Home » Carro » Dicas

Vendo o meu carro usado no particular ou dou de entrada na loja?

Quando chega o momento de trocar o veículo, os motoristas se questionam, quase que sempre, qual é a melhor forma para negociar o carro atual, seja em concessionária ou com vendedor particular. A dúvida é bastante pertinente, afinal, qualquer vantagem financeira pode ser significativa. Utilizar boas dicas de revenda de carros pode ajudar bastante e ser fundamental no momento de escolher a maneira certa de “se livrar” do seu carro usado.

carro usado

É aí que surge a grande dúvida, vender para particular ou para uma loja de carros? Os dois têm suas vantagens e desvantagens, como em qualquer negociação. Resta ao dono do veículo anotar todas e saber qual a melhor opção de venda no momento ou na determinada situação. Claro que um dos principais objetivos é o dinheiro que será obtido, e fazer um bom negócio é o primeiro passo para isso. No entanto,  outros fatores que envolvem a venda do carro usado, como a segurança e a parte burocrática, precisam ser levados em conta.

Para fazer um bom negócio, atentar-se a alguns pontos é fundamental. O primeiro detalhe é a preservação do veículo, carros que possuem mecânica e acabamento em boas condições, são mais fáceis de serem vendidos.

E um dos jeitos de preservar e proteger as condições do automóvel é fazendo um seguro auto. Dessa forma, é possível andar com muito mais tranquilidade pelas ruas, sabendo que há garantias. Cote um seguro auto para o seu veículo agora mesmo com a Minuto Seguros, maior corretora online do país. Cotamos em mais de 10 seguradoras para obter o melhor plano para o seu veículo. Preencha o formulário de cotação, clique no botão ou se preferir ligue grátis para 0800 773 3000 e fale diretamente com um consultor.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Voltando a falar sobre a venda do carro usado, confira as vantagens e desvantagens de comercializar em particular ou loja.

Vender para carro usado para particular

carro usado - Vender para particular

Esse é um grande atrativo para vendedores de carros, pois dispensa todo o trabalho das lojas e concessionárias e o valor do carro usado pode ser bem mais alto do que o normal. O motivo é simples: o proprietário do veículo vai cuidar de tudo, desde o anúncio até a venda para o cliente final. Isso abre a possibilidade de colocar o valor da Tabela FIPE, dando margem para uma boa negociação.

No entanto, este fator pode ser considerado negativo para algumas pessoas. Vender um carro para particular faz com que o proprietário tenha que cuidar de todo o trâmite e isso pode ser um empecilho, principalmente devido a falta de tempo. Outro fator contrário é o da segurança: levar o veículo para uma pessoa desconhecida, nos dias atuais, gera muita insegurança.

Vender para uma loja ou concessionária

carro usado - Vender para uma loja ou concessionária

Vendendo para uma loja, haverá negociação diretamente com um local seguro, com CNPJ e estabelecimento físico. Além disso, em geral, as concessionárias ou lojas cuidam de toda parte burocrática.

Agora o fator contrário é que a venda para uma loja ou concessionária faz o valor do carro usado cair bastante, por causa dos custos que a loja possui e o lucro que ela precisa ter. Muitas vezes a depreciação na hora da compra é de 20% da Table FIPE.

Por isso quando chegar a hora de vender um carro usado, o proprietário deve ter em mente todos esses pontos e optar pelo qual mais agradar.

5 / 1 voto

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *