Problemas na bateria do carro: a seguradora cobre?

Quer tirar suas dúvidas se a seguradora cobre problemas na bateria do carro? Então você está no lugar certo! Preparamos uma matéria que vai lhe auxiliar a entender como a seguradora pode ajudar nesses casos. Além disso, mostraremos como você pode identificar problemas na bateria do seu carro e muito mais. Acompanhe-nos.

problemas na bateria de carro

Dúvidas com relação ao Seguro Auto são muito comuns, uma vez que existem diversos tipos de cobertura para veículos. E uma das questões que costumam surgir com relação a isso é: problemas na bateria do carro são cobertos?

Cote, compare e economize no seguro

Receba grátis até 17 cotações e escolha o seguro que cabe no seu bolso.

Logo Reclame Aqui A Minuto é Bicampeã do Prêmio Reclame Aqui.


Para quem pretende contratar um seguro, entender quais são os tipos de proteção disponíveis é fundamental. Desde os planos básicos até os mais personalizados, além de suas necessidades em relação aos riscos e sinistros na rotina diária.

Sendo assim, vamos ajudar você a entender melhor quais as coberturas para seguro de veículo e se os problemas na bateria do carro estão entre elas. Confira!

Primeiro: como identificar problemas na bateria do carro?

O primeiro passo para entender se os problemas na bateria do carro são considerados pelo Seguro Auto é saber identificar o dano na peça.

Para isso, é preciso entender que a bateria funciona de modo a armazenar a energia que fará o carro andar. Assim, a energia armazenada se transforma em eletricidade para dar a partida, alimentar o sistema do automóvel e fazer com que ele ande. É uma peça que pode durar de 2 a 5 anos, dependendo do uso do carro.

Dito isto, vale mencionar que os problemas na bateria do carro podem ser percebidos de acordo com algumas situações. Abaixo, separamos três perguntas que podem tornar seu entendimento mais fácil, confira.

O que pode reduzir a durabilidade da bateria?

As principais situações que impedem a bateria de ter uma vida prolongada são:

  • Exposição a temperaturas extremas: quando o carro fica exposto em ambientes muito quentes ou gelados, a bateria acaba não resistindo e para de funcionar;
  • Umidade do ar: assim como o clima, a umidade do ar afeta diretamente a vida útil das baterias;
  • Ócio do carro: quando você deixa seu veículo muito tempo parado, a bateria acaba perdendo sua energia;
  • Recursos ligados: muitas pessoas têm o hábito de ouvir o rádio do veículo enquanto ele está desligado, porém, isso acaba com a bateria. Do mesmo modo, outras acabam esquecendo de desligar as luzes e o rádio. Essas ações são prejudiciais para a bateria.

Que sinais indicam problemas?

Os sinais mais comuns que apontam algum problema são:

  • Carro demorando para ligar: isso é um sinal de que a bateria está com carga baixa;
  • A luz do painel acesa além do necessário: essa luz indica questões do sistema de retroalimentação elétrica e deve se apagar logo após o carro ser ligado. Caso ela permaneça acesa, pode ser que a bateria não esteja carregando adequadamente;
  • Faróis e lanternas com oscilações: é possível perceber se a bateria está apresentando carga baixa ao ligar as luzes do carro, como o farol, e observar se, ao acelerar, elas oscilam;
  • Validade da bateria: como mencionamos, esta é uma peça que possui prazo de uso, portanto é importante estar atento à sua data de fabricação;
  • Cheiro forte desagradável: a bateria pode acabar se oxidando por causa das substâncias químicas que ela contém. Por isso, se você sentir um cheiro forte desagradável pode ser um indicativo de dano.

Como prolongar sua duração?

O primeiro passo para prolongar a vida útil da bateria do seu carro é evitar deixar luzes e rádio ligados quando o carro está desligado. Isso porque a bateria continua alimentando a energia dos dois, mas, em contrapartida, não há fonte para sua própria alimentação.

Se você tiver a opção, não use o carro com as luzes, rádio e arcondicionado ligados simultaneamente. Mesmo que esteja em movimento e a bateria tenha como repor a energia, ela será inferior à gasta com todos esses recursos.

Ainda que não tenha a pretensão de sair, mantenha uma rotina de ligar o motor. Ao fazer com frequência essa atividade você evita que a bateria pare de funcionar.

Como saber se a seguradora cobre esse prejuízo?

Agora que você já sabe identificar problemas na bateria do carro, entenda também que os planos de Seguro Auto variam de seguradora para seguradora.

Em geral, o Seguro Auto comum oferece proteção financeira para acontecimentos que envolvam o veículo em:

  • Roubos;
  • Colisões;
  • Furtos;
  • Incêndios;
  • Sinistros por condições climáticas.

Isso considerando o carro em sua estrutura, ou seja, o casco. A cobertura básica deve cobrir tudo o que for prejudicial ao funcionamento do automóvel. Os acessórios não entram no plano para esse tipo de contratação. 

Dessa forma, será coberto apenas o que for parte da estrutura de funcionamento do veículo, como o chassi, o motor, a carroceria, a caixa e a bateria, nesse caso, o seguro oferece apenas recarga de emergência de bateria, ou seja, em caso de falta de carga repentina, o seguro pode enviar um profissional para recarregar a bateria e permitir que o veículo volte a funcionar. 

No entanto, a troca da bateria em si não está incluída na cobertura. Por isso, é importante verificar com cuidado os detalhes da apólice de seguro antes de contratar, para evitar surpresas no momento de precisar de assistência.

Além dos sinistros já citados, o Seguro Auto comum cobre prejuízos como:

  • Colisão, capotagem, derrapagem, abalroamento;
  • Danos causados por objetos que caíram em cima do carro;
  • Acidentes, danos causados por terceiros involuntariamente;
  • Sinistros da natureza, como vendavais, terremotos, furacões, granizo e raios.

O que fazer quando a bateria descarrega?

Quando os problemas na bateria do carro surgirem e ela descarregar, ou seja, se o carro não quiser ligar ao girar a chave, é sinal de que que ela precisa ser trocada. Mas, antes disso, vale a pena averiguar se é possível resolver a situação com a famosa “ligação direta” ou “chupeta”. 

Além disso, outra opção mais adequada é acionar o seguro do carro, que mandará um prestador de emergência para recarregar sua bateria e analisar o funcionamento da peça.

Evite imprevistos: cote seu seguro na Minuto Seguros

Por fim, agora que você já entendeu que a proteção veicular cobre problemas na bateria do carro, saiba que a Minuto Seguros é a maior corretora do país e está disponível para tirar todas as suas dúvidas sobre Seguro Auto. Faça uma cotação grátis e conte com uma equipe especializada para ajudar você!

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *