Home » Viagem

Veja dicas para evitar o extravio de bagagem 

Viajar e sair de férias é colocar as preocupações de lado. É não querer se importar com mais nada, a não ser a viagem em si e os destinos que serão percorridos. Então, imagine os transtornos causados se, por acaso, a sua bagagem for extraviada durante o voo? Os seus pertences perdidos pelo caminho ou, tão ruim quanto, é se eles forem violados. Dor de cabeça num momento que era para ser de tranquilidade e repouso. Por isso, estar prevenido contra o extravio de bagagem é fundamental! Saber evitar esse problema é essencial no momento de planejar a viagem. Mas, caso isso aconteça, algumas dicas para reverter a situação também são válidas.

extravio de bagagem

Para isso, contrate um seguro viagem com a Minuto Seguros, uma das maiores corretoras de seguro do Brasil. Montamos um plano de acordo com a sua viagem e as suas necessidades. Com o seguro viagem, você terá a proteção necessária contra diversos imprevistos, entre eles, o extravio de bagagem, atendimento médico no exterior, auxílio jurídico e muito mais.

Basta preencher o formulário ou, se preferir, entre em contato gratuitamente pelo número 0800 773 3000 e fale com um de nossos consultores especialistas.

CLIQUE PARA COTAR SEGURO VIAGEM GRÁTIS

As causas mais frequentes do extravio de bagagem

Conexões 

Provavelmente, o pior problema e o maior causador do extravio de bagagem são as conexões e trocas de aeronaves. Nos relatos de aeroportos ganha disparadamente como o maior causador do extravio de bagagem. Na correria de fazer essa troca de avião, pode ser que você embarque e a sua mala não.

A chance de acontecer o extravio de bagagem aumenta ainda mais quando o tempo de conexão é pequeno. E isso tem um motivo: as companhias aéreas fazem de tudo para que os voos não atrasem, em hipótese alguma. Se precisar deixar a bagagem dos passageiros para trás, não hesitarão em fazer. Para eles, é melhor mandar em outro voo do que ter problemas com atrasos.

Na hora de fazer o check-in, pergunte ao atendente se a bagagem irá diretamente para o destino final ou se passará, junto com você, pela escala. Isso pode já deixá-lo preparado para possíveis acontecimentos.

Falhas

O segundo problema mais recorrente no caso de extravio de bagagem são as falhas cometidas pelas companhias aéreas ou por empresas terceiras. Isso pode acontecer entre as fases de check-in e a colocação da bagagem na esteira.

Por mais que pareça um problema simples de ser resolvido, há muitas bagagens e, por menor que seja o erro, já pode causar a perda de uma bagagem.

Neste caso, infelizmente, não há como se prevenir, pois são atitudes que vão além de proteções e resguardos por sua parte. É melhor torcer para que não aconteçam as falhas.

Perda

Perder a bagagem por conta da falta de identificação. Se a etiqueta não estiver bem presa, pode ser que ela se solte e a sua bagagem fique sem identificação. Ou seja, mais uma oportunidade de acontecer o extravio de bagagem.

Esse e um problema que pode ter menos ocorrências. Na hora que o profissional da companhia aérea prender a etiqueta de identificação, certifique-se de que ela está bem colocada. E, é claro, retire etiquetas de voos anteriores para que não haja confusões.

Além disso, faça uma identificação por conta própria. Alguns modelos de malas já oferecem um espaço, com um cartão, para você colocar os seus dados pessoas, como nome, endereço, telefone, e-mail etc. Isso ajuda a evitar esses possíveis transtornos.

Furto

Estar atento a todos os detalhes é fundamental, por isso, tome cuidado com furtos no aeroporto. É claro que nas partes internas da esteira, nas quais os passageiros não têm acesso, é mais difícil controlar isso. Mas, na parte externa, tente chegar o quanto antes possível para acompanhar todas as malas na esteira. Isso evita que alguém possa furtar a sua mala.

Malas que estão envelopadas, em geral, afastam pessoas que poderiam furtá-la devido à dificuldade de ação. Pode ser uma boa alternativa, caso você esteja preocupado com isso.

Enganos

Outro problema que é recorrente nos aeroportos pelo mundo é o engano. Por mais que hajam modelos diferentes, em algum lugar do mundo ou mesmo do Brasil alguém pode ter uma mala parecida ou igual a sua. E é aí que mora o problema. A pessoa com pressa. Vê a mala na esteira, pega por engano e não faz a conferência. Pronto, o estrago está feito e a sua bagagem sofreu com o extravio!

Por mais que pareça absurdo, isso também acontece demasiadamente nos aeroportos e é uma das falhas mais simples de serem “revertidas” ou evitadas, afinal, identificações claras não causarão essas confusões de trocas.

Como evitar problemas de extravio de bagagem 

Evitar esses problemas de extravios de bagagem pode ser simples. Algumas atitudes previnem bastante, mas, claro, não são a garantia de que a sua bagagem não sofrerá com esse problema. Mas, certamente, irá minimizá-lo.

Evite fazer o check-in muito em cima da hora

Isso garante que a sua bagagem será tratada de forma mais tranquila no despacho. Quando é muito em cima, esses problemas podem acontecer com mais facilidade.

Nas conexões, tente comprar passagens que não ofereçam voos com menos de uma hora de conexão (domésticos) e nem com menos de duas horas e meia (internacionais). Menos do que isso pode se tornar uma margem muito apertada. Isso, é claro, se você precisar pegar a sua bagagem e ter que despachá-la de novo. Caso ela vá direto para o destino final, sem problemas com essa questão.

Não deixe etiquetas de voos antigos 

Deixar etiquetas de voos antigos em sua bagagem é um atestado de que um problema pode acontecer muito mais facilmente. Portanto, deixe somente a do voo atual, com o seu destino final. Isso é muito mais simples e evita problemas.

Também é importante questionar se será necessário pegá-la na conexão ou se ela irá para o destino final.

Deixe a sua mala bem identificada e diferenciada

Se a sua mala não tem nada de muito diferente (cor, tamanho, marca, adesivos etc), faça identificações claras para não ter problemas de engano.

A primeira boa dica para isso é colocar uma tag ou um cartão de visitas com nome, endereço, e-mail e telefone, mas que seja acessível durante a viagem e os dados estejam legíveis. Coloque um desse, também, dentro da mala, caso o primeiro seja violado de alguma forma.

Para deixar a mala “única”, personalize-a de alguma forma: coloque uma fita colorida, envelope-a com algum plástico neon, coloque adesivos… algo que deixará bem fácil de identifica-la por você. Malas pretas e de tecido têm aos montes nos aeroportos, mas uma mala preta, com vários adesivos, uma fita vermelha, amarrada com um lenço e envelopada pela metade, provavelmente, só uma.

Cadeados confiáveis são os melhores amigos da mala

Os cadeados, principalmente os que têm códigos para abrir, são os mais indicados e garantem uma proteção extra à sua bagagem. Mesmo que alguém tente furtá-la, estará protegida e dará mais trabalho para quem quiser abrir.

Caso não tenha o cadeado com código, utilize outro, por mais “simples” que seja de ser violado. Isso afugenta e pode dificultar qualquer ação.

O que fazer se eu tiver a minha bagagem extraviada?

Por mais cuidado e possíveis precauções que você tomar, o extravio de bagagem é uma realidade e pode acontecer com você.

Caso isso aconteça, comunique imediatamente – e por escrito –  a companhia aérea pelo RIB (Relatório de Irregularidade de Bagagem). É importante que você ainda esteja no aeroporto quando fizer essa comunicação por meio do RIB. A companhia aérea tem o prazo de sete dias após o desembarque para devolver a bagagem perdida exatamente como você a despachou.

É bom mencionar que, se a bagagem não for entregue de imediato, a companhia deve oferecer alguma compensação financeira para os itens de primeira necessidade. O valor varia de acordo com a rota e com a companhia aérea, gira em torno de US$ 150 em voos internacionais ou R$ 380 no Brasil. Se só lhe entregarem a bagagem após 72 horas, a compensação financeira deve ser maior.

Se a sua bagagem foi furtada, faça um B.O (boletim de ocorrência) na delegacia, informando alguns dados importantes, como empresa área, o número do voo, identificação do número da bagagem etc.

As empresas, devido às novas regras da Anac, têm até sete dias para dar uma posição referente a perda da bagagem e a situação.

E se não encontrarem a minha bagagem? 

Caso a sua bagagem não seja encontrada, em voos internacionais, a companhia deverá ressarcir no limite de R$1.131, algo próximo a R$5.300. Esse valor precisa ser pago em até 14 dias. Caso necessite de um valor maior, precisa ser contratado um seguro adicional, já incluso no seguro viagem.

Neste caso, a seguradora escolhida deverá pagar uma indenização estipulada no plano que o segurado decidiu comprar.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *