1. Home
  2. »
  3. Carro

Vantagens de ter um engate para reboque no seu carro!

Quer saber quais as vantagens de ter um engate de reboque em seu carro? Então veio ao lugar certo. Nesta matéria, você vai saber mais sobre essa peça e a legislação a respeito. Confira!

Ao comprar um carro, geralmente você já tem na cabeça a forma como mais vai utilizá-lo. Pode ser apenas para passeio com amigos e família, locomoção para o trabalho ou mesmo como meio de sustento. 

Independentemente do jeito que você queira usar seu veículo, vai querer instalar itens que o deixem com a sua cara. Podem ser acessórios que facilitem inclusive a revenda do carro. E um dispositivo bastante comum entre os motoristas é o engate de reboque. 

Ainda sem seguro para seu carro?
Cote grátis seu seguro auto com a Minuto Seguros, a maior corretora online do Brasil, e receba cotações de até 16 seguradoras de uma só vez. COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Foto: StockCar Carretinhas

Útil para diversas ocasiões, ele também possui vantagens para momentos de maior necessidade. Mas é preciso tomar cuidado, pois existe uma regulamentação que determina sua possível utilização. Para ficar por dentro do assunto, continue acompanhando.  

Como funciona o engate de reboque? 

O engate de reboque é uma solução para carros puxarem outros veículos, como barcos, motocicletas ou outros carros. 

O equipamento é fixo em uma barra do primeiro veículo que serve de suporte ou na

própria carroçaria, caso tenha vindo de fábrica. Basicamente, é uma ou duas esferas metálicas, onde o encaixe do reboque se prende ao veículo. 

O sistema também possui um conector de energia, que aciona as luzes de freio, lanternas e repetidores de direção do reboque.

 

vantagens do engate de reboque

Vantagens do engate de reboque

Para você entender melhor porque ter um engate para reboque, listamos abaixo as vantagens.

Auxiliar veículos em dificuldade

Quem costuma andar em estradas de terra ou fazer trilhas de viagem, já pode ter ficado atolado. Pois em um momento de dificuldade como esse, encontrar um automóvel com engate de reboque para ajudá-lo é um alívio e tanto. 

Mas não é só para os carros presos em terrenos lamacentos que esse acessório pode ser salvador. Retirar obstáculos do caminho, por exemplo, também é uma boa utilidade para o dispositivo. 

Acoplar carretos 

Esta talvez seja a principal utilidade do engate de reboque, que tem diferenças para o semirreboque. É essencial principalmente para quem utiliza o veículo com fins comerciais. 

Para quem trabalha com o comércio de alimentos na rua, por exemplo, o acessório é um grande aliado. Afinal, com ele, é possível levar o carrinho de preparar as refeições para todos os pontos que desejar.

O acessório também é muito útil para quem trabalha com transporte de cargas em geral, pois ele permite que o carreto seja acoplado para carregar os itens do ramo que o proprietário atua. 

Seja para transportar mercadorias ou realizar mudanças, por exemplo, ter o engate de reboque vai permitir que você exerça o seu ofício com seu automóvel.  

Carregar bicicletas 

Você sabia que o engate de reboque também pode ser utilizado para instalar suporte para transportar bicicletas? Esse tipo de uso do acessório é muito útil, especialmente para os aventureiros de plantão. 

Quem costuma realizar trilhas radicais e utilizar as bikes com fins esportivos precisa levar sua magrela por muitos e muitos quilômetros! 

Dessa forma, o dispositivo serve bem para que o suporte seja acoplado, permitindo que a bicicleta seja transportada na parte traseira do veículo. 

Contudo, é necessário ficar atento com relação ao tipo de suporte utilizado. O ideal é que o material seja bastante resistente, de preferência constituído com açocarbono e com acabamento de qualidade, como pintura eletrostática. 

Como ter o engate de reboque dentro da lei

Antes de pensar em colocar um engate de reboque no seu carro, é preciso verificar o que diz a lei. Ainda que o acessório em si tenha seu uso permitido, existe uma regulamentação que estabelece normas para que a segurança não seja afetada. 

Em primeiro lugar, todos os engates de reboque precisam ser aprovados pelo INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial). Ou seja, devem possuir o selo oficial que atesta a qualidade do acessório. 

De acordo com o artigo II da Resolução nº 197 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), a permissão é a seguinte: “Os engates utilizados em veículos automotores com até 3.500 kg de peso bruto total deverão ser produzidos por empresas registradas junto ao INMETRO.”

Além disso, só é possível instalar o engate de reboque se os fabricantes indicarem que o veículo tem essa capacidade. Segundo consta no artigo III da mesma Resolução, fabricantes e importadores precisam informar ao Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) que o automóvel pode tracionar reboques. 

Também é necessário que algumas informações estejam no manual do proprietário. São elas: especificação dos pontos de fixação do engate traseiro e indicação da capacidade máxima de tração.   

Mas você deve se perguntar: por que isso é necessário? A resposta é bastante simples: nem todos os veículos são desenvolvidos para carregar reboques. Ou seja, somente o próprio fabricante pode estabelecer os tipos de uso previstos para o seu automóvel. Caso o carro não se enquadre, tracionar reboques pode ser bastante perigoso. 

Plaqueta de identificação

Uma das obrigações para possuir um reboque é que o equipamento deve conter uma plaqueta do Inmetro. Ela pode ser adquirida por meio de empresas que sejam certificadas pelo instituto. 

 

Na plaqueta, devem conter as seguintes informações: nome empresarial do fabricante, CNPJ, identificação do registro no Inmetro, capacidade máxima de tração e modelo, além da citação à Resolução 197.

Tomada de energia 

O engate também deve conter, obrigatoriamente por lei, uma tomada de energia. 

 

Normalmente, este conector possui seis pinos, sendo para:

 

  • pisca esquerdo;
  • pisca direito;
  • lanterna;
  • luz de freio;
  • aterramento e desligado. 

 

No momento da instalação, deve ser realizada a ligação com o sistema elétrico do veículo.

Fixação de corrente e placa visível 

Também é necessário, por lei, que o reboque contenha um gancho para fixar a corrente. A finalidade desse objeto é a segurança, em caso de o desengate involuntário ocorrer.  É recomendado a utilização da corrente de aço com cadeado tamanho 45.

 

Já o reboque precisa conter:

 

  • para-choque com faixas refletoras;
  • conjunto óptico e placa visível;
  • freio de estacionamento e serviço, não ligado ao automóvel;
  • pára-lamas.

 

Se você pretende transportar motocicletas, a legislação exige que a carga deve ser acima de 120 cm³ e que a carreta não ultrapasse as medidas de 2,15 m de comprimento, 1,15 m de largura e 90 cm de altura. 

Qual a legislação para condutor de carro com engate? 

Todas as regulamentações e determinações sobre engate para reboque são regidas pela Resolução 197/06. Ela diz que:

 

  • o Peso Bruto Total (PBT) seja de até 3.500 kg para os condutores que possuírem a CNH categoria B;
  • Acima desse peso e até 6.000 kg, é necessário portar a CNH C;
  • Ultrapassando os 6.000 kg, é necessário possuir a CNH E.

 

A Resolução 197/06 também determina que os fabricantes e importadores de veículos comuniquem aos órgãos de trânsito os modelos que possuem capacidade de receber engate para reboque, qual a Capacidade Máxima de Tração (CMT), 3 também os pontos de fixação do suporte. 

 

Assim, é necessário lembrar que não será em um lugar aleatório que o engate para reboque será instalado. Os processos devem estar detalhados no manual do veículo.

 

Além disso, aqueles veículos antigos que já portam os engates sem o selo do Inmetro antes da atual legislação podem circular nas ruas desde que atendam às características obrigatórias para o engate.

Quais modelos de carro permitem ou não a instalação do engate? 

Puxar um reboque exige do veículo, dessa forma não é qualquer um que possui essa capacidade. Por isso, é necessário considerar a capacidade de tração do veículo que vai puxar o reboque.

 

Carros menores com motores mais fracos terão dificuldade na hora de puxar um reboque. Já os de passeio possuem uma capacidade de tração de 400 a 500 kg, enquanto picapes e caminhonetes são de é de 2 até 6 toneladas de PBTC (Peso Bruto Total Combinado, incluindo o reboque).

 

Dessa forma, é importante que, para puxar um reboque, o veículo possua aprovação do Inmetro. Para saber se possui essa capacidade, é necessário olhar o manual do carro já que o fabricante ou importador do veículo deve comunicar essas informações. 

 

Se o seu modelo não for apropriado, não é recomendável adaptá-lo, já que pode causar diversos danos. 

 

Porém, a Lei diz que todos os veículos leves podem rebocar até o limite de 3.500 kg, se tiver o engate apropriado e se constar no manual do veículo essa autorização. Se você está buscando por um carro zero-quilômetro que possa rebocar, fuja desses modelos: 

 

  • Toyota Corolla (2015-2019);
  • Chevrolet Onix Plus;
  • Volkswagen Bora;
  • Todos da Honda;
  • Modelos Maserati;
  • Modelos Ferrari.

Posso ser multado se meu engate de reboque não for regular? 

A resposta é sim. O engate de reboque é um acessório que pode gerar multa se não for regularizado. Apesar de não haver uma lei que disponha sobre este dispositivo em questão, o proprietário está sujeito à penalidade.

De acordo com o artigo 230 da Lei  N.º 9.503/1997 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), há penalização. O artigo VII revela que conduzir o veículo com equipamento ou acessório proibido é infração grave. 

Portanto, o motorista leva uma multa no valor de R$ 195,23 e cinco pontos na habilitação. Dependendo da pontuação que a pessoa tiver na CNH, corre o risco de perder a carta

Você sabia que o infrator também está sujeito a sofrer com uma medida administrativa? Neste caso, o automóvel pode sofrer remoção e ficar retido até que a situação esteja regularizada. Mas, nem sempre é o condutor que sofrerá com essa pena, já que é o proprietário que terá essa preocupação.    

Conte com a Minuto Seguros para o melhor Seguro Auto

Além de equipar o carro com acessórios úteis, como o engate de reboque, é preciso pensar na segurança. Para isso, o melhor aliado é o seguro auto.

Com o seguro, você recebe indenização em caso de perda total ou parcial do automóvel. Além disso, fica protegido contra roubo ou furto e também recebe apoio da assistência 24 horas se houver necessidade, entre outros benefícios.

Por isso, faça uma cotação com a Minuto Seguros. Trabalhamos com  mais de 10 seguradoras, que estão entre as melhores do Brasil. Assim, garantimos uma proposta que esteja de acordo com as suas necessidades.

Para cotar, basta preencher o formulário clicando no botão abaixo. Se preferir, ligue grátis para 0800 773 3000 e fale diretamente com um consultor.

Ficou com alguma dúvida sobre as questões que envolvem o engate de reboque? Mande pra gente por meio dos comentários abaixo! 

5 / 1 voto

[addtoany]

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sair da versão mobile