seguros também oferecem cobertura para acessórios como som, rodas especiais e outros itens personalizados.

Consulte nosso guia para entender o que o seguro auto cobre em caso de batida.

Evite dor de cabeça: faça um seguro na Minuto Seguros

Achou vantajoso ter um seguro auto para evitar problemas? Saiba que na Minuto Seguros, cotamos com mais de 17 seguradoras e montamos um plano de acordo com a sua necessidade e o seu perfil.

Veja como a Minuto vai mudar sua experiência com o seguro auto:

  • 💰 Poupa o seu bolso: seguro auto até 30% mais barato e pagamento em até 10x sem juros.
  • 🚀 Agiliza sua vida: em apenas um minuto você pode conferir o preço do seguro em até 17 seguradoras.
  • 🔧 Seguro do seu jeito: personalize seu seguro apenas com as coberturas de que você precisa, sem custos extras.
  • 🖥️ Conveniência: Realize todo o processo sem precisar sair de casa.
  • 🛡️ Suporte: Nossos especialistas oferecem suporte diferenciado, com consultoria gratuita, pra te ajudar com um seguro que realmente atenda suas necessidades.
Aproveite nossa consultoria e faça sua cotação online e grátis.

Agora que você já sabe tudo sobre o que fazer se bateram no seu carro, compartilhe este conteúdo com quem ainda tem dúvidas na hora de fazer o seguro auto.

Ainda está com dúvidas sobre o tema? Então deixe seu comentário e teremos prazer em te ajudar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *