Home » Carro » Dicas

Quais os tipos de extintores automotivos disponíveis?

Quando se trata de segurança no trânsito, todos os cuidados devem ser tomados. Optar pela direção defensiva, realizar manutenção preventiva para evitar quebra de peças e utilizar sempre o cinto de segurança são alguns exemplos de medidas adotadas para minimizar os riscos que andar de carro envolvem. Além disso, existem outros itens que podem representar mais proteção ao motorista e outras pessoas presentes no veículo. Por isso, neste texto, falaremos sobre os tipos de extintores automotivos, a diferença entre os modelos e, obviamente, a importância desse item.

Todas as medidas de segurança que citamos são importantíssimas. Tudo o que proteger quem está no veículo é bem-vindo. Por isso, outra forma de proteção essencial é a contratação de um seguro auto. Só assim você tem a garantia de ser ressarcido financeiramente no caso de um sinistro, bem como receber o amparo necessário se houver algum imprevisto indesejado.

Para ter essa proteção e garantir a sua tranquilidade, faça uma cotação com a Minuto Seguros, uma das maiores corretoras do Brasil e líder do segmento online. Trabalhamos com mais de 10 seguradoras que estão entre as principais do país. Assim, garantimos uma proposta que seja adequada ao seu perfil e às suas necessidades.

Para cotar, basta preencher o formulário clicando no botão abaixo. Se preferir, ligue grátis para 0800 773 3000 e fale diretamente com um consultor.

COTAÇÃO SEGURO AUTO GRÁTIS

Tipos de incêndio

Antes de falar sobre os tipos de extintores que existem, é preciso saber como são classificados os diferentes tipos de incêndio.

O Corpo de Bombeiros do Estado de de São Paulo possui uma cartilha de orientação para o combate ao incêndio. Neste documento, a corporação lista quatro classes de incêndio (A, B, C e D), que são divididas de acordo com o tipo de material que pega fogo.

Incêndio Classe A

Os incêndios da Classe A são aqueles que inflamam materiais sólidos, tais como papel, madeira, tecido, algodão e borracha. Suas principais características são deixar resíduos queimados, entre os quais estão brasas e cinzas, além de queimar em superfícies e em profundidade.  

Incêndio Classe B

Já a Classe B engloba incêndios em líquidos inflamáveis, como gasolina, óleo e querosene. Diferentemente da Classe A, eles não deixam resíduo algum e queimam apenas em superfície.

Incêndio Classe C

A Classe C é constituída por incêndios em equipamentos elétricos energizados, como máquinas elétricas e quadros de força. Já se o circuito elétrico estiver desligado, o fogo é considerado de Classe A.

Incêndio Classe D 

Para o incêndio ser considerado de Classe D, ele deve acontecer em metais facilmente inflamáveis, dentre os quais estão magnésio e alumínio em pó. Tanto C quanto D não devem jamais serem combatidos com água.

Incêndio Classe K

Há ainda a classificação de incêndios da Classe K, que são os que acontecem em óleo e gordura na cozinha, geralmente em frigideiras, grelhas, assadeiras e fritadeiras.

Tipos de extintores existentes

Agora que você já sabe quais são as classificações de incêndios que existem, vamos falar sobre cada um dos tipos de extintores que existem e para qual classe de fogo eles são indicados.

Extintor de pó para classes ABC

Este é o tipo de extintor indicado para combater o maior número de classes de incêndio. Ele conta com um pó diferenciado, que é ideal para agir em princípios de fogo em líquidos inflamáveis, equipamentos energizados e materiais sólidos.

Extintor com água pressurizada

Apenas incêndios da Classe A devem ser combatidos com este extintor. Ou seja, em caso de fogo em materiais sólidos como madeira, tecido e papel.

Extintor com gás carbônico

Mesmo sendo indicado preferencialmente para incêndios da Classe C, em equipamentos elétricos energizados, ele também pode ser utilizado para combater o fogo das classes A e B.

Extintor com pó químico seco

É o tipo de extintor mais adequado para combater incêndio em líquidos inflamáveis, que pertence à Classe B, agindo por abafamento. De qualquer maneira, ele também funciona contra o fogo oriundo das classes A e C.

Extintor com pó químico especial

Este tipo de extintor, que também age por abafamento, é indicado para incêndios da Classe D (fogo em materiais inflamáveis).

Tipos de extintores utilizados em automóveis

Até o início do ano de 2015, o extintor mais utilizado em veículos era o tipo BC, especializado em combater incêndios em materiais elétricos energizados e em líquidos inflamáveis. Um dos problemas deste tipo era o fato de ter validade de apenas um ano, e precisar ser recarregado sempre após o seu vencimento.

No início de 2015, após resolução publicada pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito) foi indicada a substituição dos modelos BC pelos novos extintores de pó para classes ABC, com maior abrangência e incêndios combatidos e cinco anos de validade. Ou seja, com uma durabilidade muito superior.

Além de apagar fogo originado de materiais elétricos energizados, como na bateria e na fiação do carro, por exemplo, e em líquidos inflamáveis, como em combustíveis, o extintor ABC combate incêndios em materiais sólidos, tais quais madeira, tecidos, papel e borracha.  

O uso de extintores em automóveis é obrigatório?

Em 2015, a partir de 1º de janeiro, o uso dos extintores ABC seriam obrigatórios em todos os veículos automotores, com previsão de multa para os que fossem flagrados sem a presença do equipamento de segurança. Porém, após uma série de adiamentos com relação a obrigatoriedade, no mês de setembro foi decidido que a presença dos extintores seria facultativa. Portanto, atualmente não é uma exigência prevista em lei, embora seja recomendado.

No entanto, existe um projeto de lei aprovado pela câmara e atualmente em apreciação pelo senado, que prevê novamente a obrigatoriedade da presença de extintores ABC nos automóveis. De acordo com Moses Rodrigues (PPS-CE), autor da PL 3404/2015, o equipamento “ajuda a proteger a vida e a integridade física dos condutores e passageiros”.

Então é necessário ficar atento ao possível retorno da obrigatoriedade da presença dos extintores ABC nos veículos. De qualquer maneira, mesmo que possuir este equipamento de segurança não seja previsto em lei, é recomendável contar com este item no seu carro. Tudo o que puder proteger quem está dentro do automóvel é válido.

Agora você já sabe quais são os tipos de extintores que existem e para qual tipo de incêndio cada um deles é indicado. Ficou com alguma dúvida? Mande a sua pergunta nos comentários!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *