Suspensão a ar: confira a funcionalidade do sistema

Quer tirar suas dúvidas sobre suspensão a ar? Então você está no lugar certo. Nesta matéria você vai conhecer mais sobre a finalidade e as principais partes da suspensão a ar, bem como entender sobre as partes da suspensão a ar no veículo, como o amortecedor, pivô e barra estabilizadora.

Fotografia de maquinário de automóvel

A suspensão a ar é um sistema com foco em trazer estabilidade para o veículo. Ela absorve todo o tipo de irregularidade que possa existir na via, seja no asfalto ou na terra. A suspensão a ar também é responsável por manter os pneus do carro no chão e fazer com que o automóvel tenha um ótimo desempenho.

Cote, compare e economize no seguro

Receba grátis até 17 cotações e escolha o seguro que cabe no seu bolso.

Logo Reclame Aqui A Minuto é Bicampeã do Prêmio Reclame Aqui.


Falando um pouco da mecânica, conhecer as funções das principais partes da suspensão a ar saber como preservá-las é muito importante. A suspensão é essencial devido a sua finalidade, por isso é recomendável que todas as manutenções e revisões sejam feitas, seguindo a indicação do fabricante. E toda vez que aparecer um barulho estranho, a visita ao mecânico é recomendada.

Partes da suspensão a ar no veículo

O amortecedor

A funcionalidade do amortecedor é manter-se ligado diretamente à mola da suspensão. Essa é a parte mais importante na suspensão a ar. O amortecedor é responsável por amenizar todos os balanceamentos causados pelo solo, como buracos e lombadas.

Um sinal de quando os amortecedores podem estar gastos é ao ouvir ruídos da parte debaixo do veículo, caso esteja muito forte e com batidas “secas” é o momento de troca. Com o desgaste, diversos itens podem sofrem com danos, como os pneus e outras peças do sistema, como a mola e o braço oscilante…

A mola

 

Junto do amortecedor, a mola é outro componente importante para o amortecimento do automóvel nas vias. Existem dois tipos de mola: a helicoidal e a feixe de molas.

Por ser flexível, ela garante menos impacto contra as imperfeições no solo. E se o veículo apresentar qualquer tipo de barulho ao passar pro uma via esburacada, além da falta de estabilidade, é um indício de que a mola pode estar gasta.

O braço oscilante

O braço oscilante faz a ligação da coluna de suspensão ao chassi do carro. Sua principal função é servir de apoio à coluna, já que a mesma trabalha em constante movimento, necessitando de um ponto fixo.

As buchas fazem a parte de segurar o braço à carroceria e evitar ruídos no movimento.

O pivô de suspensão

Essa peça irá permitir que a coluna de direção gire em seu próprio eixo e ajude no movimento de sobe e desce, permitindo o ângulo de oscilação do braço.

A barra estabilizadora

A barra estabilizadora é o componente responsável pela estabilidade do carro na estrada, mesmo em retas ou curvas. Ela promove a conexão das colunas de suspensão. A barra é presa à carroceria do veículo por buchas de ligação.

Evite dor de cabeça: cote seu seguro na Minuto Seguros

Mais do que proteger o seu carro com manutenções e revisões, fazer um seguro auto é essencial para garantir que ele esteja coberto nas mais diversas situações. Na Minuto Seguros, cotamos com mais de 16 seguradoras e montamos um plano de acordo com a sua necessidade e o seu perfil.

Quer proteger o seu carro contra qualquer imprevisto? Então faça agora mesmo uma cotação online sem compromisso com a Minuto Seguros, ou se preferir pode ligar gratuitamente para 0800 882 0656 e falar diretamente com um consultor.

Deu para entender mais sobre a suspensão a ar? Conta para a gente o que você ainda não sabia sobre esse tema, aqui nos comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *