1. Home
  2. »
  3. Carro
  4. »
  5. Seguro

Farol de milha: em caso de acidente, o seguro cobre?

É muito natural surgirem dúvidas no momento de contratar um Seguro Auto. Uma das questões mais frequentes é com relação ao contexto de ocorrências de sinistros. Por exemplo, você sabe como é a cobertura em relação ao farol de milha

Muitos optam por personalizar seus veículos com acessórios como kit gás, som e até mesmo o motor do carro. A partir disso, resta a dúvida sobre o que o seguro cobre, como no caso do farol de milha. Nesse sentido, saiba que há casos em que a cobertura é válida, mas em outros não. Continue lendo e tire suas dúvidas sobre isso!

Quais itens são considerados no Seguro Auto comum?

O Seguro Auto mais comum é o que chamamos também de Seguro Compreensivo. Trata-se de um tipo de proteção cujas principais coberturas são referentes a colisões, roubo e furto, incêndio e danos causados pela natureza.  

Como um seguro é algo pensado para proteger o veículo, há a possibilidade de incluir outras coberturas no plano, deixando-o mais personalizado às necessidades de cada um. Dessa forma, se o segurado desejar, é possível complementar o seu seguro e estender as proteções.

No entanto, para saber exatamente o que o seu seguro cobre é muito importante se atentar à sua apólice. E caso haja dúvida sobre isso, entre em contato com a corretora. Em geral, se você não pedir nenhum adicional no momento da contratação, o Seguro Auto comum vai cobrir os itens do automóvel conforme citado anteriormente.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Mas afinal, quais modalidades cobrem o farol de milha? 

Os faróis de milha e neblina são cobertos pelo Seguro Comum no caso de perda total (com pagamento de indenização integral) ou perda parcial cujo valor do conserto seja maior que o valor da franquia.

Se o item sofrer sinistros como arranhões, por exemplo, causando danos à peça, o Seguro Comum não oferece cobertura. 

Cobertura de vidro

Há algumas situações em que alguns itens podem não ser indenizados, como acessórios de rádio e rodas. Para estes casos é preciso uma cobertura especial além da compreensiva. O mesmo serve para vidros, retrovisores, lanternas e também faróis.

A cobertura de vidro é o que permite estender a proteção para faróis e retrovisores. Então, para o segurado ter a proteção completa para o seu farol de milha que veio de fábrica, ele precisa contratar esse seguro adicional.

Além disso, quando ocorre de o cliente adicionar um farol que não seja original de fábrica, como em alguns casos de carros usados, é preciso verificar o que está descrito na apólice para certificar-se se há ou não a cobertura. Se não houver, é necessária a contratação do Seguro para Acessórios que tenha o farol na sua abrangência.

Um acessório de automóvel pode ser definido como os itens que não fazem parte do modelo original do veículo. Portanto, se o farol de milha vier instalado de fábrica, não é considerado um acessório e sim um item pertencente ao modelo original.

Em resumo, para ter a cobertura completa para o farol de milha que vier de fábrica, é preciso contratar uma cobertura de vidro cujos os faróis constem na proteção. Ou seja, o seguro comum vai cobrir a peça de fábrica em casos de danos totais ou parciais. 

O Seguro Auto para acessórios é válido para qualquer item?

Não! Há algumas situações em que as empresas de seguro podem não cobrir certos itens, como rodas especiais. É comum que alguns acessórios tenham cobertura, como: kit gás, equipamentos de imagem e vídeo, farol de milha, ferramentas de adaptação PCD e blindagem.

Além disso, os itens devem possuir documentação e são estabelecidos na hora da contratação. Não é necessário contratar todos e também é preciso verificar a disponibilidade da cobertura com a corretora. Ou seja, é importante se atentar aos valores dos itens adicionais no momento em que for contratado o seguro.

Quais os custos para Seguro Auto de acessórios?

A importância de se atentar à apólice no momento da contratação também é válida quando falamos sobre o custo de Seguro Auto para acessórios. Afinal, isso também vai variar de acordo com cada corretora/seguradora, modelo do carro e itens adicionados para cobertura. No geral, quanto mais itens, mais encarecida torna-se a cobertura.

Há alguns outros fatores que podem influenciar, como no caso do perfil do segurado. Por exemplo, algumas instituições podem considerar que homens solteiros são mais propícios a sinistros. Nesse caso, o custo pode variar para mais alto.

Vale ressaltar também que o valor pode mudar de acordo com a localização em que o carro é submetido. Ou seja, caso ele transite muito em lugares sujeitos a roubos e furtos ou que fique estacionado constantemente em via pública, a proteção do automóvel pode custar um pouco mais.

Em síntese, ao realizar cotações, o usuário poderá saber quais coberturas são essenciais para seu caso e quais custos valem a pena.

Quais os itens mais comuns incluídos na cobertura de um Seguro Auto para acessórios?

Geralmente, há alguns itens que são acionados com mais frequência no Seguro para Acessórios, como:

  • Rádio;
  • MP3 player;
  • DVD;
  • Blindagem;
  • Kit Gás;
  • Adaptações em geral.

Nesse caso, vale lembrar que o Seguro Auto comum cobre os itens originais do veículo. Portanto, o Seguro para Acessórios será apenas destinado aos adicionais.

Confira como contratar seu Seguro Auto para acessórios

Até aqui, você descobriu se o Seguro Comum cobre ou não o farol de milha e também leu mais sobre o Seguro para Acessórios, certo? 

Com isso, gostaríamos de destacar que o Seguro Compreensivo é uma excelente opção para quem deseja uma apólice mais abrangente, especialmente em casos de carro financiado. Afinal, ele oferece cobertura que vai além da comum.

Para contratar um Seguro Auto para acessórios, você precisa comunicar à corretora quais são os itens não originais do veículo que deseja incluir na proteção. Se o seu automóvel ainda não possui seguro, quando for realizar a cotação, deve selecionar cobertura para itens diferentes dos de fábrica.

Caso os acessórios tenham sido instalados após a contratação do seguro, a inclusão deve ser feita por endosso. Ou seja, entre em contato com a corretora ou a seguradora e informe sobre os adicionais. A seguradora, por sua vez, fará a análise e, se houver aceitação do item adicionado, fará a alteração na apólice, o que também vai alterar o valor do seguro e indenização.

Conclusão

Por fim, esperamos ter ajudado você a entender como funciona a cobertura do farol de milha que vem de fábrica e sobre a necessidade de contratar um seguro mais abrangente no caso de o item ter sido adicionado ou se a intenção for a de oferecer proteção completa à peça.

A Minuto Seguros se coloca à disposição para ajudar você a tomar a melhor decisão sobre qual cobertura adotar. Somos a maior corretora on-line do Brasil, com quem você pode contar em diversas situações. Faça uma cotação e vamos conversar!

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sair da versão mobile