Home » Seguros

O que é o seguro APP e quais as suas coberturas

Se você está começando a trabalhar com o carro para fins comerciais, principalmente na questão de transporte, já deve ter se deparado com o seguro APP (acidentes pessoais de passageiros) pela sua frente. Ele é obrigatório, seja você motorista de táxi, Uber, van escolar ou qualquer locomoção que tenha passageiros frequentes. Mas, você sabe o que significa? Sabe em quais casos ele deve ser acionado?

Para começar, entender o significa da sigla é fundamental. O APP nada mais é que um seguro para acidentes pessoais de passageiros em casos de batidas que haja necessidade de socorro ou que o passageiro tenha decorrências mais graves, como morte ou invalidez. Mas, vamos entrar um pouco mais a fundo nas suas coberturas, contratações etc.

Explicando o seguro APP

O seguro APP pode ser contratado por qualquer um no momento do fechamento do seguro. Na hora da cotação, é bom indicar à sua corretora de seguros o desejo por essa cobertura adicional. Em caso de acidentes, ele garante uma indenização por danos físicos causados aos passageiros do veículo segurado.

Coberturas do seguro APP

Os eventos que serão segurados são casos de morte ou invalidez, permanente ou parcial, dos passageiros, incluindo o motorista. A cobertura também arca com despesas médicas e hospitalares para atendimento do passageiro, caso necessário.

A cobertura não irá indenizar danos físicos temporários, como um corte ou dores por conta de uma batida, sem que resulte em danos permanentes.

Seguro para Uber obrigatório

Se você estiver começando a trabalhar com Uber, saiba que esse seguro é obrigatório na hora de cadastrar-se como motorista do aplicativo. A cobertura mínima é de R$50 mil por passageiro.

Outro ponto importante para quem vai dirigir um Uber é apresentar o pagamento quitado do ano corrente do seguro DPVAT.

O APP não é a mesma coisa que Seguro para Terceiros

Os questionamentos sobre os seguros são bem comuns, mas é importante entender que os dois produtos são bem diferentes. Na própria apólice ou na proposta de seguro é possível identificar diferentes nomenclaturas. A de terceiros, por exemplo, estará descrita como Danos materiais/Corporais a terceiros ou como Responsabilidade Civil Facultativa – RCF.

3.33 / 6 votos

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *