Aqui no blog da Minuto Seguros você encontra dicas e notícias sobre seguros, carros, casas, eletrônicos, viagens e muito mais. Acesse e confira nosso conteúdo.

CNH digital passa a valer a partir de fevereiro de 2018

Novidade para os motoristas esquecidos de plantão! Aprovado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) na última terça-feira, dia 25 de julho, a Carteira de Habilitação Eletrônica (CNH digital) será uma opção para os motoristas que preferem não portar o documento físico ou simplesmente se esqueceram dele. Essa lei se aproxima do novo porte de documento de carro, que já está válida desde novembro de 2016.

cnh digital

CNH Digital passa a valer em 2018 / (José Cruz/Agência Brasil/Agência Brasil)

A nova medida passa a vigorar em fevereiro de 2018 e irá facilitar a vida dos motoristas que, além do documento físico, terão a possibilidade de apresentar a CNH por meio de um aplicativo para smartphones.

O intuito da criação e aprovação desta nova lei do documento eletrônico visa facilitar a vida dos motoristas que poderão apresentar a via digital normalmente, caso não estejam portando o documento físico. Isso evitará a perda de pontos e multas por quem não estiver portando o documento físico, mas esteja em situação regular.

O novo documento será identificado pela leitura do QRCode, que nada mais é do que um código de barras bidimensional que pode ser escaneado. Também haverá a possibilidade de ter um certificado digital. Vale ressaltar que a nova carteira terá a mesma validade do documento impresso, que continuará a ser emitido normalmente.

Quem tiver interesse na CNH digital, será necessário se cadastrar no site do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) com um certificado digital. Para que isso seja possível, o acesso deve ser efetuado por um dispositivo que permita o uso desse certificado. Caso isso não esteja conseguindo, será possível tentar pelo seu e-mail, no balcão do Detran.

O aplicativo ainda está em fase de testes para ser entregue com máxima eficiência, pois há um conjunto de padrões técnicos necessários para aguentar um sistema criptográfico que assegure a validade do documento e evite fraudes, por exemplo.

Deixe uma resposta

É permitido HTML básico. O seu endereço de email não será publicado.

Assinar o feed deste comentário por RSS