Home » Carro » Dicas

Dicas para dirigir na chuva

Guiar um automóvel é uma atividade que exige muita responsabilidade e diversos cuidados. Com uma máquina dessas em mãos, é necessário ter muita atenção para não trazer riscos a si próprio e às outras pessoas que estão no trânsito. Pois um dos momentos que mais requer zelo do motorista é dirigir na chuva. Por isso, listamos uma série de dicas para enfrentar essa condição desfavorável da melhor maneira possível.

dirigir na chuva

Dirigir na chuva com a atenção redobrada é a melhor maneira de garantir a segurança nessas condições. Porém, para ficar seguro em todos os momentos, é necessário contratar um seguro auto.

Este serviço é o único que lhe protege se passar por imprevistos como roubo, furto ou colisão com outro veículo, por exemplo. Além da proteção financeira, com a indenização em casos como estes, o seguro proporciona apoio nos momentos em que você mais precisa. Já imaginou se o seu carro quebra no meio da chuva? Basta acionar a assistência 24 horas para receber auxílio.

Garanta sua tranquilidade e faça uma cotação com a Minuto Seguros, a maior corretora de seguro auto do Brasil. Trabalhamos com mais de 10 seguradoras, que estão entre as principais do país. Dessa forma, garantimos uma proposta que seja adequada ao seu perfil.

Para cotar, basta preencher o formulário clicando no botão abaixo. Se preferir, ligue para o 0800 773 3000 e fale com um de nossos consultores.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Dicas para dirigir na chuva

Mantenha peças importantes em bom estado

Para dirigir na chuva, é necessário contar com o bom funcionamento de uma série de componentes do veículo.

Um dos principais exemplos é o limpador de para-brisa. Ao longo do tempo, sua borracha se desgasta e, com isso, a sua eficiência já não é a mesma, o que prejudica a visibilidade do motorista. Portanto, faça a troca da borracha da palheta uma vez por ano, ou quando perceber que ela já não está mais exercendo sua função como deveria.

Vale lembrar que o uso do limpador de para-brisa durante as chuvas é obrigatório, segundo consta no artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Caso ele não seja acionado, pode resultar em infração grave para o proprietário.

dirigir na chuva estrada

Além das palhetas do para-brisa, outro item com o qual é necessário ficar muito atento são os pneus. Já não é seguro rodar com essa peça desgastada quando a via está seca. Se há chuva, então, os riscos de deslizar e o motorista perder o controle do carro são muito maiores, especialmente na hora de realizar curvas ou frear o veículo.

Para não ter problemas, faça a troca dos pneus antes do término do prazo de validade, ou se eles apresentarem sinais de desgaste. De acordo com o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), os sulcos dos pneus devem ter profundidade mínima de 1,6 milímetro.  

Utilize faróis e desembace o vidro

dirigir na chuva embaçado

Quando as condições do tempo não estão favoráveis, as luzes do carro devem ser acionadas mesmo durante o dia. Ao dirigir com chuva, portanto, é importante deixar, no mínimo, as luzes de posição ligadas. Se a chuva for forte, essa medida torna-se obrigatória, segundo o artigo 250 do CTB. Caso ela não seja seguida, o motorista pode ser penalizado com uma infração média.

Caso a chuva seja durante a noite, o melhor a se fazer é utilizar o farol baixo, pois o importante é conseguir enxergar imediatamente à frente. Vale também manter acesos os faróis de neblina, pois isso facilita com que motoristas de outros veículos o enxerguem com mais facilidade.

Outra atitude importante ao dirigir sob chuva é desembaçar os vidros do carro. Para isso, basta acionar o sistema de ventilação e direcioná-lo ao vidro. Se o veículo tiver ar-condicionado, a ação torna-se mais rápida. Caso o automóvel possua desembaçador traseiro, deixe-o ligado também.   

Diminua a velocidade e tome cuidado ao frear

Quando as condições climáticas não estão favoráveis, é essencial diminuir a velocidade do veículo. Portanto, dirigir na chuva requer cuidados especiais com relação à aceleração do carro, pois o controle sobre o carro é menor do que em pista seca.

Além disso, a hora de frear também é crítica e precisa de muita atenção, especialmente nas curvas. Lembre-se que o ideal é manter uma distância segura dos veículos à frente e andar a uma baixa velocidade. Dessa forma, você tem tempo para antecipar o momento de acionar o freio e começar a fazê-lo de forma gradativa, que não traga riscos à sua segurança e de outras pessoas no trânsito.   

Tome cuidado ao fazer ultrapassagens e realizar curvas

A realização de ultrapassagens, seja em vias urbanas ou em estradas, já é uma ação que requer o máximo de cuidado. Se estiver chovendo, então, a atenção precisa ser redobrada. Portanto, avalie se realmente é necessário passar pelo veículo que está à sua frente, especialmente se for em uma pista simples, que exija que você pegue a contramão por alguns momentos.

Fique atento também na hora de realizar as curvas, pois derrapar nesses momentos, com a pista molhada, torna-se mais fácil.  A dica é reduzir a velocidade antes de iniciar a curva, entrar na curva devagar, reduzir a marcha e, neste momento, acelerar gradativamente para aumentar a tração dos pneus.

Mantenha a rotação do motor alta

Manter o veículo estável é de suma importância ao dirigir na chuva. Para fazer isso, portanto, é recomendável rodar com mais rotações por minuto (RPM). O ideal é trafegar em baixa velocidade com a marcha reduzida em relação ao que você faria se a pista estivesse seca.  

Saiba enfrentar a aquaplanagem

Um dos grandes vilões dos motoristas para dirigir na chuva é a aquaplanagem. Esse fenômeno acontece quando os pneus perdem o contato com o solo por conta da lâmina de água. Dessa forma, quem está guiando fica sem o controle do carro, o que é extremamente perigoso e pode causar acidentes.

Caso você enfrente uma situação assim, em primeiro lugar, mantenha a calma. Lembre-se de parar de acelerar e segurar as mãos firmes no volante, para não desviar o curso. Se tiver freios ABS, pise de forma suave, sem ser brusco de maneira alguma. Feito isso, aguarde o veículo voltar a ter contato com a pista. Assim que sentir que ele está no solo novamente, faça o teste girando a direção levemente para os dois lados, para certificar-se que retomou o controle do automóvel.

Cuidado ao dirigir na chuva em vias alagadas

Quando ocorrem fortes chuvas, as chances de se deparar com enchentes é grande. Portanto, é necessário saber como proceder ao enfrentar alagamentos.

Neste caso, a primeiro ponto de atenção é observar se o nível de água passou da metade das rodas. Se isso aconteceu, não tente atravessar a via alagada de forma alguma, pois as chances do carro não ter força suficiente para enfrentar essa quantidade de água é grande.

Se viu que o nível de água não ultrapassa metade das rodas e resolveu seguir em frente, não mude de marcha em hipótese alguma. O ideal é que esteja engatado em primeira ou segunda, para manter a força do carro ao atravessar o alagamento.

Já se o carro morrer, não ligue-o novamente. Se tentar dar partida no veículo, você pode facilitar com que a água entre no motor, o que certamente vai causar grandes dores de cabeça.   

Lembrou de outras dicas para dirigir na chuva? Deixe nos comentários abaixo!

4.67 / 3 votos

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *