Home » Carro » Dicas

A importância da trizeta para o seu automóvel

Todo proprietário de veículo deve conhecer pelo menos o básico das peças que fazem parte do seu carro. Afinal, é preciso ficar entender a importância de cada uma e ficar atento a possíveis problemas que elas podem apresentar. Um dos componentes que a princípio não chama tanta a atenção, mas influencia diretamente na dirigibilidade do automóvel é a trizeta, parte do semi-eixo, cujo funcionamento falaremos no decorrer do texto.

Para manter a trizeta e outros componentes do veículo funcionando corretamente, é essencial realizar a manutenção preventiva, bem como adotar a direção defensiva no trânsito para evitar maiores riscos. Essas são maneiras de ficar protegido contra eventuais problemas que venham a acontecer. Porém, para ficar completamente tranquilo e ter todo um suporte, é necessário contratar um seguro auto.

Ao contar com esse serviço, você tem à disposição uma série de coberturas que serão benéficas nos momentos em que você mais precisa. Já imaginou se o seu carro quebra no meio da madrugada? Nessa hora, você pode acionar a assistência 24 horas. Sofreu um sinistro e precisa de um veículo para não atrapalhar o seu dia a dia? O carro reserva pode ajudar nesse momento. Somado a isso, ainda há a indenização em casos de perda parcial ou perda total do automóvel, além de outras vantagens.

Garanta a sua tranquilidade e faça uma cotação com a Minuto Seguros, uma das maiores corretoras do Brasil e líder no segmento online. Trabalhamos com mais de 10 seguradoras que estão entre as melhores do país. Assim, garantimos uma proposta que esteja de acordo com as suas necessidades.

Para cotar, basta preencher o formulário clicando no botão abaixo. Se preferir, ligue grátis para 0800 773 3000 e fale diretamente com um de nossos consultores.   

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

A importância da trizeta

Como funciona o semi-eixo?

Para entender o papel que a trizeta tem no veículo, é preciso antes saber como funciona o semi-eixo, parte do automóvel da qual ela faz parte.

Os semi-eixos são grandes hastes que conectam a caixa de câmbio às rodas dianteiras do veículo e são compostos pela junta homocinética fixa, trizeta e tulipa, e são parte importante do sistema de transmissão.

A função do semi-eixo é transmitir a força de torque do câmbio para o eixo homocinético, que recebe a força do motor para transferir às rodas. Por isso, essa parte está diretamente relacionada à tração do veículo.

Qual o papel da trizeta no automóvel?

Entre as peças que fazem parte do semi-eixo, a trizeta pode ser considerada a mais fundamental delas. Isso porque é ela quem passa a força do torque do câmbio para o eixo homocinético. Como? Quando a marcha entra, é a trizeta que, acoplada na tulipa, a recebe.

Por falar na tulipa, ela é também é essencial para o veículo, justamente por trabalhar junto com a trizeta. Essa peça é preparada para receber o encaixe da trizeta. Tanto que se ela apresentar sinais de desgaste e não estiver em boas condições, pode prejudicar o funcionamento do sistema como um todo.

O que fazer se a trizeta apresentar problemas?

Ao longo do tempo, quanto mais o carro roda, é comum a trizeta apresentar sinais de desgaste. Por vezes, quando o veículo está acima de uma certa velocidade, é possível sentir trepidações, que podem até serem confundidas com a necessidade de alinhamento e balanceamento.

Caso o problema seja o desgaste da trizeta, é preciso ficar atento, pois se ela escapar da tulipa pode até causar um rombo na parte em que a roda motriz do câmbio está situada. Porém, se você identificar que o problema está nesta peça, vale a pena apenas trocá-la?

Na maioria das vezes, a resposta é não. Caso isso aconteça, o ideal é solicitar ao seu mecânico de confiança que faça uma avaliação do sistema como um todo. Se a tulipa não estiver em boas condições, como é provável que não esteja, colocar uma nova trizeta vai apenas mascarar o problema por mais algum tempo.

Nestes casos, o ideal é realizar a troca dos semi-eixos de ambos os lados, mesmo que um deles não apresente qualquer problema. Essa recomendação é feita por conta do equilíbrio entre os dois lados do veículo. Assim, a chance de um deles “desbalancear” é menor e você tem mais segurança e melhor dirigibilidade à longo prazo.  

Problemas de vibração no carro

Como citamos acima, a trizeta desgastada ou quebrada pode causar vibrações no veículo, especialmente quando está em uma velocidade acima de 80 km/h. Porém, caso este não seja o problema, é possível que você precise fazer o balanceamento e geometria do seu veículo.

O balanceamento é um procedimento realizado no carro que tem como objetivo equilibrar o conjunto de pneus e rodas, fazendo com que elas girem sem provocar vibrações. Isso é feito por meio da aplicação de chumbo nas regiões mais leves da roda. Este material que é utilizado funciona como contrapeso para compensar a desigualdade que se forma ao longo do tempo nessa parte do veículo.

Também conhecida como alinhamento, a geometria do carro é um processo cujo intuito é fazer o ajuste dos ângulos das rodas do carro, de modo que elas fiquem retas em relação ao solo e paralelas entre si. Já sentiu que o veículo está puxando para um dos lados quando você solta o volante? É um sinal que mostra a necessidade de fazer a geometria.

Rodízio de pneus

Quando o carro está desequilibrado e sofre com vibrações, os pneus são os primeiros a sofrerem com o desgaste. Para minimizar esses efeitos e prolongar a vida útil do jogo, sempre que fizer balanceamento e geometria, realize também o rodízio de pneus.

Para isso, basta inverter os pneus dianteiros com os traseiros após cerca de 8 mil quilômetros rodados, o mesmo estimado para a realização de balanceamento e geometria. Como de acordo com o fabricante eles podem receber calibragens diferentes, essa inversão faz com que o desgaste deles fique equilibrado.

Ficou com alguma dúvida sobre o funcionamento da trizeta e a sua importância para o veículo? É só mandar pra gente por meio dos comentários!

5 / 1 voto

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *