1. Home
  2. »
  3. Carro
  4. »
  5. Dicas

Confira peças do carro que se desgastam naturalmente

Todos os automóveis necessitam de manutenção em algum determinado período. Principalmente, quando se tratam das peças do carro que possuem um desgaste natural ao longo do tempo. Independentemente da montadora, categoria ou preço do veículo em questão, a mecânica sempre irá precisar de reposição, avaliação e conserto de determinados itens.

peças do carro

A manutenção preventiva é a melhor maneira de manter o veículo sempre em um bom estado de funcionamento. Além disso, o fato do proprietário adiantar-se à resolução dos possíveis danos que surgirão na mecânica, ainda garante uma menor ocorrência de problemas graves no carro com o passar do tempo.

Mas, para que a manutenção preventiva seja realizada com melhor aproveitamento, o condutor precisa saber quais são as peças do carro que possuem um desgaste natural conforme uso. Essas informações podem ser de conhecimento do proprietário na leitura do manual do veículo ou, seguindo as dicas a seguir. Dessa forma, a segurança e o melhor funcionamento do automóvel são garantidos.

Seguro auto

Então, por falar em segurança, é importante destacar o seguro auto nesse quesito. Afinal, este é o único serviço que oferece proteção contra riscos impossíveis de prever, como: roubo e furto ou colisão com terceiros.

Faça uma cotação com nós da Minuto Seguros, somos a maior corretora online de seguro auto do país. Trabalhamos com mais de 10 seguradoras do mercado para oferecer o plano ideal para o seu perfil. Basta preencher o formulário de cotação clicando no botão abaixo ou, se preferir, ligue grátis para 0800 773 3000 e fale diretamente com um consultor.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Confira a lista de peças do carro com desgaste natural que separamos para você saber trocá-las antecipadamente, evitando danos à mecânica.

Peças do carro com desgaste natural

Freios fazem parte das peças do carro que se desgastam naturalmente

Peças do carro - freios

O primeiro item da nossa lista tem envolvimento direto com a segurança dos ocupantes do carro. Os freios são os únicos meios para conseguir a imobilização total do veículo juntamente com o freio de mão. Dentro desse sistema, podemos falar sobre as pastilhas do freio, peças que vão se desgastando conforme é feito a frenagem das rodas. No geral, a recomendação é que faça a troca das pastilhas entre 20 e 30 mil quilômetros rodados. Essa informação também é fornecida no manual.

Para prolongar a vida útil desta peça, existe uma tática já conhecida por muitos motoristas. Quando notar que precisará frear em um semáforo, por exemplo, o ideal é reduzir as marchas até o momento correto para pisar no freio. Outro ponto:  nunca deve-se dirigir o automóvel desengatado. Isso, é uma prática comum e muito perigosa que pode resultar em problemas sérios para o condutor.

Os principais indícios de que é necessário fazer a manutenção são os barulhos no freio e trepidação ao encostar no pedal. Em média, entre peças e mão-de-obra do mecânico, a troca do jogo de pastilhas, discos ou fluído do freio custam R$250 em um carro popular.

Embreagem

peças do carro - Embreagem

A embreagem do carro é a peça responsável para que seja possível realizar a troca de marchas no câmbio. Com esse item danificado, pode ser mais complicado ou até impossível conduzir o automóvel. Em muitos veículos, a troca da embreagem deve ser feita perto dos 100 mil quilômetros rodados. Porém, dependendo do uso desse item, esse tempo pode ser maior ou menor.

Para não ter desgaste excessivo da peça, é necessário seguir algumas dicas para ajudar. A principal é não ficar com o pé apoiado no pedal quando o carro estiver em movimento. Esse hábito é muito comum entre os motoristas, pois, a maioria pensa que pelo fato do pé não estar colocando força, não há o acionamento da embreagem. Além disso, também é comum ficar segurando o pedal enquanto está parado no semáforo ou congestionamentos.

Ao notar trepidações, dificuldade para trocar a marcha de carro, pedal duro e ruídos, é recomendado fazer a troca da peça em uma oficina. Em média, para um veículo popular é cobrado R$1.200 para realizar a substituição do sistema de embreagem completo. Entra na conta peças como o platô, rolamento e disco.

Pneus

peças do carro - Pneus

Mais um item que está ligado diretamente com a segurança dos ocupantes do automóvel. Os pneus em condições irregulares podem oferecer uma péssima aderência. Dessa forma, existe uma maior facilidade para o veículo destracionar e sofrer um acidente. Os pneus carecas também acabam reduzindo a frenagem, fazendo que seja necessário um espaço maior até a imobilização total.

Para aumentar a durabilidade dos pneus, é necessário tomar alguns cuidados periodicamente. Portanto, fazer o rodízio dos pneus a cada 10 mil quilômetros rodados é uma boa dica para que eles tenham o desgaste uniforme entre eles. Fazer a calibragem de pneus mensalmente e deixar o alinhamento e balanceamento em dia são pontos positivos para evitar um desgaste antecipado.

Os principais sinais de que chegou a hora de trocar os pneus, são: derrapagens, problemas de aderência em curvas ou subidas. A troca de um jogo de pneus de veículos populares custa, em média, R$520.

Correia dentada

correria dentada

Por fim, encerrando nossa lista, a correia dentada é uma peça muito útil e essencial para que o veículo funcione. Ela tem o objetivo de sincronizar o giro do virabrequim. A peça realiza esse serviço junto com o comando de válvulas. Dessa forma, mantém o automóvel em toadas perfeitas e evita que as válvulas se choquem com o pistão. A correia dentada deve receber inspeção a cada 10 mil quilômetros rodados e precisa ser trocada a cada 50 mil.

A principal dica para prolongar a vida útil desta peça é não passar parafinas e desengripantes. Com isso, as revisões periódicas na peça irão garantir que ela não estoure e acabe prejudicando o veículo.

Para substituir essa peça por uma nova quando ultrapassada do prazo, são gastos, em média, R$280 por um conjunto completo.

Essas são as peças do carro com desgaste natural que separamos. Caso haja dúvidas sobre assunto, deixe nos comentários abaixo.

4.37 / 27 votos

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *