1. Home
  2. »
  3. Carro

Desvalorização de carros novos: veja como ocorrem

Ilustração vetorizada de balança, blocos de dinheiro de um lado e um carro de outro.

Provavelmente você já ouviu falar que a desvalorização de carros novos começa a acontecer assim que eles saem da concessionária, certo? Apesar de parecer exagerado, a verdade é exatamente esta.

O índice de desvalorização pode variar de acordo com o modelo, o estado de conservação e a demanda do mercado. Mas o fato é que qualquer veículo começa a se desvalorizar logo depois de ser comprado. 

Por isso, é fundamental entender como funciona este processo antes de fechar uma compra. Se quiser saber mais sobre o assunto, continue a leitura, pois separamos tudo que você precisa saber sobre a desvalorização de carros!

Ainda sem seguro para seu carro?
Cote grátis seu seguro auto com a Minuto Seguros, a maior corretora online do Brasil, e receba cotações de até 16 seguradoras de uma só vez.
COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Como acontece a desvalorização do carro zero?

A desvalorização de carros nada mais é do que a redução do valor de um veículo com o passar do tempo. No geral, este é um processo que acontece principalmente nos 3 primeiros anos após a fabricação do veículo. 

Isto acontece devido ao desgaste natural causado pelo uso a partir do momento em que o carro deixa a concessionária. Afinal, quanto mais ele é usado, menor é a sua expectativa de vida útil. 

Por isso, a cada ano, os veículos passam por uma desvalorização do seu preço de mercado. Entretanto, existem alguns fatores que podem acelerar — e intensificar — este processo.

Caso o veículo tenha sido batido ou sofrido danos mais graves, por exemplo, maior será o índice de desvalorização. Da mesma forma, quanto menos alterações, menor será esta taxa. 

Todavia, vale o alerta: um veículo novo perde, em média, 10% do seu valor assim que é vendido e sai da concessionária.

Por este motivo, os carros não são considerados investimentos financeiros. Afinal, investimentos aumentam o valor ao longo do tempo, enquanto a desvalorização de carros faz com que o bem valha cada vez menos.

Como fugir da desvalorização do carro?

Infelizmente, a verdade é que a desvalorização do carro vai acontecer, independente do seu cuidado com o veículo. Assim, uma alternativa para não ter que arcar com este prejuízo é optar pelo serviço de carro por assinatura.

Nesta opção, o cliente paga uma mensalidade fixa para utilizar um veículo 0 km a longo prazo. Na prática, funciona como um aluguel, a diferença é que, no serviço de assinatura, o contrato pode durar até 48 meses.

Além disso, outra vantagem deste modelo é que o cliente também não precisa lidar com custos como:

  • emplacamento;
  • IPVA;
  • DPVAT;
  • licenciamento;
  • seguro;
  • revisões.

Isto porque todos estes valores já estão inclusos na mensalidade. Ou seja, são por conta da locadora do veículo. Dessa forma, o condutor só precisa se preocupar com as despesas diárias, como combustível e possíveis multas.

A longo prazo, o serviço de carros por assinatura representa uma grande economia em relação à compra. Entretanto, caso ter um veículo próprio seja uma prioridade para você, aqui vão algumas dicas para diminuir a desvalorização de carros novos:

  • escolha modelos que tenham maior procura no mercado, pois são menos desvalorizados;
  • esteja sempre em dia com a manutenção;
  • mantenha documentos e impostos em dia;
  • seja cuidadoso na condução do veículo para evitar acidentes.

Como calcular a desvalorização? 

A maneira mais simples de calcular a desvalorização de carros é utilizar como referência a Tabela Fipe. Em resumo, ela é um levantamento realizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas sobre o preço médio de venda e revenda dos automóveis no mercado.

Para fazer o cálculo de acordo com a tabela, basta registrar os valores do veículo a cada ano e adicioná-los à seguinte fórmula:

Índice de desvalorização: [(valor do ano anterior – valor do ano seguinte) / valor do ano anterior] x 100.

No entanto, vale reforçar que alguns fatores podem influenciar no valor final, como:

  • ano de fabricação;
  • quantidade de quilômetros rodados;
  • estado de conservação do veículo.

Por isso, uma das melhores alternativas para reduzir a desvalorização de carros novos é contar com um seguro automotivo, pois esta proteção pode garantir que o seu veículo se mantenha em boas condições por mais tempo.

Então, que tal fazer uma cotação com a Minuto Seguros? Comece a cotar agora mesmo de forma 100% on-line e gratuita!

[addtoany]

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.