1. Home
  2. »
  3. Carro
  4. »
  5. Seguro

Emprestei o carro para um amigo e ele bateu, seguro vai cobrir?

Quem possui um automóvel provavelmente já deve ter emprestado para algum parente ou amigo. Afinal, nem todos possuem esse privilégio ou mesmo interesse em ter um veículo próprio na garagem. Mas, muitos proprietários possuem uma dúvida em relação a isso: emprestei o carro e bateram ele, o seguro vai cobrir?

emprestei o carro

“Emprestei o carro e baterem ele”. É bem capaz que essa situação já tenha ocorrido com diversos motoristas. Afinal, o trânsito no Brasil não é algo muito favorável no quesito segurança, pois há muitos acidentes nas estradas do país. Por isso, alguns proprietários possuem dúvida se o seguro indenizará se houver um sinistro enquanto o veículo estiver emprestado.

Muitas vezes, aquela pessoa que precisou do automóvel não possui condições para arcar com todo o prejuízo por conta própria. Dessa forma, o seguro é a principal alternativa para fazer o conserto do automóvel gastando consideravelmente menos, arcando apenas com a franquia da apólice, em caso de perda parcial.

Seguro auto

Vale lembrar que só o seguro auto oferece proteção contra riscos que não podemos prever quando acontecerão, seja roubo, furto ou uma colisão com terceiros, por exemplo.

Aliás, para fazer uma cotação, conte com a Minuto seguros, a maior corretora online do Brasil. Trabalhamos com mais de 10 seguradoras do mercado para oferecer o plano ideal para o seu perfil.

Para cotar, basta preencher o formulário de clicando no botão. Se preferir, ligue grátis para 0800 773 3000 e fale diretamente com um consultor.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Emprestei o carro e bateram ele, vou ser indenizado?

Quando o segurado receberá indenização

Emprestei o carro e bateram ele, vou ser indenizado? - Quando o segurado receberá indenização

No momento de fazer a contratação do seguro auto, é natural que as companhias solicitem os nomes daquelas pessoas que podem eventualmente dirigir o seu carro. Essa informação definirá todo o caso sobre a indenização. Geralmente, o proprietário precisa descrever quem será aquele condutor adicional, passando até mesmo o nome e outros dados para a companhia. Mas, também há seguradoras que apenas exigem informações em contextos gerais, como: se o motorista terá menos de 25 anos ou o sexo dele, sem precisar mencionar nomes.

Se a pessoa que pegou o automóvel emprestado estiver dentro dessa descrição da apólice, a seguradora deve arcar com o prejuízo do sinistro. Além disso, outra possibilidade para conseguir a indenização da seguradora é fazer a contratação de um seguro mais amplo. Ou seja, em que a seguradora precisará arcar com os custos independentemente de quem estiver dirigindo no momento do sinistro. Mas, neste caso, o valor da proteção deverá ser maior do que qualquer outro plano de seguro.

Quando a seguradora não indenizará

Emprestei o carro e baterem ele, vou ser indenizado?

Como dissemos anteriormente, as seguradoras exigem uma descrição dos condutores adicionais que irão dirigir o carro em momentos esporádicos. Dessa forma, caso o motorista não se encaixe na descrição prevista na apólice, a seguradora poderá negar o pagamento da indenização.

Conclusão

Em conclusão, é complicado afirmar se a seguradora irá com certeza arcar com os prejuízos. Afinal, esse fator depende de muitos pontos, como: contrato do seguro, companhia escolhida, condutor que pegará o carro, entre outros. Mas, o importante mesmo é sempre analisar a situação antes de entregar a chave de seu automóvel. Isso pode evitar muitas complicações em relação ao veículo.

4.4 / 5 votos

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *