1. Home
  2. »
  3. Carro
  4. »
  5. Seguro

Seguro de automóveis serve para viagens fora do país?

Muitos viajantes gostam de desbravar territórios com o seu próprio veículo. Afinal, o espírito aventureiro de apaixonados por carros se conecta com o entusiasmo de conhecer novos lugares. No entanto, ao pensar em um roteiro desse tipo, é preciso levar em conta uma série de fatores. Fazer a revisão e verificar os documentos necessários para dirigir no destino são alguns deles. Além disso, é imprescindível se preocupar também na proteção do seu veículo. Por isso, é comum surgir a dúvida sobre como funciona o seguro de automóveis para viagens fora do país.

seguro de automóveis

Antes de falar especificamente sobre essa questão, é importante salientar a importância do seguro auto no dia a dia. Afinal, trata-se do único serviço que protege de fato o seu veículo de possíveis imprevistos no dia a dia. Caso sofra com roubo ou furto, por exemplo, você recebe a indenização por parte da seguradora. Da mesma forma, tem cobertura se tiver perda total ou parcial do automóvel decorrente de uma colisão, além de diversos outros benefícios. 

Faça a sua cotação com a Minuto Seguros e receba planos de acordo com a sua necessidade, seu perfil e utilização do carro. Cotamos com mais de 10 seguradoras, que estão entre as principais do mercado. Dessa forma, garantimos uma proposta ideal que esteja de acordo com o seu perfil.

Para cotar, basta preencher o formulário clicando no botão abaixo. Se preferir, ligue grátis para 0800 773 3000 e fale diretamente com um consultor.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Seguro de automóveis em viagens no exterior

Como funciona para países do Mercosul?

Mesmo que você possua um seguro de automóveis que tenha cobertura internacional, os países do Mercosul exigem uma outra contratação. Trata-se do Seguro Carta Verde, necessário para todos os territórios pertencentes ao bloco comercial sul-americano. Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela são as nações que o compõem, juntamente ao Brasil. Dependendo do que está descrito na apólice, pode ser que haja cobertura, também, no Chile.   

Esse seguro cobre a responsabilidade civil do condutor e/ou proprietário de veículos automotores terrestres. Mas, só é válido para veículos de passeio (sejam eles particulares ou de aluguel) que não são matriculados nos países de viagem internacional por danos causados a objetos ou pessoas não transportados pelo carro.

As coberturas se resumem em: danos materiais causados a terceiros; danos corporais (morte, invalidez permanente e despesas hospitalares) causados a terceiros; honorários de advogado para o segurado e qualquer custo judicial

Ele funciona de forma semelhante ao DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres). Aliás, que também é obrigatório para os carros que rodam no Brasil.

E para países fora do Mercosul?

O Seguro Carta Verde é uma modalidade pedida para os países do Mercosul, mas e os outros países do continente? Existe alguma obrigatoriedade? A resposta varia de acordo com a nação. Equador, Colômbia e Peru, por exemplo, exigem que o motorista contrate o Seguro Obrigatório contra Acidentes de Trânsito (SOAT).  

A cobertura do SOAT abrange desde problemas que aconteçam com o próprio segurado como de terceiros. Esse tipo de seguro de automóveis faz o pagamento de despesas médicas, eventuais indenizações e ambulância. Isso porque ele atua em casos de danos corporais e também morte de passageiros, pedestres e do motorista. Ou seja, de todos os envolvidos em um eventual acidente que aconteça dentro de territórios dos três países citados acima. No entanto, vale lembrar que danos materiais não são cobertos nesta categoria. 

Há ainda outra modalidade de seguro de automóveis exigida em um país sul-americano. Trata-se do Seguro Obrigatório para Veículos de Matrícula Estrangeira (SOAPEX). A sua contratação é exigida para todos os visitantes que pretendem dirigir veículos no Chile com placas de outros países. Sua cobertura engloba morte e invalidez permanente, seja total ou parcial, por meio de indenização. Além disso, também arca com as despesas médicas dos envolvidos em um possível acidente de trânsito. 

Outro país que está próximo e costuma ser destino de viagem de muitos brasileiros, a Bolívia não possui qualquer exigência envolvendo a contratação de um seguro específico. E caso você pense em utilizar o seu automóvel em outros territórios além dos citados no texto, vale a pena consultar o que diz a legislação com relação a coberturas obrigatórias. 

O seguro contratado no Brasil vale para fora do país?

Ao sair do país, muito provavelmente o seu veículo não possuirá mais cobertura do seguro auto. Ao negociar este serviço com um corretor, o proprietário recebe diferentes opções de planos personalizados de acordo com suas necessidades. Dessa forma, uma cobertura que valha em outro país é uma das possibilidades. No entanto, não é comum incluir na cotação uma cobertura tão específica para ter esta proteção. Ou seja, a menos que o proprietário tenha solicitado que a seguradora proteja o carro para rodar em outros territórios, a companhia não o indenizará caso ocorra um sinistro com o automóvel fora do Brasil. 

Como contratar o seguro de automóveis internacional?

Mesmo que você vá para países que exigem a contratação de seguros como o Carta Verde e o SOAT, por exemplo, o ideal é adquirir também a proteção internacional do seu seguro aqui no Brasil. Isso porque as coberturas obrigatórias são específicas e, de maneira geral, não englobam danos materiais. Portanto, se o seu veículo for roubado ou danificado em decorrência de alguma colisão, você sairá no prejuízo.

Para contratar o seguro de automóveis com validade no exterior é preciso entrar em contato com o seu corretor para incluir a cobertura chamada Extensão de Perímetro. Caso você ainda não possua uma apólice emitida contratada, pode pedir para incluir essa modalidade no momento da solicitação. 

As coberturas inclusas na Extensão de Perímetro são, geralmente, as mesmas do seguro tradicional. Ou seja, em caso de roubo, furto, incêndio, danos decorrentes de colisão são alguns dos sinistros dos quais você estará protegido. Há ainda a possibilidade de contar com proteção de vidros, danos a terceiros, entre outros. 

Ficou com alguma dúvida sobre como funciona o seguro de automóveis em viagens para o exterior? Mande pra gente por meio dos comentários abaixo! 

5 / 1 voto

Comentários

  1. Olá.
    Parabéns pela matéria, foi bastante esclarecedora.
    Vou fazer uma viagem de carro em fevereiro do ano que vem (2020) deve durar 3 meses, faremos o trajeto Joinvill/SC, passando pelo Uruguai, Argentina, Chile, Bolivia e Peru.
    Pela matéria vou precisar do seguro carta verde, o SOAT e o SOAPEX, além de um seguro Auto fora do perímetro nacional, certo?
    Vocês trabalham com todos esses seguros? É possivel fazermos uma cotação?

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *