1. Home
  2. »
  3. Carro
  4. »
  5. Seguro

Seguradora não aprovou o seguro, o que aconteceu?

Não é difícil encontrar casos em que a seguradora não aprovou o seguro e o proprietário do carro precisou arcar com os custos por conta própria. Isso ocorre principalmente pela falta da verdade no momento de cotar o seguro. Ou seja, para conseguir um preço de prêmio mais em conta, o cliente mente ou não menciona um dado que possa encarecer o serviço. No entanto, ao contrário de sair com vantagem e economia, o dono do carro pode acabar sem indenização do seguro em casos de sinistro.

seguradora não aprovou o seguro

Infelizmente, algumas pessoas colocam informações incorretas na apólice. Assim, o valor do serviço pode sair reduzido. Um exemplo desses casos é quando não informam que um jovem recém-habilitado também irá dirigir. Ou até mesmo que o automóvel ficará estacionado em garagem à noite, sendo que estará na rua. No momento de fechar o seguro auto, existem as cláusulas que indicam o não pagamento de indenização caso falte a verdade por parte do cliente.

Além disso, também existem as situações em que o segurado é sincero sobre seus dados, porém acaba mudando de endereço residencial, por exemplo. Com isso, ele não entra em contato com a sua seguradora para informar na apólice a sua mudança. Dessa forma, ao não fazer um endosso e recalcular o prêmio, em casos de sinistro também pode ficar sem indenização.

Seguro auto

Por falar em seguro auto, é preciso destacarmos a importância de ter esse serviço contratado. Afinal, existem diversos riscos no trânsito em que você deve ficar protegido, como colisão com terceiros ou roubo e furto.

Portanto, faça uma cotação com a Minuto Seguros, a maior corretora online do país. Trabalhamos com mais de 10 seguradoras, que estão entre as principais do mercado.

Para cotar, basta preencher o formulário em nosso site ou, se preferir, ligar grátis para 0800 773 3000 e falar diretamente com um consultor.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Seguradora não aprovou o seguro

Principais causas

seguradora não aprovou o seguro

Entre as principais ocorrências em que a seguradora não aprovou o seguro, é possível destacar algumas mais frequentes. Portanto, atente-se aos pontos a seguir para não ter problemas na sua apólice:

– Informar dados errados para que o seguro seja barateado;

– Quando alguma característica de risco é mudada, como ida e volta ao trabalho, CEP de pernoite, utilização do veículo e para que o endosso seja realizado, não informar a seguradora do ocorrido;

– Quando o motorista bater o carro bêbado ou sob influência de drogas;

– O carro é emprestado para pessoas não habilitadas ou que não estão na apólice;

Seguro não é pago na data de vencimento da parcela estipulada anteriormente;

– Sinistro é premeditado e provocado de maneira intencional;

– Se o problema for agravado. Por exemplo, quando o motorista provoca um acidente e deixa o carro aberto para que ele seja roubado;

– Acessórios e equipamentos são instalados sem avisar a seguradora previamente, como rodas com polegadas superiores e sons esportivos;

– Quando as características originais do veículo são alteradas, como rebaixá-lo;

– Em fraude, tentando levar alguma vantagem com a seguradora em questão.

Enfim, essas são as causas mais comuns em que a seguradora não aprovou o seguro. Se houver dúvidas, deixe nos comentários abaixo!

5 / 1 voto

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *