Home » Carro » Seguro

Como dar entrada no seguro DPVAT: conheça o passo a passo

Todo início de ano, os donos de carros precisam destinar parte de seu orçamento para despesas veiculares já conhecidas e tradicionais, como o IPVA, o licenciamento e o seguro DPVAT. Por isso, é importante saber como dar entrada no seguro DPVAT.  

como dar entrada no seguro dpvat
Dentre essas taxas, esta é uma que é pouquíssima explorada pelos brasileiros, simplesmente, pelo fato de não saberem como dar entrada no seguro DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres).

O que é o seguro DPVAT?

Mesmo que você não tenha nenhum seguro de carro com seguradoras, o seguro DPVAT foi criado para indenizar as vítimas de acidentes de trânsito, sejam elas os motoristas, passageiros ou pedestres.

Neste pagamento obrigatório feito no começo do ano, o seguro cobre morte e invalidez permanente. Além disso, as vítimas recebem reembolso de despesas médicas e hospitalares.

No entanto, quem não paga o seguro DPVAT anualmente não consegue fazer o licenciamento do carro e, por consequência, fica com o veículo irregular. É para evitar essas pequenas frustrações que entender como dar entrada no seguro DPVAT é essencial.  

Ou seja, se você não pagar o DPVAT e dirigir nas rodovias, correrá o risco de ter seu automóvel recolhido. E então, será preciso arcar com o valor da multa, além de não poder sair com seu carro até que toda a situação seja regularizada.

Em caso de morte, os beneficiários poderão solicitar a indenização para as coberturas do seguro DPVAT. Já em caso de invalidez permanente, será definido após o tratamento, o caráter da situação por conta do acidente no trânsito. Nesse caso, a vítima poderá receber indenização do seguro DPVAT, de acordo com cálculos previstos em lei.

Por fim, existe uma cobertura para despesas médicas, pois se o acidentado necessitar de tratamento ou efetuar gastos por conta do acidente de trânsito, ele pode pedir indenização de reembolso.

No entanto, muitas pessoas ainda não sabem ao certo como dar entrada no seguro DPVAT e receber esses valores que são um direito.

Também é importante dizer que, além do seguro DPVAT, quem tem carro precisa contratar um seguro auto.

Essa é uma forma de garantir que você esteja protegido contra outras eventualidades que podem acontecer no trânsito ou até fora dele, como batidas, roubos, furtos, necessidade de assistência 24 horas e muito mais.

Cote agora mesmo na Minuto Seguros, a maior corretora de seguro auto do país. Basta preencher o formulário ou, se preferir, ligar grátis para 0800 773 3000 e falar com um de nossos 350 consultores.

Serão feitas cotações em mais de 10 seguradoras para identificar um plano de acordo com as suas necessidades. Clique no botão abaixo e receba um atendimento personalizado para fazer sua cotação!

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Mas, afinal, como dar entrada no seguro DPVAT? Quem são os beneficiários? Todos podem dar entrada? Em quanto tempo o dinheiro é recebido? Conheça abaixo todas as informações sobre como dar entrada no seguro DPVAT e mais.

Quem são os beneficiados com o seguro DPVAT?

como dar entrada no seguro dpvat
Independentemente se a pessoa for responsável pelo acidente ou for vítima, ela será beneficiada com o seguro DPVAT

É importante mencionar que todas as pessoas envolvidas no acidente são indenizadas, ou seja, tanto as vítimas quanto os responsáveis por causá-lo.  

Pedestres e ciclistas que estiverem envolvidos no acidente, mesmo que não possuam carro e não paguem o seguro DPVAT, também podem ser beneficiados.

O DPVAT foi criado com o intuito de auxiliar os cidadãos brasileiros que possam ter gastos altos em hospitais, além de famílias que perderam um ente querido e não têm como arcar com os custos de um funeral.

Como dar entrada no seguro DPVAT?

A entrada pode ser feita em agências dos Correios e em seguradoras consorciadas em todo o país. O processo não é demorado caso a vítima ou o beneficiário tiver posse de todos os documentos.

Os documentos necessários para ver como dar entrada no seguro DPVAT podem ser encontrados nos links abaixo:

Após reunir todos os documentos necessários as vítimas de acidentes de trânsito devem procurar ou Correios ou seguradoras consorciadas e dar entrada no processo.

O prazo máximo para dar entrada no seguro DPVAT é de três anos após o ocorrido. Também é indicado que a própria vítima ou o seu beneficiário, em caso de morte, faça o procedimento para evitar transtornos ou pessoas de má fé.

Quanto recebo pelo seguro DPVAT?

Outra dúvida comum em quem quer saber como dar entrada no seguro DPVAT é a quantia a ser recebida. O valor da indenização no caso de morte é de R$ 13.500 e de até R$ 13.500 para os casos de invalidez permanente.

Em caso de necessidade de despesas médicas, os valores podem chegar até R$ 2.700 em reembolso das despesas que possam ser comprovadas.

A vítima ou o beneficiário recebem o pagamento ou em sua conta corrente ou na conta poupança, com o prazo máximo de 30 dias após a entrada com a documentação exigida. É muito importante informar que o recebimento do seguro não necessita de intermediação.

Quem contrata um seguro auto, por exemplo, tem cobertura mínima de R$50 mil, tanto para despesas pessoais — como nesse caso do seguro DPVAT — quanto R$50 mil para despesas de danos materiais, além de outros benefícios. São adicionais relevantes e que podem complementar uma possível indenização.

Quem é responsável por pagar o seguro DPVAT?

Os recursos que são pagos para as pessoas que necessitam de uma indenização e são reunidos por meio do pagamento anual do seguro DPVAT, realizado pelos proprietários dos veículos.

Por que ter um seguro DPVAT e um seguro auto?


Mas, se eu já pago um seguro obrigatório por que contratar outro seguro de carro? É uma pergunta normal e muitas pessoas se questionam sobre a diferença do seguro DPVAT para o seguro auto “convencional”, comercializado por seguradoras.

A explicação nesse caso é bem simples: o DPVAT apoia apenas danos pessoais, com valores de indenização baixos, principalmente, se comparados aos valores que o seguro de carro oferece.

Além disso, o seguro auto é muito mais abrangente e conta com inúmeras possibilidades, até com assistência para residência (em alguns casos).

O seguro DPVAT, por exemplo, não cobre danos materiais, não oferece proteção contra roubo ou furto, além de outras situações em que o veículo seja prejudicado.

Você sabia todas essas informações sobre como dar entrada no seguro DPVAT? Ainda tem alguma dúvida sobre quem pode ser beneficiado e quais são esses benefícios? Conta pra gente nos comentários!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *