1. Home
  2. »
  3. Manutenção

Velas de ignição: para que servem e quando devo trocar?

Quer saber tudo sobre a vela de ignição? Então você está no lugar certo. Na matéria de hoje vou explicar o que é essa peça e qual sua importância para o carro.

Qual é a função da vela de ignição?

As velas de ignição do automóvel são responsáveis por criar a faísca dentro da câmara de combustão, ou seja, ela explode o combustível e a mistura do ar, empurrando o pistão para baixo e movimentando o carro. É importante lembrar que as velas de ignição trabalham em condições extremas, por isso temos que ficar atentos para saber quando trocá-las.

Permanecer com velas desgastadas poderá causar alguns problemas no veículo, como: dificuldades na hora de dar a partida, desempenho abaixo do esperando, a marcha lenta ficará desregulada e o consumo de combustível ficará muito maior. Por isso, entender o que fazer para mantê-las com um bom funcionamento é uma maneira de preservar o bom funcionamento do carro.

Ainda sem seguro para seu carro?
Cote grátis seu seguro auto com a Minuto Seguros, a maior corretora online do Brasil, e receba cotações de até 16 seguradoras de uma só vez. COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Quantos km dura vela de ignição

As velas de carro geralmente são trocadas a cada 50 mil ou 60 km, mas devem ser checadas a cada 10 mil km. Se quiser saber mais sobre o momento da troca das velas do motor, o tópico abaixo trata exclusivamente disso.

Quando trocar as velas de ignição do carro

É recomendado que as velas de ignição sejam analisadas a cada 10 mil quilômetros rodados. O período de troca pode variar de um automóvel para outro, mas normalmente não deve passar dos 40 ou 50 mil quilômetros rodados.

No manual de cada carro é indicado o intervalo preciso para a troca da vela.

Como saber se a vela de ignição está boa

Se a vela de ignição estiver cinza, amarelada ou marrom, significa que sua vida útil está próxima do fim. Para saber se ela está carbonizada, basta ver se a ponta está coberta de carvão.

Agora, se achar que a vela está superaquecendo, verifique se a ponta do isolador está esbranquiçada ou com alguns pontos pretos na superfície. Também não se esqueça de verificar a rosca da vela, pois se estiver danificada significa que existe um excesso de torque na hora que a pessoa a colocou no lugar. E também atente-se ao o isolador cerâmico, pois a peça não pode conter nenhuma trinca.

Como fazer com que as velas de ignição durem mais

Os eletrodos da vela têm um desgaste natural com o tempo, mas o que mais afeta a vida útil é o ajuste dos parâmetros que a alimentam. Outras partes com problemas também podem danificar a peça do automóvel.

A vela será carbonizada se existir um desgaste dos anéis ou por vedadores de válvulas com defeito. O proprietário do veículo terá que limpar as velas de ignição com frequência se ele não fizer uma retífica no carro.

Vela fria ou quente. Qual a melhor?

Não é certo colocar velas de ignição com o grau térmico diferente do recomendado. Se estiver quente demais, vai aumentar a temperatura na câmara do veículo, deixando o motor exposto ao risco de fundir ou ter problemas bem grandes. Se a vela colocada estiver muito fria, o desempenho irá piorar, mas isso pode se tornar útil se o carro for passado para o álcool ou estiver com alguma preparação.

Evite dor de cabeça: cote seu seguro na Minuto Seguros

Mais do que proteger o seu carro com manutenções e revisões, fazer um seguro auto é essencial para garantir que ele esteja coberto nas mais diversas situações. Na Minuto Seguros, cotamos com mais de 16 seguradoras e montamos um plano de acordo com a sua necessidade e o seu perfil.

Quer proteger o seu carro contra qualquer imprevisto? Então faça agora mesmo uma cotação online sem compromisso com a Minuto Seguros, ou se preferir pode ligar gratuitamente para 0800 773 3000 e falar diretamente com um consultor.

3.85 / 13 votos

[addtoany]

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sair da versão mobile