Aqui no blog da Minuto Seguros você encontra dicas e notícias sobre seguros, carros, casas, eletrônicos, viagens e muito mais. Acesse e confira nosso conteúdo.

Como funciona o Pós-Vendas da Minuto Seguros?

pós-vendasDesde a sua fundação, a Minuto Seguros quer muito mais do que apenas vender seguros. O intuito da corretora segue uma linha simples: mais do que um amparo, paciência e cautela na hora de negociar, apresentar propostas e fechar o seu seguro, durante todo o ano de vigência da apólice, estamos à disposição para auxiliá-lo em qualquer eventualidade, desde um simples endosso, até em casos de sinistros que resultem em perda total ou parcial, roubos, furtos, assistências 24 horas, entre outros casos, por isso, temos uma área voltada para o Pós-Vendas. O diferencial da Minuto está em ser mais do que uma empresa que vende seguros.

Valorizamos demasiadamente o atendimento, até por isso, recebemos elogios constantes de nossos clientes. Atualmente, já temos mais de 1.000 mensagens em nossa página de depoimentos de clientes. Vender seguros é algo que muitas empresas e profissionais fazem, mas o atendimento ágil, com qualidade, rapidez e eficiência, são características de uma empresa que pensa além dos lucros, colocando a satisfação do cliente em primeiro lugar.

Preparar uma área de Pós-Vendas voltada para o suporte foi o primeiro passo com o intuito de qualificar esse tratamento com o cliente. Cada etapa da negociação é importante, mas o depois é fundamental. É o depois que fortalecerá a nossa relação.

E se ainda não sabe o que acontece quando você fecha um seguro com a Minuto, confira o passo a passo abaixo. Cada detalhe é pensado para uma experiência tranquila e extremamente positiva. Sabemos que seguro nem sempre é tão simples de entender, mas a gente quer te ajudar ao máximo.

Pós-Vendas – Transmissão

Após aceitar uma de nossas propostas de seguro, enviamos todos os seus dados para a seguradora. É ela quem irá fazer uma análise, dar prosseguimento às próximas etapas, como a vistoria, e trabalhar para uma emissão de apólice mais rápida.

O papel da Minuto, nesta etapa, consiste em acompanhar o processo e deixá-lo informado sobre qualquer novidade que ocorra, seja na marcação de uma vistoria, envio de boleto para o pagamento ou aviso que o seu carro já está coberto.

Pós-Vendas –Vistoria

Se o seu carro for zero quilômetro, ou seja, caso ele nem tenha saído ainda da concessionária, o veículo, automaticamente, fica livre da realização da vistoria. Será apenas necessário a apresentação da nota fiscal para que a seguradora dê início ao processo de emissão da apólice.

Mas, se o seu carro não for zero quilômetro e nem estiver dentro do prazo de uma renovação de seguro, será necessário realizar uma vistoria. As seguradoras solicitam esse processo para ter certeza do estado atual do veículo, com o intuito de evitar fraudes, por exemplo.

Pós-Vendas – Pendência

Em alguns casos, as seguradoras podem solicitar documentos extras, como nota fiscal, cópia de apólice, entre outros ou reparos no carro para aprovação do seguro. Pneus carecas, carro batido, número do chassi ilegível são apenas alguns dos empecilhos que podem causar a reprovação em uma vistoria. Mas, fique tranquilo que lhe mandaremos por e-mail todos os itens causadores de reprovações na vistoria. É importante atentar-se a todos antes de se dirigir a um posto para vistoria.

Pós-Vendas – Emissão

Após a realização e a aprovação da vistoria, o seu carro passa a ter cobertura. As seguradoras têm um prazo de até 15 dias para emitir a sua apólice de seguro, desde que não haja nenhuma pendência. Caso isso ocorra, o prazo é estendido. A apólice pode ser digital ou física, isso não interfere em nada na validade do seguro. Por exemplo: em casos de sinistros, somente a placa do carro e o CPF já serão informações para que a seguradora identifique o seu cadastro e possa auxiliar no decorrer do processo.

Pagamento

Dentro do nosso time de Pós-Vendas há uma equipe que vai ficar preocupada somente com a questão dos pagamentos. Se você estiver com o pagamento em atraso, quiser alterar a forma de pagamento, tiver perdido a 1ª via, problemas no débito automático, cartão de crédito, precise alterar os seus dados bancários, entre em contato com a gente para auxiliarmos.

Na hipótese de você não pagar uma ou mais parcelas do seguro, a vigência da sua apólice será reduzida e, consequentemente, a cobertura do seu seguro. A redução de vigência por inadimplência é calculada segundo a Tabela de Prazo Curto, que consta nas Condições Gerais de todos os seguros. Para cada percentual do prêmio pago, há um prazo de vigência correspondente. Por exemplo: se foi pago 50% do valor do seguro, segundo a Tabela de Prazo Curto, o segurado terá cobertura de 120 dias. Por isso, lembre-se de manter o pagamento do seguro sempre em dia. Acesse a nossa página do Fale Conosco para falar com a gente pelo meio que preferir.

Endosso

No nosso time de Pós-Vendas também há uma equipe destinada apenas a realização de endossos. Para quem ainda não tem conhecimento, endosso é o documento pelo qual são feitas as alterações na sua apólice do seguro quando necessário. Também, em termos mais técnicos, é conhecido como aditivo do contrato de seguro. Por meio do endosso do seguro, irá ser formalizado e efetivado todas as modificações no seu seguro necessárias ao longo da vigência.

A opção em realizar um endosso seguro acontece em alguns momentos na inclusão ou exclusão de coberturas, por exemplo: deseja incluir carro reserva, retirar uma cobertura de vidros, acrescentar guincho ilimitado, entre outras. Também é necessário fazer um endosso no seguro quando há mudança de modelo do carro, seja para um mais caro ou mais barato, quando há mudança de endereço residencial ou comercial, ou qualquer outra alteração que seja significante na apólice ou impacte diretamente na cobertura ou nos riscos.

Sinistro

Seguro é um dos únicos serviços que as pessoas contratam e não querem usar, mas, nem sempre é assim. Pensando em um suporte para atender em casos de sinistros, a Minuto também tem uma área voltada somente para estes acontecimentos. sinistros, nada mais é do que uma ocorrência de todo evento que tem cobertura no seguro contratado, que esteja especificado na apólice. Usando termos mais diretos, sinistro é quando você bate o seu carro de forma involuntária e havia sido contratado a cobertura para colisões, por exemplo.

Por outro lado, se o seu carro é roubado e você não contratou a cobertura para roubo ou furto, o evento ocorrido (o roubo do veículo, neste caso) não pode ser considerado um sinistros, pois os prejuízos não estarão cobertos pelo seguro.

Quando ocorre um sinistros, há duas maneiras de receber a indenização da seguradora, são elas a indenização parcial ou indenização integral. A Minuto, nestes casos, pode lhe dar o suporte necessário para um processo mais simples com as seguradoras.

O critério objetivo para classificar um sinistros como perda parcial ou perda total é o seguinte: se o valor para o conserto for inferior a 75% do valor do veículo, é considerado perda parcial. E se o valor dos reparos for igual ou maior que 75% do valor do veículo, é caracterizado como perda total. Veículos segurados que são roubados ou furtados e que não forem localizados são indenizados integralmente. Por outro lado, se o seu veículo foi roubado e antes de você ser indenizado o carro for localizado dentro da data limite imposta pela seguradora, será feita a mesma análise para saber se o valor do conserto atinge o valor da franquia. Caso o veículo possua avarias que não atinjam o valor da franquia, os reparos devem ser efetuados sem o acionamento da seguradora, ou seja, “por fora”. Por exemplo: seu carro foi encontrado com um arranhão na porta e outro no para-choque e o conserto ficou em R$800, mas a sua franquia é de R$2.500, já não é possível acionar o seguro. Se o veículo for encontrado com danos que superem o valor de R$2.500, será possível acionar o seguro normalmente e o custo arcado pelo segurado será somente o da franquia.

Aproveitando: franquia é o valor fixado na apólice que representa a participação do segurado nos prejuízos resultantes de cada sinistros de Perda Parcial. As franquias aplicadas no seu seguro do carro são “dedutíveis”, isto significa que a indenização a ser paga pela seguradora corresponde ao valor total dos prejuízos, deduzindo-se o valor da franquia.

Com relação às perdas parciais, as seguradoras tentam ao máximo agilizar o processo para ajudar o segurado, por isso, costumam firmar parcerias com oficinas e fornecedores credenciados para atendimento aos carros sinistrados e perda parcial. Essas prévias negociações resultam em descontos vantajosos para as partes envolvidas, seguradora e segurado. Os valores da franquia, nestes casos, podem ganhar boas porcentagens de desconto. Vale entrar em contato com a sua seguradora e saber se ela dispõe de algum tipo de parceria com oficinas, caso seja necessário o conserto do seu carro.

Deixe uma resposta

É permitido HTML básico. O seu endereço de email não será publicado.

Assinar o feed deste comentário por RSS