Home » Carro » Dicas

Qual a diferença entre a pintura sólida e metálica?

 

pintura sólidaNa hora de comprar um carro zero, principalmente, uma pergunta deixa os motoristas um tanto quanto em dúvida: pintura sólida ou metálica? Para quem pensa que não há grandes diferenças, se engana. Visivelmente diferente e com preços distintos, as tinturas têm bons motivos para serem ou não preferências de algumas pessoas.

Por isso, se você estiver com algum questionamento, analise bem os dois tipos de colorações. As variações para escolher a melhor opção podem mudar de acordo com o uso do carro e o zelo que os motoristas irão ter. No entanto, de qualquer maneira, é importante que alguns cuidados essenciais sejam tomados para prevenir a pintura do carro, independente da escolha.

Mas, para diferenciar, vamos mostrar os prós e os contras de cada um, porque a pintura metálica é mais cara que a sólida, as vantagens em escolher cada uma delas e etc. Confira:

Pintura sólida

Bem tradicional, a pintura sólida também é conhecida como pintura lisa. Ela é mais em conta, pois utiliza apenas pigmento de cores. Uma camada de laca ou esmalte é utilizada para finalização no carro. Essa opção, geralmente, é oferecida nas cores branca, vermelha e preta.

Ela é incluída sem custos pela maioria das montadoras, com exceção, em alguns casos, da cor branca, que devido a grande procura e valorização, está sendo cobrada à parte, mesmo sendo sólida.

Pintura metálica

Esse tipo de pintura já é considerada um adicional no carro devido a carga de efeito que a tinta recebe, formada por uma camada de laca e flocos de alumínio. A grande vantagem dessa opção é que ela reflete mais a luz e sempre passa a impressão de um carro mais brilhante e limpo, mesmo que, de fato, ele não esteja.

Por ser um item adicional, a pintura metálica tem um custo. Dependendo da montadora, os valores podem chegar até R$2 mil.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *