Home » Viagem

Morro da Igreja: uma viagem pela natureza

Já decidiu o destino das suas próximas férias? Para lhe ajudar a finalizar seu roteiro, ou mesmo definir a próxima viagem da sua lista, falaremos sobre um lugar repleto de características peculiares. Trata-se do Morro da Igreja, um dos pontos mais altos – e frios! – da região sul do Brasil. Para quem busca contato com a natureza e conhecer lugares frios, essa é uma excelente opção.

morro da igreja

Ao decidir conhecer o Morro da Igreja, você estará próximo de diversos outros pontos turísticos. Pode passar pela incrível Serra do Corvo Branco e seus enormes paredões e visitar a Gruta Nossa Senhora de Lourdes com suas belas quedas d’água.

Com tantos lugares maravilhosos para ir, é importante contar com uma proteção para manter você seguro em caso de imprevisto. Por isso, contrate o seguro viagem com a Minuto Seguros, que trabalha ao lado das principais seguradoras no Brasil. Faça uma cotação e garanta que seu passeio seja tranquilo do início ao fim. Se preferir, ligue para 0800 773 3000 e fale com um de nossos consultores.

CLIQUE PARA COTAR SEGURO VIAGEM

Agora vamos saber mais um pouco sobre o Morro da Igreja:

Morro da Igreja: Localização

morro da igreja - Morro da Igreja: Localização

O Morro da Igreja fica em uma área que faz parte do Parque Nacional São Joaquim, criado em 1961. Na época, seu intuito era proteger as Matas de Araucárias presentes na região. De maneira geral, o objetivo do parque é conservar os ecossistemas que ali estão, além de promover a educação e pesquisa ambiental.

O local abrange uma área de quase 50 mil hectares, que está inserida no bioma da Mata Atlântica.

Regras para conhecer o Morro da Igreja

Autorização prévia para acessar

Morro da Igreja - Autorização prévia para acessar

Para evitar o excesso de veículos — já que a capacidade de vagas da atração é baixa — e garantir a preservação do local, desde 2013 o acesso ao Morro da Igreja vem sendo limitado.

Dessa forma, é necessário retirar uma autorização na sede do parque, localizada na cidade de Urubici. O endereço é Av. Pedro Bernardo Warmling, 1542, e o atendimento acontece das 8h às 12h e das 14h às 16h30.

Se a sua viagem estiver programada para a alta temporada, é recomendável entrar em contato com o Instituto Chico Mendes, responsável pela administração e preservação do parque.

É possível solicitar com antecedência a autorização para visita em um dia específico. Caso você deixe para retirar sua autorização durante a viagem, procure ir cedo para evitar filas e garantir seu acesso ao Morro da Igreja.

Para mais informações sobre o agendamento, ligue para (49) 3278-4994 ou envie um e-mail para parna.saojoaquim@icmbio.gov.br ou agendamentoparque@hotmail.com.

Veículos proibidos

Morra da Igreja - Veículos proibidos

Como na região estão situadas as instalações dos Centros Integrados de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA II), a estrada que dá acesso ao Morro da Igreja pertence à Força Aérea Brasileira (FAB).

Por conta de riscos envolvidos no trajeto, o serviço militar determinou que veículos com capacidade maior que 18 passageiros não podem transitar na região. Portanto, fique atento às regras para planejar a sua viagem.

Explorando as belezas do Morro da Igreja

Início do trajeto

Morro da Igreja - Início do trajeto

Já fez a cotação do seu seguro viagem e providenciou a autorização para visitar Morro da Igreja? Então, chegou a hora de partir para essa aventura, que começa na cidade de Urubici, situada na região serrana de Santa Catarina.

A primeira dica é optar por realizar o passeio entre 10h e 15h. Neste intervalo, você tem boas chances de escapar da neblina e, assim, ter uma visão mais limpa e ampla de todo o cenário ao redor.

A partir do início da viagem, você percorrerá 18 quilômetros de subida no caminho até o Morro da Igreja. A estrada que leva ao ponto turístico fica entre o município de origem do passeio, Urubici, e a cidade de Bom Jardim da Serra.

Aliás, outra dica é ter bastante paciência, pois é possível que você enfrente trânsito e até mesmo fique parado por algum tempo. Com a entrada de veículos limitada, por vezes é preciso aguardar que um desça para que outro seja liberado.

Sentindo-se nas alturas

Morra da Igreja - Sentindo-se nas alturas

Chegou sua vez de entrar? É o momento de aproveitar, pois a vista que você terá é de tirar o fôlego. Neste ponto, você estará a 1.822 metros de altitude. É como se estivesse no topo de quase cinco Empire State Building empilhados.

Para se ter uma ideia, Morro da Igreja é o quarto ponto mais alto da região Sul do Brasil, além de ser o mais alto a ser habitado.

Vista incrível: Pedra Furada

Morro da Igreja - Vista incrível: Pedra Furada

Um dos principais atrativos do local é a Pedra Furada, que você logo avistará quando estiver apreciando a paisagem. Trata-se de uma formação rochosa que, como o próprio nome já diz, possui um furo no meio.

São cerca de 30 metros de circunferência, o que forma uma verdadeira escultura natural. Um fato curioso é que o local onde ela se encontra é o ponto de referência da divisa entre os municípios de Bom Jardim da Serra, Urubici e Orleans.

Além de admirar a Pedra Furada, se você der a sorte de fazer o passeio em um dia que o tempo esteja muito aberto, consegue ver até o mar, que fica bem distante.

É possível também observar o Parque Eólico de Bom Jardim da Serra. Local este que, inclusive, pode ser visitado ao explorar as belezas do roteiro da Serra do Rio do Rastro.

Morro da Igreja: um dos lugares mais frios do Brasil

Morra da Igreja - Morro da Igreja: um dos lugares mais frios do Brasil

Você sabia que o Morro da Igreja encontra-se em um dos pontos mais frios do país? Através de uma estação meteorológica que ficava instalada no local, em 2013 foi registrada a temperatura de -7,8ºC, no mês de julho de 2013. A menor já captada no Brasil foi de -14ºC, na cidade de Caçador, também no estado de Santa Catarina.

Esse atrativo faz do Morro da Igreja um dos principais lugares do Brasil para se viajar no Inverno. Caso você escolha ir no meio do ano, tem chances de presenciar o efeito da geada e, caso as condições climáticas estejam mais severas, até mesmo neve. Por isso, na hora de fazer as malas, não se esqueça de colocar muitos agasalhos e outros acessórios para se proteger do frio.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *