Home » Carro » Seguro

O que as seguradoras avaliam na vistoria do seguro?

Quando você um veículo, sendo ele novo ou usado, é preciso realizar a contratação de um seguro auto para ter certeza que terá o suporte necessário caso imprevistos indesejados, como roubo, furto, colisões, falha mecânica etc. Para obter a proteção, é preciso fazer a vistoria do seguro, que é uma breve análise feita pela seguradora escolhida.

vistoria do seguro

A vistoria do seguro é um fator essencial para a aprovação da contratação do serviço. Ela possibilita identificar as condições em que o carro se encontra e as possíveis alterações em sua estrutura. Todas as seguradoras exigem a análise. Ela só não será necessária nos seguintes casos:

  • – Se o carro for zero km e não tiver saído da concessionária;
  • – Se o cliente renovar com a mesma seguradora (algumas empresas podem pedir a vistoria quando há mudança de seguradora);
  • – Se a renovação for realizada antes do vencimento do seguro.

Para que você entenda melhor, preparamos este texto abordando os pontos que as seguradoras podem analisar no seu veículo, que definirão a aceitação ou recusa na cotação do seguro.

Aproveite e faça a cotação com a Minuto Seguros. Trabalhamos com mais de 10 seguradoras do mercado para oferecer o plano ideal de acordo com o seu perfil. Para cotar, basta preencher o formulário clicando no botão abaixo. Se preferir, ligue grátis para 0800 773 3000 e fale diretamente com um consultor.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

O que é avaliado na vistoria do seguro?

Análise prévia 

vistoria do seguro - análise prévia

Essa análise é a mais conhecida e popular entre as seguradoras. Nela, todos os equipamentos básicos do automóvel são checados e, geralmente, já é o suficiente para a aceitação do seguro.

O objetivo é verificar a origem do veículo, bem como suas condições gerais no momento da análise, para ver se existem avarias visíveis, a existência de acessórios, equipamentos opcionais e dispositivos de segurança.

Algumas seguradoras oferecem a opção de realizar a vistoria de diversas maneiras, seja na garagem da casa do próprio proprietário, no local de trabalho ou em alguma oficina autorizada que será indicada pela corretora ou pela própria seguradora.

Análise de risco

vistoria do seguro - Análise de risco

Após a análise prévia, em alguns casos será necessário fazer a análise de risco. Essa, por sua vez, exige mais tempo e é feita por especialistas que buscam qualquer detalhe que possa influenciar no risco. Este processo é mais intenso e pode envolver até mesmo o histórico do carro.

Histórico do carro

vistoria do seguro - Histórico do carro

O histórico do carro é checado para identificar se houve algum dado omitido nos formulários da própria seguradora. Isso inclui a compra do automóvel em leilão ou até mesmo sinistros ocorridos anteriormente. Esses dois fatores são suficientes para gerar a recusa do seguro.

Inspeção veicular

vistoria do carro - inspeção veicular

Além das análises, em alguns casos específicos a inspeção veicular pode ser exigida. Porém, somente quando houver  alterações no automóvel que possam ser aceitas pela seguradora. Um dos exemplos mais comum é quando o carro tem o kit para rodar com GNV, o gás natural.

Modelo do carro

Vistoria do seguro - modelo do carro

Esse ponto serve apenas para identificar se o modelo do carro é o mesmo informado pelo segurado na cotação do seguro. Para isso, as seguradoras utilizam o número do chassi do automóvel, que também não pode estar raspado ou alterado.

Modificações

vistoria do seguro - modificações

Outra avaliação a ser feita é para verificar se os veículos são modificados, como um carro rebaixado, que é recusado imediatamente pelas seguradoras. Outras mudanças, como envolvendo som e o motor, podem fazer com que as  neguem o pedido de seguro.

Agora você já sabe o que é avaliado no momento de fazer a vistoria do seguro. Se houver dúvidas, deixe um comentário abaixo!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *