1. Home
  2. »
  3. Carro
  4. »
  5. Dicas

Como Proteger o Carro do Sol, da Chuva e do Granizo

Estacionar o carro em vagas cobertas parece uma tarefa cada vez mais complicada atualmente. A grande quantidade de veículos existentes no Brasil dificulta que todos os lugares disponham de vagas protegidas, seja no trabalho, em casa, faculdade e até mesmo na rua. 

como proteger o carro do sol

Atentar-se a este ponto é muito importante para manter, principalmente, a pintura do carro em ótimas condições. Para isso, é essencial que todos os motoristas entendam como proteger o carro do sol, da chuva e até do granizo.

Neste texto, mostraremos como fazer para amenizar os fatores mais agravantes de deixar o carro exposto aos eventos climáticos. Existe uma forma de proteger o carro do sol? E proteger o veículo de chuvas ácidas, granizo e afins? O que fazer se a garagem é descoberta e o carro fica o dia todo desprotegido? Confira!

Quais são os principais danos causados por deixar o carro no sol?

Parte mecânica

Criar alguns hábitos de proteção é essencial para garantir o seu carro em ótimas condições, pois não é somente a pintura que sofre com o excesso de exposição aos raios UV – a parte mecânica, como o motor, também é altamente prejudicada por isso. Para os que acreditam que uma capa é o suficiente, indicamos rever alguns conceitos, pois, além de tudo, elas podem trazer outros danos se não forem escolhidas de forma correta.

Plásticos internos

Para começar, deixar o carro no sol impacta diretamente nos plásticos internos do veículo, como no painel e nas portas. Quando há exposição a uma temperatura de, aproximadamente, 35°C, a constância do clima pode fazer com que os plásticos atinjam até 65°C. Com isso, eles irão ressecar rapidamente e podem até ficar embranquecidos, afetando a estética do carro e perdendo valor em uma possível revenda.

Pintura

Outro fator significativo quando falamos em exposição do carro ao sol é a pintura. Especialistas apontam que carros de cores escuras, como preto, vermelho, azuis e verdes, são os que mais sofrem com a ação do tempo. Isso tem um motivo científico: eles absorvem maior quantidade de energia e as pinturas ficam comprometidas. 

O principal desgaste que será percebido com o tempo é a falta de brilho na pintura. Para casos mais extremos, a pintura pode criar pequenas rachaduras e ficar quebradiça. Isso irá gerar um custo extra para ser reparado, por exemplo, para que não haja ainda mais desvalorização.

Bancos

Outra parte do veículo que é prejudicada são os bancos. Quem tem os assentos do carro de tecido poderá perceber com o tempo que eles ficarão desbotados, ainda mais se forem escuros. Para bancos de couro, os estragos podem ser ainda maiores, já que a tendência é de o couro ressecar e necessitar de troca com o tempo.

Itens de acabamento

Além das partes que foram citadas, itens de acabamento do carro, como para-choques, para-lamas, retrovisores de plástico, sem contar as borrachas de vedação, também serão danificadas com o passar do tempo e o excesso de exposição ao Sol.

Como proteger o carro do sol?

Para você que não tem outra alternativa e precisa deixar o veículo exposto, existem algumas formas de como proteger o carro do sol. Primeiramente, fazer a instalação de películas nos vidros, dentro dos limites previstos em lei, ajuda no controle da temperatura interna do carro e protege tanto os bancos quanto os plásticos. 

Com a inovação e a variedade de produtos de insulfilm, existem modelos que possibilitam uma filtragem de até 99,9% dos raios UV, impactando diretamente na temperatura interna. Esses mesmos modelos podem barrar até 97% dos raios infravermelhos, interceptando, assim, cerca de 60% do calor que entra pelas janelas.

Além disso, há outras formas de garantir maior durabilidade para a pintura do carro por danos causados por chuvas e sol. Veja a seguir algumas sugestões.

Como proteger a pintura do carro do sol? 

Nunca lave o carro e deixe-o secando no sol 

Esse é um erro que muitas pessoas cometem. Se você costuma lavar o seu carro em casa, nunca o deixe secando no sol. Após lavar o veículo, utilize flanelas que absorvem muito bem a água e opte por deixá-lo na sombra para que possíveis resquícios da lavagem sequem naturalmente. Após a lavagem, para dar o acabamento, é indicado usar ceras que filtrem os raios solares. Com isso, você terá um carro mais protegido.

Capas de proteção e tapa-sóis ajudam

Sempre que possível, utilize uma capa no seu veículo, mas tome cuidado na escolha, pois algumas, por terem qualidade baixa, podem riscar a pintura. Opte por capas de tecido macio e que fazem esse papel de filtragem solar. Se não puder usar capas, opte por tapa-sóis, que irão minimizar a temperatura interna e proteger o painel do carro e os bancos.

No caso dos seus bancos serem de couro, há produtos indicados para a hidratação do tecido, diminuindo a possibilidade de rachaduras ou ressecamento. Utilize periodicamente para garantir a maior duração.

Vitrificação da pintura

Esse é um processo indicado para ser realizado após um polimento. A vitrificação é uma técnica que consiste em uma resina protetora que isola totalmente a pintura do carro, minimizando danos à pintura, como as próprias ações do tempo, tais quais chuvas ácidas, excesso de raios solares, sem contar arranhões, dejetos de animais ou pequenos riscos.

Essa é uma das técnicas mais indicadas para quem tem que deixar o veículo ao ar livre e quer proteger o carro do sol ou chuva. A vitrificação tem duração média de 3 anos e dispensa, por exemplo, que você tenha que cristalizar ou encerar o carro durante este tempo.

Como proteger o carro da chuva de granizo?

Além de entender como proteger o seu carro do sol, há outras ações do tempo que podem causar até mais estragos do que os raios solares, como a chuva de granizo. Mas, nestes casos, como  proteger o veículo?

Bom, esta é uma situação complicada, ainda mais se você estiver na rua ou em uma estrada. Se notou que a chuva de granizo começou, busque o mais rápido possível um local coberto, como um posto de gasolina, estacionamentos de shoppings ou mesmo embaixo de algum viaduto. Se isso não for possível, tente estacionar em algum lugar que esteja contra o vento para minimizar os efeitos das pedras de gelo.

Se você estiver em casa e sua garagem for descoberta, opte por usar os próprios tapetes do carro para proteger as partes que ficam mais expostas, como o teto, capô e pára-brisa. Caso você tenha lonas, cobertores e edredons, use-os para minimizar ainda mais o impacto das pedras de granizo. Quanto mais conseguir proteger, melhor.

Seguro Auto oferece cobertura contra granizo

Mas, para garantir muito mais tranquilidade caso ocorra uma chuva de granizo, a melhor opção é contratar um Seguro Auto. Ao adquirir este produto, você pode incluir uma cobertura contra chuva de granizo

Por isso, é muito importante conversar com o seu corretor para saber se, na negociação, foi incluída na sua apólice uma cobertura contra desastres naturais – é ela que cobre os danos causados pelo granizo. Além do granizo, essa cobertura ampara o segurado em casos de raios que possam cair no carro e causar incêndios, quedas de árvores por conta de tempestades, terremotos e vendavais, entre outros.

Durante a conversa com o seu corretor, ele irá questionar onde o seu veículo fica estacionado e isso, certamente, vai impactar no preço final. Um veículo que fica na rua, por exemplo, tende a ter o seguro mais caro do que um veículo que fica em uma garagem coberta. Esse é um dos fatores que alteram o preço do Seguro Auto.

Se você ainda não tem Seguro de Carro e quer fazer uma cotação, entre em contato com a Minuto Seguros, a maior corretora de seguros online do Brasil. Trabalhamos com as melhores seguradoras do País para oferecer propostas que estejam de acordo com as suas necessidades. O time da Minuto é composto por especialistas para oferecer suporte necessário e lhe explicar todas as coberturas, inclusive a de desastres naturais.

Para cotar agora, clique no botão abaixo e preencha o nosso formulário online. Se preferir, também pode ligar para o número 0800 773 3000 gratuitamente.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *