O que fazer ao passar por um roubo ou furto fora do Brasil?

Fazer uma viagem internacional é o sonho de muitas pessoas. A experiência de realizar algo dessa magnitude é única e fica pra sempre na memória. Mas, tudo pode ser prejudicado caso o viajante sofra um roubo ou furto fora do Brasil. Infelizmente, a violência existe em qualquer parte do mundo. Em alguns países, os casos não são tão recorrentes, porém, ainda assim, podem acontecer. Portanto, para garantir que conseguirá seguir com a viagem mesmo se algo assim acontecer com você, continue lendo.

roubo ou furto fora do Brasil

Mesmo estando acostumado com a insegurança de andar pelas ruas do país, o brasileiro ainda acaba correndo o risco de sofrer um roubo ou furto fora do Brasil. Entretanto, diferentemente de quando está em território nacional, para recuperar aqueles bens que foram subtraídos é ainda mais complicado.

Cote, compare e economize no seguro

Receba grátis até 17 cotações e escolha o seguro que cabe no seu bolso.

Logo Reclame Aqui A Minuto é Bicampeã do Prêmio Reclame Aqui.


Muitos dos pertences subtraídos podem ser substituídos por novos, como: celular, máquina fotográfica, roupas etc. Mesmo que isso faça com que os gastos da viagem sejam ainda maiores. No entanto, o mais trabalhoso nesses casos é ter a carteira levada com cartões, dinheiro e passaporte, por exemplo. Pois provavelmente será necessário gastar bastante tempo para refazer os documentos.

Seguro viagem

É por conta dessas situações que o seguro viagem acaba mostrando-se como algo essencial durante o passeio. Afinal, este é o único serviço que oferece proteção contra diversos riscos que não podemos prever quando acontecerão. Ou seja, sofrer um roubo ou furto fora do Brasil, precisar de um atendimento médico ou até mesmo ter a bagagem extraviada.

Para fazer uma cotação, conte com a Minuto Seguros, uma das maiores corretoras do Brasil. Trabalhamos com as principais seguradoras do mercado para oferecer o plano ideal para o seu perfil. Basta preencher o formulário em nosso site ou, se preferir, ligar grátis para 0800 882 0656 e falar diretamente com um consultor.

CLIQUE PARA COTAR SEGURO VIAGEM

Independentemente de ter realizado a contratação do seguro para fazer a viagem, é importante saber o que fazer por conta própria ao sofrer um roubo ou furto fora do Brasil. Portanto, continue lendo para saber as principais dicas para resolver essa situação.

Roubo ou furto fora do Brasil: o que fazer?

Se o passaporte for levado

roubo ou furto fora do Brasil - passaporte

Além de falar sobre como lidar com a subtração de seu passaporte, também é importante destacar os cuidados especiais que se deve ter com ele. O primeiro ponto é nunca mantê-lo junto com os outros pertences, principalmente os mais atrativos para os ladrões, como: celular, carteira, jóias etc. Afinal, este documento é a sua identificação fora do país. Além disso, não é possível embarcar de volta ao Brasil sem suas informações.

Mas, se ainda assim tiver esse documento levado em um roubo ou furto fora do Brasil, o primeiro passo para resolver é ir à delegacia mais próxima de onde ocorreu o crime e registrar um boletim de ocorrência (B.O). Feito isso, o próximo passo é ir até a Repartição Consular Brasileira, uma embaixada ou consulado mais próxima. Lá, será feita a solicitação de um novo documento, mediante o pagamento de um determinado valor para que a confecção seja realizada. O turista deve-se lembrar que tal solicitação deverá ser feita nos horários de atendimento da Repartição Consular.

No entanto, caso o viajante não tenha tempo para esperar a emissão do seu passaporte, ele terá que recorrer à última solução. No mesmo consulado ou embaixada, será necessário solicitar uma Autorização de Retorno ao Brasil (ARB). Este documento é gratuito e pode ser utilizado apenas uma vez para voltar ao país.

Outros documentos subtraídos 

roubo ou furto fora do Brasil

Assim como o passaporte, o Registro Geral (RG) e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) são documentos extremamente importantes. No entanto, nenhum desses pode ser emitido por algum consulado ou embaixada fora do país. Somente os órgãos competentes localizados em nosso território podem fazer uma segunda via caso haja a subtração.

Quando a viagem é feita nos países do Mercosul, apenas o RG já é o suficiente para fazer o trajeto de volta para o país. Portanto, para solicitar sua ARB, basta ir no consulado ou embaixada após fazer o B.O em uma delegacia.

Celular 

roubo ou furto no exterior - celular

Ficar sem o aparelho pode ser uma das piores sensações nesse caso. Afinal, os contatos, fotos e senhas podem acabar sendo perdidos. Com a subtração desse item, o turista deve ligar para sua operadora e fazer o bloqueio de sua linha telefônica por conta do ocorrido. Então, quando ele voltar ao Brasil, poderá comprar um novo chip e restabelecer sua linha novamente.

Além disso, muitos smartphones da atualidade possuem diversas medidas de segurança. Ou seja, ainda é possível fazer o rastreamento do aparelho, excluir as informações que estão nele e muito mais.

Roubo ou furto fora do Brasil de cartões

Cartões

Mesmo que o viajante não deixe seu cartão guardado junto com a senha, ainda assim é preciso agir com rapidez para fazer o seu bloqueio. Dessa maneira, entre em contato com a central de atendimento do seu banco informar a situação.

Dependendo do seu plano, é possível solicitar um cartão de emergência ou pedir uma remessa de dinheiro. Recomendamos que analise junto à empresa para saber quais opções existem para resolver este problema.

Essas foram as dicas para saber o que fazer em casos de roubo ou furto fora do Brasil. Se ainda há dúvidas, deixe nos comentários abaixo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *