Home » Carro » Dicas

Veja o que fazer quando ficar parado na estrada

Sair e viajar de carro é um dos grandes prazeres de quem gosta de pegar estrada. No Brasil mesmo, há incríveis rotas de carro para serem aproveitadas, como as estradas das Serras Gaúchas, que oferecem vistas incríveis e possibilidades de paradas bem legais. Para quem está fazendo turismo pela região, as estradas do Sul são ótimas. Mas, é claro que nem só de boas estradas vive o Brasil, há também as piores rodovias do país, que necessitam de atenção do motorista que, muito por conta dessas condições, corre o risco de ficar parado na estrada.

parado na estrada

Antes de viajar rumo às estradas brasileiras é necessário tomar alguns cuidados para não ficar parado na estrada. Para isso, é fundamental preparar o veículo, fazer as devidas revisões, planejar o roteiro, considerando paradas para que todos possam sair do carro e ir ao banheiro e, o mais importante, se preparar para lidar com eventuais imprevistos. Outro passo importante, antes de viajar, é conferir a calibragem dos pneus. Pneus muito baixos tendem a furarem muito mais facilmente do que os calibrados corretamente. Pare num posto para fazer essa checagem.

Faça seguro auto e evite ficar parado na estrada

Mas, com todos esses cuidados, ter um seguro auto é a maior segurança que qualquer motorista pode ter. Com ele, você está protegido em diversas situações, como: batidas, roubo e furto, seja casos de perda parcial ou perda total. Se você ficar parado na estrada, por exemplo, o seguro ainda pode auxiliar com a assistência 24 horas e lhe oferecer guincho para te tirar dessa situação.

Preencha o formulário, clique no botão abaixo ou, se preferir, ligue gratuitamente para o número 0800 773 3000 e fale com um de nossos consultores. A Minuto Seguros é uma das maiores corretoras de seguro do país, e trabalha com 13 seguradoras, que estão entre as melhores do país.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Conhecer as principais causas e saber o que fazer após o ocorrido é muito importante para contornar essa situação o quanto antes.

As principais causas de ficar parado na estrada 

Entre os motivos mais comuns de os motoristas ficarem parados na estrada, dois dele podem ser facilmente evitados: pneu furado e pane seca. A falha mecânica, em tese, também pode ser resolvida com uma boa revisão antes de pegar estrada. Veja mais sobre os motivos mais comuns do carro ficar parado na estrada.

Falha mecânica

parado na estrada falha

Com mais de 60% dos casos, a falha mecânica é um problema comum para os carros que estão na estrada. Devido à falta de revisão, os carros podem apresentar diversos problemas, como uma pane elétrica e ficarem impossibilitados de seguirem viagem. Além disso, outra causa bem comum dos problemas mecânicos é quando o motor ferve e, por conta disso, é preciso encostar o carro.

Pneu furado

parado na estrada pneu furado

Antes de pegar estrada, cheque a calibragem correta dos pneus do seu carro, e isso serve para carro cheio, meio cheio ou vazio. Tudo isso é muito importante para que você não sofra com pneu furado na estrada e precise parar.

Caso isso ocorra, saber o passo a passo de como trocar pneu é muito importante. Se você tiver seguro auto, com as devidas coberturas, você pode acioná-lo e solicitar que alguém lhe auxilie na troca de pneu.

Pane seca

Pane seca é o problema menos comum, apenas 6% dos casos de pessoas que ficam paradas na estrada é por conta disso. E isso deve-se, exclusivamente, a falta de planejamento do viajante. Programe-se para não faltar combustível e entenda que deixar o carro na reserva, ou próximo disso, é muito prejudicial para o próprio motor, além de abrir a possibilidade de ter que parar na estrada.

Para garantir que isso não acontecerá, é importante andar com um pequeno galão de gasolina no porta-malas. Essa é a maior garantia de que você não sofrerá com a pane seca.

Nas coberturas de seguro de carro, também há o auxílio caso você sofra com isso. O seguro de automóvel é uma proteção que lhe ajuda em diversas situações.

Planeje paradas durante a viagem de carro 

Para evitar que você tenha problemas e tenha que ficar parado na estrada, sempre que possível, faça paradas em postos. Água no radiador, se o motor está muito quente, checar os pneus etc, tudo isso é importante ser verificado. Essas paradas estratégicas ajudam a identificar um possível problema que poderia ser notado somente quando você estivesse bem longe. Portanto, programe-se para sempre fazer paradas.

Isso também é importante para o motorista e os ocupantes esticarem um pouco as pernas, se alimentarem, irem ao banheiro. Tudo isso, por incrível que pareça, ajuda na questão de não ficar parado na estrada. Ou de minimizar essa possibilidade.

Evite ficar parado no acostamento por muito tempo

Caso você tenha tido um problema e precise ficar parado, algumas anotações precisam ser feitas. Se o carro conseguir andar por mais alguns quilômetros, caia para a direita e tenta encostar somente num posto de abastecimento ou em algum local de atendimento a viajantes. Lembre-se de deixar o pisca-alerta ligado, sinalizando que você está com algum problema.

Mas, se não der para prosseguir por mais alguns metros, tente guiar até colocar o carro no acostamento. O primeiro passo a se fazer quando chegar no acostamento é a sinalização. Ligue o pisca-alerta para, posteriormente, colocar o triangulo fazendo a sinalização.

Tome muito cuidado ao sair do carro. Prefira sempre fazer isso do lado mais “seguro”, seja na parte da grama ou de guard-rails, por exemplo. Evite abrir a porta para o lado da estrada com o risco de provocar um acidente.

Muitas pessoas acham o acostamento um lugar seguro, no entanto, não é bem assim. Assim que sair do carro, coloque o triangulo a cerca de 30 metros do veículo. Alguns especialistas sugerem que os triângulos sejam colocados 1 metro para cada 1 km/h de velocidade máxima da estrada. Essa é uma distância que garante a segurança do carro e dos ocupantes que, provavelmente, estarão fora do veículo.

O que fazer após a sinalização no acostamento?

Busque ajuda! Para quem tem seguro de carro, ligue para a corretora ou diretamente para a seguradora e informe o ocorrido. Mas, para quem não tem, há outras alternativas.

Em algumas vias, mais modernas, há postes telefônicos para acionar os serviços de emergência das próprias estradas. Também é possível acionar a Polícia Rodoviária. Por isso, mantenha todos esses números anotados na agenda do seu celular. Isso vai ajudar demais nesses momentos de necessidade de socorro.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *