1. Home
  2. »
  3. Carro
  4. »
  5. Dicas

Álcool ou Gasolina: cálculo para carros flex! Qual vale mais a pena?

Um assunto que está presente no cotidiano dos brasileiros é o preço para abastecer o carro. Com tantos aumentos dos valores nos últimos anos, tudo o que pode ser feito para diminuir o impacto no bolso do consumidor é válido. Isso engloba práticas desde escolher um carro que tenha um consumo menor e adotar maneiras de economizar combustível até realizar cálculos para ver se vale mais a pena utilizar álcool ou gasolina quando o carro é flex e cuidados para não utilizar combustível adulterado. Para ajudá-lo nessa, explicamos ao longo do texto como verificar o mais vantajoso para o seu bolso. 

Já faz algum tempo em que combustíveis fósseis, como diesel e gasolina, não reinam absolutos no mundo automotivo. O GNV (gás natural) e o etanol, como é conhecido o álcool utilizado para abastecer automóveis, têm sido mais utilizados nos últimos tempos. O lançamento de carros elétricos e dos híbridos também mostra que a indústria automotiva está pensando em combustíveis melhores para o meio ambiente e mais baratos. Contudo, enquanto eles ainda não dominam o mercado, o consumidor precisa fazer cálculos para economizar. 

Importância de proteger seu veículo 

Além de se preocupar com o tipo de combustível utilizado e qual o valor gasto, outro fator importante para todo proprietário é a segurança do seu veículo. Afinal, ninguém quer que um investimento fruto de tanto esforço gere prejuízo por conta de imprevistos. A dica, portanto, é contratar um seguro auto

Com o seguro auto, você tem apoio financeiro para fazer consertos no veículo e recebe indenização em caso de perda total ou parcial. Além disso, fica protegido contra roubo ou furto e também recebe apoio da assistência 24 horas se houver necessidade, entre várias outras vantagens.

Garanta a sua tranquilidade e faça uma cotação com a Minuto Seguros. Trabalhamos com  mais de 10 seguradoras, que estão entre as melhores do Brasil. Dessa forma, garantimos uma proposta que esteja de acordo com as suas necessidades.

Para cotar, basta preencher o formulário clicando no botão abaixo. Se preferir, ligue grátis para 0800 773 3000 e fale diretamente com um consultor.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Álcool ou gasolina: as dúvidas sobre qual utilizar 

Quais as diferenças entre os combustíveis?

Para entender as diferenças entre álcool e gasolina, é necessário conhecer a origem de cada um desses combustíveis. Por isso, explicamos abaixo.  

O etanol, como é conhecido o tipo de álcool utilizado como combustível para os veículos, pode ser produzido a partir de diferentes matérias primas. Entre elas estão milho, beterraba e cana-de-açúcar, esta última é a utilizada para produzir o etanol brasileiro. Para se tornar uma fonte de energia para os motores, a cana é triturada, tem seu líquido, a garapa, reservado para ser aquecido e transformado em melaço. Após isso, ele é fermentado, passa pela destilação e se torna um combustível, composto por 96% etanol e 4% água. 

Já a gasolina é um combustível derivado do petróleo, que passa por processos de destilação em diferentes temperaturas. Seu o objetivo é dividir os compostos a partir de seus diferentes pontos de ebulição. Assim, a determinada temperatura obtêm-se substâncias como gás de cozinha, asfalto, diesel e a própria gasolina. Vale lembrar que a gasolina vendida nos postos não é totalmente pura. A substância presente nas bombas tem até 27% de etanol anidro, que é o etanol desidratado.   

Por que a eficiência de álcool e gasolina é diferente no motor?

Quando você chega a um posto para abastecer com álcool ou gasolina, nota que há uma diferença nos preços. Geralmente, o álcool é mais barato, e isso acontece pela diferença na queima entre eles no motor.

A gasolina é formada por vários hidrocarbonetos, composto orgânico que faz com que ela evapore em diferentes temperaturas. Já o etanol tem uma composição mais simples e é constituído por um único hidrocarboneto. Ou seja, ele evapora mais rápido que a derivado do petróleo. Por isso, um tanque cheio de álcool dura menos do que um repleto de gasolina. 

Como fazer o cálculo de qual fica mais barato?

Como dissemos acima, o etanol geralmente tem o preço por litro menor que o da gasolina. Mas, por conta da diferença de rendimento dos combustíveis, isso não quer dizer que completar o tanque com álcool seja, financeiramente, a melhor por opção. Para saber qual deles terá o melhor custo-benefício, é necessário fazer um cálculo que envolve alguns fatores.

Segundo um padrão estabelecido já há alguns anos, o litro do etanol rende, em média, 70% da mesma quantidade de gasolina. Portanto, para descobrir qual é o mais vantajoso, você deveria multiplicar o valor do litro da gasolina por 0,7. Se o resultado for inferior ao preço do litro do álcool, valeria a pena abastecer com gasolina. Já se for maior, então a opção mais barata seria o álcool. 

Para facilitar o entendimento, imagine que o litro do etanol esteja saindo a R$ 2,90 e o da gasolina a R$ 4,40. Dessa forma, multiplicando 4,40 por 0,7 o resultado é 3,08. Ou seja, bem superior aos R$ 2,90, portanto, abastecer com álcool neste caso seria a melhor opção.

Cálculo polêmico 

No entanto, essa conta para analisar se vale mais a pena colocar gasolina ou etanol no tanque é polêmica. Existem divergências quanto ao rendimento de 70% do álcool em relação à gasolina. Segundo testes realizados pelo Instituto Mauá de Tecnologia com 20 veículos de quatro categorias diferentes, esse número variou entre 70,7% e 75,4%%. Isso acontece porque os cálculos anteriores, utilizados pelo Programa Brasileiro de Etiquetagem, do Inmetro, levam em conta a gasolina com 22% de etanol de anidro em sua composição, enquanto, atualmente, a quantia presente é de 27%.

Ou seja, a gasolina é menos pura. Apesar do cálculo que leva em conta os 70% ainda ser o valor de referência para a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), o mais indicado é fazer fazer testes com ambos os combustíveis e verificar seus rendimentos por litro. Além disso, a forma como o motorista dirige também impacta no consumo de combustível.  

Álcool ou gasolina: qual tem mais impactos no meio ambiente?

Na hora de escolher álcool ou gasolina, é importante também levar em conta os impactos que cada combustível tem no meio ambiente. Ainda que a gasolina seja muito utilizada, o etanol é, sem dúvidas, menos nocivo para a natureza. 

Como a gasolina é derivada do petróleo, sua combustão libera dióxido de carbono (CO2). Esse gás é um dos vilões que contribuem para o aquecimento global e efeito estufa. Além disso, a combustão incompleta libera o monóxido de carbono (CO), poluente que se acumula na atmosfera. Portanto, a gasolina é um combustível que prejudica sensivelmente o meio ambiente. 

Já o etanol, por ser obtido a partir da cana, emite muito menos gases poluentes na atmosfera. Em segundo lugar, ele não agride a camada de ozônio da mesma forma que combustíveis derivados do petróleo. Além disso, outra vantagem do álcool é que o bagaço da cana utilizada em sua produção também pode ser utilizada como fonte de energia elétrica. Para se ter uma ideia, existem centenas de indústrias brasileiras autossuficientes em energia por conta disso. 

3.8 / 15 votos

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *