1. Home
  2. »
  3. Carro
  4. »
  5. Dicas

Cinto de segurança para cachorro: proteja seu bichinho

Andar de carro pode ser uma grande terapia para alguns cachorros, mas para que isso seja feito da maneira mais segura, proteger o seu bichinho é fundamental. Atualmente, existem diversas maneiras de fazer isso e, entre elas, está o cinto de segurança para cachorro.

Cinto de segurança para cachorro

É necessário sempre lembrar e entender, que os animais são dependentes de nós e, por isso, prezar pela máxima segurança dos bichinhos é o mínimo que podemos fazer por quem nos traz tantas coisas boas.

Durante uma viagem com o cachorro dentro do carro são necessários alguns cuidados para que a rota seja tranquila. Afinal, quem tem algum animalzinho sabe que ao decidir fazer uma viagem – por menor que ela seja – não há nada melhor que contar com companhia do melhor amigo do homem.

Por isso, neste artigo vamos falar um pouco mais sobre um detalhe importante para uma viagem com o seu pet: o cinto de segurança para o cachorro. O que é e como usar esse acessório, são dúvidas que você vai retirar aqui!

Mas lembre-se que, além de proteger seu cão durante uma viagem, é necessário proteger seu carro também. E isso é tão fácil quanto entender o uso do cinto de segurança para cachorro, pois basta fazer a contratação de um seguro auto.

Com ele, você estará protegido de imprevistos, como roubos, furtos, batidas, danos da natureza etc.

Aproveite para cotar o seguro do seu carro agora mesmo com a Minuto Seguros, a maior corretora de seguro auto do país. Preencha o formulário ou ligue grátis para 0800 773 3000 e fale com um de nossos consultores para receber uma proposta de acordo com suas necessidades.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Retomando o assunto de cinto de segurança para cachorro, veja agora as principais curiosidades e dicas sobre esse assunto.

O cinto de segurança para cachorro é obrigatório?

into de segurança para cachorro - O cinto de segurança para cachorro é obrigatório?

Não! Apesar de existirem algumas regras sobre o transporte de animais dentro do carro, o cinto de segurança para cachorro não é considerado obrigatório.

Mas a condução de animais nas partes externas do veículo é considerada infração grave e pode acarretar em multa de R$195,23 e mais cinco pontos da carteira. Dependendo da gravidade da infração, o veículo pode até ser apreendido.

Também não é permitido levar cachorros à esquerda do motorista, entre os braços ou pernas. Nesse caso, a multa é um pouco mais leve: R$130,16 mais quatro pontos na carteira, sendo considerada uma infração média.

O que existe é a indicação de que eles sejam acomodados confortavelmente no banco de trás, de modo que fiquem protegidos em caso de colisão. E, para isso, o cinto de segurança para cachorro se faz necessário.

Cães de pequeno porte podem ser levados em caixas transportadoras próprias para seu tamanho se o motorista preferir, mas nesse caso o indicado é que elas estejam presas a algo.

Vantagens do cinto de segurança para cachorro

cinto de segurança para cachorro - Vantagens do cinto de segurança para cachorro

Além da óbvia segurança para o cachorro e para os ocupantes do carro, o cinto de segurança para cachorro tem outros benefícios importantes.

Já foram realizados alguns estudos que mostraram que um cão de porte médio e cerca de 25 quilos pode se transformar em um projétil de potencial grave durante uma batida de carro. Caso o bichinho não esteja preso, a probabilidade de ele ser lançado contra algum passageiro, contra o banco ou vidros é muito grande.

Outro ponto muito comum nos acidentes de carro com a presença de animais de estimação são as distrações. É muito incomum que, principalmente os cachorros, fiquem quietos e parados no carro durante todo trajeto.

Foram analisados alguns dados que mostraram que 60% dos casos de acidentes automotivos se dão em virtude de distrações com os animais de estimação. Mesmo que os acidentes, em sua maioria, não sejam os mais graves, qualquer detalhe pode prejudicar o motorista.

Isso acontece frequentemente porque quando viajamos com bichinhos de estimação é quase “automático” olhar para trás e ver o que está acontecendo, se há muita movimentação, se o cão está passando mal e por aí vai. Já os bichinhos menores, que estão acostumados com colo, se movimentam até chegar ao destino que eles querem, ou seja, o colo. E quando estamos na estrada isso é muito perigoso.

O melhor cinto de segurança para cachorro

cinto de segurança para cachorro - O melhor cinto de segurança para cachorro

Na Lei não há nenhum indicativo sobre a obrigatoriedade do uso de cinto de segurança para cachorro, por isso, não há indicação de qual é o melhor modelo. Mas, para garantir maior segurança para os cães, o cinto de peitoral é uma opção mais atrativa, pois todo corpo do animal fica protegido, já que ele estará preso quase que por completo, reduzindo sua mobilidade.

No momento de uma batida, por exemplo, o impacto tende a ser muito menor, diminuindo as chances de ferimentos mais graves.

No momento de comprar um cinto de segurança para cachorro, certifique-se de que ele foi testado pelo Inmetro e que a sua eficácia é comprovada. Passe longe de produtos que não lhe tragam essa segurança.

Como usar o cinto de segurança para cachorro

cinto de segurança para cachorro - Como usar o cinto de segurança para cachorro

Não há muitos segredos em relação à utilização do cinto. Basicamente, ele funciona como uma coleira de peitoral, com a diferença de possuir um gancho que adere ao cinto de segurança do automóvel. Isso reduzirá os movimentos do cachorro e ampliará sua segurança.

Como alguns cachorros não estão acostumados a andar de carro, não estarão acostumados ao uso do cinto de segurança, por isso, é necessária uma adaptação. O estresse é uma das piores sensações para o cachorro.

Para iniciar esse processo, comece a dar algumas voltinhas para a adaptação ao carro e ao cinto de segurança para o cachorro. Ao término dos trajetos, caso tenha se comportado, premie-os com biscoitinhos e alguns mimos. Essa associação irá remeter a algo prazeroso e feliz,fazendo com que seu bichinho associe o uso do cinto com boas sensações.

cinto de segurança para cachorro - Como usar o cinto de segurança para cachorro

Também é possível fazer a adaptação com o carro desligado, principalmente com relação ao cinto. Coloque o cachorro no veículo e ponha o cinto de peitoral nele. É possível que ele queira tirar, se não estiver muito acostumado com itens que o “prendam” como uma coleira. Faça carícias para que ele veja que não está ocorrendo nada de ruim.

O uso do cinto de segurança para cachorro traz benefícios para você e para seu bichinho, pois garante a segurança de todos dentro do carro.

Quando for fazer uma viagem mais longa com o cachorro, as paradas devem ocorrer a cada duas ou três horas. Em caso de viagens menores, de duas horas, por exemplo, tente parar no meio do trajeto. Isso é importante para que os bichinhos possam andar livremente, esticar as patinhas e fazer as necessidades.

Se for oferecer água para o cachorro, tome cuidado para que ele não beba muito e rapidamente. Isso pode ocasionar náuseas e vômitos na continuidade da viagem.

Depois desse artigo você está pronto para usar o cinto de segurança para cachorro tranquilamente. Mas, se ainda houver alguma dúvida, deixe seu comentário para nós! E não se esqueça de que manter-se seu veículo protegido é garantir qualidade de vida!

4.5 / 6 votos

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *