Pistão do motor: função e importância

 

pistão do motor de carro

Quer saber tudo sobre o pistão do motor? Então você está no lugar certo. Nesta matéria, você vai saber o que é esta peça tão importante e qual sua utilidade na transformação de energia em movimento.

O pistão do motor é uma das peças mais importantes de um veículo, pois é responsável por transformar a energia gerada pela combustão do combustível em movimento mecânico. 

Cote, compare e economize no seguro

Receba grátis até 17 cotações e escolha o seguro que cabe no seu bolso.

Logo Reclame Aqui A Minuto é Bicampeã do Prêmio Reclame Aqui.


Neste texto vamos explicar como o pistão funciona, qual sua importância para o desempenho do motor, quais os cuidados e boas práticas para prolongar sua vida útil, como ele influencia na eficiência e economia de combustível, quais os sinais de desgaste e como solucionar problemas. 

Função do pistão no motor: transformando energia em movimento

O pistão do motor é um cilindro metálico que se movimenta dentro de um outro cilindro chamado camisa. Ele é composto por uma cabeça, na qual se encaixa a vela de ignição, e um corpo, no qual se fixa a biela. A biela é uma haste que liga o pistão ao virabrequim, que é a peça que transmite o movimento do pistão para as rodas.

Entenda, agora, como funciona o pistão do motor. O funcionamento depende do ciclo de quatro tempos do motor, sendo: admissão, compressão, explosão e escape. Em cada um desses tempos, o pistão realiza um movimento diferente:

– Admissão: o pistão desce dentro da camisa, abrindo espaço para a entrada da mistura de ar e combustível pela válvula de admissão.

– Compressão: o pistão sobe dentro da camisa, comprimindo a mistura de ar e combustível. A vela de ignição produz uma faísca que provoca a explosão da mistura.

– Explosão: a explosão empurra o pistão para baixo com muita força, gerando energia mecânica. Essa é a fase mais importante do ciclo, na qual se produz a potência do motor.

– Escape: o pistão sobe novamente dentro da camisa, expulsando os gases resultantes da combustão pela válvula de escape.

Esse ciclo se repete milhares de vezes por minuto em cada um dos cilindros do motor. A soma dos movimentos dos pistões gera uma rotação contínua do virabrequim, que é transmitida para as rodas por meio da embreagem, do câmbio e do diferencial.

Importância do pistão para o desempenho do motor

Você sabe qual a função do pistão do motor

Ele é fundamental para o desempenho do motor, pois é ele que converte a energia química do combustível em energia mecânica. Quanto maior for a força com que o pistão é empurrado pela explosão da mistura, maior será a potência do motor. Por isso, é importante que o pistão tenha uma boa vedação, uma boa lubrificação e uma boa refrigeração.

A vedação do pistão é feita pelos anéis, que são peças circulares que envolvem o corpo do pistão. Os anéis impedem que a mistura de ar e combustível ou os gases da combustão escapem entre o pistão e a camisa, causando perda de pressão e potência. Os anéis também raspam o excesso de óleo lubrificante da parede da camisa, evitando que ele entre na câmara de combustão e provoque fumaça ou carbonização.

A lubrificação do pistão é feita pelo óleo lubrificante, que é bombeado pelo cárter até as galerias internas do bloco do motor. O óleo lubrificante reduz o atrito entre o pistão e a camisa, diminuindo o desgaste e o aquecimento das peças. Ele também ajuda na refrigeração do pistão, pois absorve parte do calor gerado pela combustão.

Já a refrigeração do pistão é feita pelo sistema de arrefecimento do motor, que pode ser por água ou por ar. O sistema de arrefecimento mantém a temperatura ideal de funcionamento do motor, evitando que o pistão sofra dilatação excessiva ou trincas por choque térmico. A refrigeração também melhora a eficiência da combustão, pois permite que a mistura de ar e combustível seja mais densa e rica.

Cuidados e boas práticas para prolongar a vida útil do pistão

O pistão é uma peça que sofre muito desgaste e esforço no motor, por isso é preciso ter alguns cuidados e boas práticas para prolongar sua vida útil e evitar problemas. Veja algumas dicas:

– Use o combustível adequado para o seu tipo de motor. O combustível deve ter a octanagem correta, que é a capacidade de resistir à compressão sem detonar antes da hora. A detonação prematura causa danos ao pistão, como furos, quebras ou derretimento.

– Troque o óleo lubrificante e o filtro de óleo periodicamente, seguindo as recomendações do fabricante do veículo. O óleo lubrificante deve ter a viscosidade e a especificação adequadas para o seu tipo de motor. O óleo lubrificante velho ou contaminado perde suas propriedades de lubrificação e refrigeração, aumentando o atrito e o calor no pistão.

– Verifique o nível do líquido de arrefecimento e complete-o sempre que necessário. X Ele deve ter a proporção correta de água e aditivo, que é um produto que evita a corrosão, a formação de depósitos e o congelamento do sistema. O líquido de arrefecimento baixo ou sujo compromete a refrigeração do pistão, causando superaquecimento e danos.

– Faça a manutenção preventiva do sistema de ignição, trocando as velas, os cabos e a bobina quando necessário. O sistema de ignição deve produzir uma faísca forte e precisa para provocar a explosão da mistura no momento certo. Uma faísca fraca ou fora de sincronia causa falhas na combustão, perda de potência e desgaste do pistão.

– Evite acelerar ou frear bruscamente, pois isso gera picos de pressão e temperatura no pistão, aumentando o desgaste e o risco de danos. Dirija com suavidade e progressividade, respeitando os limites de rotação e velocidade do motor.

O papel do pistão na eficiência e economia de combustível

O pistão também tem um papel importante na eficiência e economia de combustível do motor, pois é ele que determina o volume da câmara de combustão, que é a diferença entre o volume máximo quando o pistão está embaixo (ponto morto inferior) e o volume mínimo quando o pistão está em cima (ponto morto superior). Esse volume é chamado de taxa de compressão.

A taxa de compressão influencia diretamente na eficiência da combustão, pois, quanto maior ela for, maior será a pressão e a temperatura da mistura na hora da explosão. Isso faz com que a mistura queime mais completamente, aproveitando melhor a energia do combustível. Por outro lado, uma taxa de compressão muito alta pode provocar detonação, que é quando a mistura explode antes da faísca da vela. A detonação reduz a potência do motor e pode danificar o pistão.

Por isso, é importante que o pistão tenha uma forma adequada para o tipo de combustível usado no motor. Os motores que usam gasolina têm uma taxa de compressão menor do que os motores que usam álcool ou diesel, pois esses combustíveis têm maior octanagem e resistem melhor à compressão. Além disso, os motores modernos têm sistemas eletrônicos que controlam a injeção e a ignição do combustível, ajustando a taxa de compressão conforme as condições de funcionamento do motor.

Sinais de desgaste do pistão: como identificar e solucionar problemas

Como vimos, o pistão é uma peça que precisa estar em perfeitas condições para garantir o bom funcionamento do motor. Se ele apresentar algum defeito ou desgaste excessivo, compromete o rendimento, a potência e a economia do veículo. Além disso, pode causar danos irreversíveis ao motor, exigindo uma retífica ou até mesmo a troca completa.

Mas como saber se o pistão está com problemas? Existem alguns sinais que indicam que algo não vai bem com esse componente. Veja alguns deles:

– Consumo excessivo de óleo lubrificante: se o pistão estiver com folga ou com os anéis (que são peças que vedam o cilindro) danificados, pode haver vazamento de óleo para a câmara de combustão, aumentando o consumo e gerando fumaça azulada pelo escapamento.

– Perda de compressão: se o pistão ou os anéis estiverem desgastados ou quebrados, há perda de compressão no cilindro, reduzindo a eficiência da combustão e, consequentemente, a potência do motor. Isso pode ser percebido por uma dificuldade na partida, falhas na aceleração e aumento do consumo de combustível.

– Ruídos metálicos: se o pistão estiver solto ou batendo na parede do cilindro, geralmente produz um ruído metálico característico, que aumenta conforme o giro do motor. Esse barulho indica um desgaste severo do pistão ou uma montagem incorreta.

– Superaquecimento: se o pistão estiver muito quente, pode dilatar e travar no cilindro, causando um superaquecimento do motor. Isso ocorre por falta de lubrificação adequada, uso de combustível de má qualidade ou problemas na refrigeração.

Se você notar algum desses sinais no seu carro, procure um mecânico de confiança para fazer uma avaliação do estado do pistão e dos demais componentes do motor. Dependendo do caso, é necessário fazer uma troca ou uma retífica do pistão, que consiste em restaurar as medidas originais da peça.

Melhorando o desempenho do motor: otimizando o pistão e sua operação

Para evitar problemas com o pistão e melhorar o desempenho do motor, existem algumas medidas simples que você pode adotar no seu dia a dia. Veja algumas dicas:

– Faça a manutenção preventiva do motor: siga as recomendações do fabricante e faça as revisões periódicas do motor, verificando o estado das velas, dos bicos injetores, dos filtros de ar e combustível, da bomba d’água, da correia dentada e dos demais componentes que influenciam na combustão.

– Use óleo lubrificante de qualidade: escolha um óleo lubrificante adequado para o seu tipo de motor e faça as trocas conforme o manual do proprietário. O óleo lubrificante é fundamental para reduzir o atrito entre o pistão e o cilindro, evitando o desgaste e o superaquecimento.

– Use combustível de boa procedência: abasteça o seu carro em postos confiáveis e com o combustível indicado pelo fabricante. Um combustível de má qualidade pode causar uma combustão incompleta, formando depósitos de carbono no pistão e nos anéis, prejudicando a vedação e a compressão do cilindro.

– Evite sobrecarregar o motor: não exija demais do seu motor, evitando acelerar ou frear bruscamente, subir ladeiras muito íngremes ou rebocar cargas pesadas. Essas situações aumentam a temperatura e a pressão no cilindro, acelerando o desgaste do pistão.

Tenha o suporte adequado quando for preciso!

Se mesmo seguindo essas dicas você tiver algum problema com o pistão do motor, não se desespere. Você pode contar com o suporte adequado da Minuto Seguros, a maior corretora de seguro auto do país e a maior do segmento online.

A Minuto Seguros oferece um seguro auto completo, que cobre os danos causados ao seu veículo por colisão, incêndio, roubo ou furto, além de danos a terceiros e assistência 24 horas

Com o seguro auto da Minuto Seguros, você tem a tranquilidade de ter o seu carro protegido em qualquer situação.

Clique aqui e conheça!

Agora que você já sabe tudo sobre pistão do motor e qual a sua importância para o carro, compartilhe este conteúdo com quem ainda tem dúvidas na hora de comprar um carro.

Continua com dúvidas sobre o tema? Então deixe seu comentário e teremos prazer em te ajudar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *