1. Home
  2. »
  3. Carro

Teste psicotécnico Detran: como funciona e dicas para passar

Quer saber como passar no teste psicotécnico DETRAN? Então você está no lugar certo. Nesta matéria, você encontra tudo que precisa para passar na prova com tranquilidade.

Para tirar a carteira de habilitação é necessário passar por exames preliminares, exame de vista e o teste psicotécnico. Apenas após realizar todos esses teste que você pode seguir no processo de tirar sua CNH.

Pensando nisso, preparei esse artigo para mostrar a você como funciona o teste psicotécnico e o que você precisa focar para evitar algumas armadilhas desse teste.

Ainda sem seguro para seu carro?
Cote grátis seu seguro auto com a Minuto Seguros, a maior corretora online do Brasil, e receba cotações de até 16 seguradoras de uma só vez.
COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Acompanhe a leitura do artigo até o final e saiba tudo sobre o teste.

O que é o teste psicotécnico do Detran?

O teste psicotécnico é, basicamente, uma forma de avaliação da personalidade da pessoa. Ele é exigido pelo DETRAN, pois evidencia o nível de habilidades necessárias para um motorista, como raciocínio lógico, tomada de decisões, processamento de informação, tomada de informação, comportamento, concentração e memória.

Este tipo de avaliação é importante, pois o motorista vai se deparar com diversas situações no trânsito que exigem as habilidades citadas acima. Além disso, como algumas delas são estressantes, requerem não apenas um bom controle do volante, mas também equilíbrio mental e emocional.

Vale lembrar que o único profissional que é capaz de aplicar este tipo de exame é o psicólogo, pois trata-se de uma avaliação psicológica. Todos os testes psicotécnicos DETRAN devem ser aprovados pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP). Caso alguém que não seja da área tente passar avaliações desta natureza para outras pessoas, estará cometendo exercício indevido da profissão e estará sujeito às sanções previstas em lei.

Como o teste psicotécnico funciona?

Além de ser um instrumento utilizado no processo para tirar a carteira de habilitação, o teste psicotécnico DETRAN também é usado, por exemplo, em candidatos a vagas de empregos. Portanto, é possível que muitos já tenham passado por ele e tenham achado estranho a forma como é feito.

Alguns testes podem envolver figuras geométricas para a identificação de padrões e sequências lógicas. Outros utilizam estímulos visuais e sonoros, simultaneamente. O avaliador pode, por exemplo, pedir para o candidato traçar linhas retas verticais e, a cada sinal sonoro emitido (pode ser através de sua própria voz), desenhar uma linha reta horizontal.

Esses elementos obtidos através dos testes permitem que os avaliadores examinem diversos aspectos como, coordenação motora, percepção de espaço, capacidade de observação, nível de atenção e noção de proporções.

Quais os possíveis resultados do teste?

De acordo com o artigo 9º da Resolução nº 425/12 do CONTRAN e com base nas análises realizadas pelos avaliadores, são três os resultados possíveis para o teste psicotécnico DETRAN:

  • Apto: quando apresentar desempenho condizente para a condução de veículo automotor.
  • Inapto temporário: quando não apresentar desempenho condizente para a condução de veículo automotor, porém passível de adequação.
  • Inapto: quando não apresentar desempenho condizente para a condução de veículo automotor.

Se o resultado da sua avaliação for apto, significa que você poderá seguir com o processo para tirar a CNH normalmente. Caso seja considerado inapto temporário, você poderá refazer o teste quando o prazo de inaptidão definido pelo avaliador terminar. No caso do exame apontá-lo como inapto significa que, de acordo com o teste, você não tem as condições necessárias para dirigir.

Foi considerado inapto ou inapto temporariamente? Não está tudo perdido! É possível solicitar uma nova avaliação em até 30 dias. Além disso, é seu direito requisitar os motivos pelos quais o psicólogo chegou ao resultado obtido.

Quem precisa fazer o teste?

No Brasil, todos aqueles que estão no processo de tirar sua primeira carteira de habilitação precisam fazer o teste psicotécnico do DETRAN. Ou seja, se você está no início da sua jornada para conseguir a CNH, terá que ser aprovado neste exame. No entanto, não são apenas os aspirantes a motorista que necessitam passar por essa avaliação.

Confira abaixo quem são os motoristas que também precisam fazer esse teste:

  • Quem teve a carteira de habilitação cassada: a  pessoa só poderá voltar a dirigir após passar por todo processo de aprendizagem, inclusive com o psicotécnico. Quem teve a CNH suspensa, não tem necessidade de fazer o teste.
  • Motoristas profissionais: De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), todos aqueles que são motoristas profissionais, como taxistas, são obrigados a realizar o teste psicotécnico DETRAN a cada renovação da CNH. Isto significa que, uma vez a cada cinco anos, quem exerce atividades remuneradas com veículos precisa passar por essa avaliação.

O que cai no exame psicotécnico?

O exame psicotécnico serve para avaliar a personalidade do candidato a ter uma CNH. Ele avalia o nível de habilidades necessárias para quem quer ser um motorista.

Esse teste possui questões relacionadas aos seguintes tópicos:

  • Raciocínio lógico
  • Processamento de informação
  • Tomada de decisões
  • Concentração
  • Memória
  • Comportamento

Esses são os tópicos, pois são aqueles que melhor são capazes de avaliar a reação dos futuros motoristas ao complexo trânsito das cidades brasileiras.

Quais os motivos de reprovação no exame psicotécnico?

A primeira coisa a saber nesse tópico é que ao ser reprovado não quer dizer que você não é apto a dirigir, mas que no momento você não apresentou as habilidades exigidas para dirigir.

Dito isso, a principal causa de reprovação no exame psicotécnico é o nervosismo. Tente se alimentar bem e dormir o suficiente no dia anterior à prova para chegar com o corpo e a mente bem na hora da prova.

Além disso, existem outras coisas que podem tirar sua atenção e aumentar as chances de você ser reprovado:

  • Perder o foco por deixar o celular ligado;
  • Não tirar todas as dúvidas com o avaliador antes de iniciar a prova;
  • Chegar com atraso na hora da prova.
  • Vestir roupas desconfortáveis durante a prova.

Cada pessoa funciona de um jeito, mas os itens acima podem deixar você com mais ansiedade na hora da prova e impactar seu resultado.

Dicas de como passar no teste psicotécnico do Detran

Antes de tudo, é importante ressaltar que não existe certo e errado na hora de fazer o teste psicotécnico DETRAN. São características pessoais avaliadas para saber se o indivíduo tem condições de dirigir. Portanto, não é necessário estudar algo antes da realização do exame.

De qualquer maneira, seguem algumas dicas que podem ajudar você neste momento:

  • Procure ter uma boa noite de descanso no dia anterior ao teste. Será exigido de você um esforço mental muito grande, então, estar com as horas de sono em dia vai ajudar a não perder a concentração durante a avaliação.
  • Uma ótima dica para ter um bom resultado no teste psicotécnico DETRAN é descansar no dia anterior da prova. Assim, você estará mais relaxado e seu desempenho será melhor.
  • Além disso, é recomendável ir bem alimentado. Isso significa não estar de barriga vazia, mas também não exagerar, pois ambas as situações podem prejudicar o seu foco.
  • Em todos os momentos, fique extremamente atento a tudo o que o avaliador disser. Entender suas instruções e saber o que você deve fazer a cada momento vai ser importante para a realização do teste. Afinal, a concentração é um dos fatores considerados neste exame.

Tire suas dúvidas

Veja abaixo as respostas para as principais dúvidas sobre o exame psicotécnico.

É preciso fazer teste psicotécnico para renovação de CNH?

Para renovar a CNH é necessário realizar exame psicotécnico se você for um motorista que exerce atividade remunerada.

Qual o preço do teste psicotécnico?

O preço do exame psicotécnico pode variar de acordo com o estado, tendo um valor médio entre R$ 102,14 e R$ 250,00.

Preciso fazer o teste novamente?

Se você não se encontra nos grupos explicados anteriormente não precisará fazer o teste novamente. No entanto, é possível que todos precisem realizar avaliações psicológicas novamente, em um futuro breve. Existe um projeto de lei (PLS 98/2015), de autoria do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), que propõe a realização do teste psicotécnico para todos os motoristas durante o processo de renovação da CNH.

Excluído: A justificativa para essa mudança é que, de acordo com o autor do projeto, muitas doenças psicológicas podem afetar a ação dos motoristas. Além disso, ainda segundo o senador, o estado psicológico da pessoa na hora da renovação pode não ser o mesmo de quando passou pela avaliação pela primeira vez.

Excluído: O projeto tramita atualmente na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). Caso seja aprovada na CCJ e não haja recurso para o Plenário, a matéria segue para análise por parte da Câmara dos Deputados.

O que achou das nossas dicas sobre o teste psicotécnico do Detran? Você irá passar por ele em breve? Conta pra gente aqui!

3.77 / 284 votos

[addtoany]

Comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.