Home » Carro » Seguro

Entenda a diferença entre bloqueador, rastreador e localizador

Com o alto índice de roubos de carros no Brasil, proteger o seu bem é necessário para evitar transtornos e uma perda significativa no patrimônio. Com isso, a popularidade dos equipamentos que ajudam a encontrar o carro teve um aumento importante. Não é incomum as seguradoras solicitarem que os clientes instalem um rastreador, bloqueador ou localizador no carro. Isso, inclusive, pode diminuir o preço na hora de fechar o seguro de carro.

Aproveite e proteja o seu carro agora mesmo. Faça uma cotação com a Minuto Seguros clicando no botão ou ligando grátis para 0800 773 3000.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

rastreador

Mas, apesar da popularidade, algumas pessoas ainda não sabem a real diferença entre os bloqueadores, os localizadores e os rastreadores. Mesmo sendo usados com uma única finalidade, esses equipamentos atuam de maneira diferente. Entenda:

Bloqueadores

O mais simples dos três equipamentos. Ele serve apenas para travar o veículo, impedindo qualquer arranque de quem estiver guiando. No entanto, ele não oferece a localização do carro.

Ao ser vítima de um roubo ou furto, a vítima entra em contato com a central e a mesma emite um comando de bloqueio por rádio frequência, que para, imediatamente, o fornecimento de combustível. Esse tipo de ação pode acontecer em qualquer lugar dentro da área de cobertura da transmissão. Algum desses bloqueadores, juntamente com a trava do automóvel, dispara um sinal avisando sobre roubo.

Localizador

O localizador é um produto um pouco mais avançado do que o bloqueador, informando a localização, porém, não com tanta precisão. Por usar técnicas de rádio frequência, que limitam as áreas de cobertura a regiões metropolitanas e cidades pontuais, o alcance pode não fornecer os melhores dados. O localizador também tem a função de bloquear o carro.

Rastreador

O mais sofisticado dos equipamentos. Ele conta com uma solução completa, que mostra precisamente onde o veículo está, além de todo o trajeto percorrido pelo carro. Isso ajuda muito em casos de roubo e furto, pois a central de rastreamento recebe constantemente os sinais da localização. Ele é feito com receptores de GPS e um modem de celular, que ajudam a transmitir o perímetro que o carro se encontra.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *