1. Home
  2. »
  3. Carro
  4. »
  5. Seguro

Como declarar venda de carro no Imposto de Renda 2022?

Quer tirar suas dúvidas sobre como declarar venda de carro no Imposto de Renda? Então você está no lugar certo. Na matéria de hoje vou explicar como fazer a declaração e muito mais para você não ter problemas com a Fazenda.

O mês de maio de 2022 chega com a obrigação da declaração do Imposto de Renda. Com o adiamento do prazo de entrega final definido para o dia dia 31 do quinto mês do ano, é o momento de declarar bens e valores e saber se haverá restituição ou dinheiro a pagar para o governo. E é quando surgem muitas dúvidas sobre o processo, principalmente em relação a veículos. Afinal, como declarar venda de carro?

Antes de começar a declaração

No momento “pré-declaração”, antes de efetivá-la completamente, junte tudo que foi gasto e recebido durante o ano inteiro. Por exemplo, a declaração de 2022 corresponde a toda movimentação financeira de 2021.

Ainda sem seguro para seu carro?
Cote grátis seu seguro auto com a Minuto Seguros, a maior corretora online do Brasil, e receba cotações de até 16 seguradoras de uma só vez. COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Entre os valores que devem ser declarados, o pagamento da indenização do seguro também é um ponto que pode gerar dúvidas em algumas pessoas, mas, como toda e qualquer movimentação financeira, é melhor optar por declará-la para evitar surpresas.

Como pode haver variações entre o valor pago efetivamente no carro e o valor recebido da seguradora pela indenização, a questão gera dúvidas. Mas, para esse tipo de situação há formas indicadas para resolver e fazer o informe. 

Para esclarecer suas dúvidas sobre este assunto, abaixo você encontra as principais dúvidas sobre como declarar venda de carro no Imposto de Renda 2022. Confira!

Como declarar venda de carro no Imposto de Renda 2022

Antes de entender como declarar venda de veículo no imposto de renda, saiba que esses automóveis tendem a depreciar com o tempo e normalmente são vendidos por um preço menor que o valor pago na compra. 

Por isso, é considerada uma operação sem ganhos, o que não gera impostos. No entanto, é preciso informar ao Fisco tal atividade o declarando como uma transação.

Vale ressaltar que poderá ser cobrado imposto sobre a venda se o veículo for vendido por valor superior a R$35 mil, que é o teto limite para isenção e registro de ganho no processo. 

Caso você tenha recolhido o imposto no mês seguinte à venda acessando o programa GCAP 2021, basta importar os dados do sistema na aba “Ganhos de Capital” para que o registro seja feito. Para importar, clique no campo “Importação GCAP 2021”.

No entanto, caso tenha vendido o carro com lucro e não recolhido o imposto no mês seguinte pelo GCAP 2021, deve fazer isso agora, pagando multas e juros. Você pode usar o programa Sical da Receita Federal para realizar o cálculo.

Mas se quer saber como declarar venda de carro que não faz parte do seu patrimônio mais, basta informar a venda no campo “Discriminação, incluindo os dados do comprador e deixar a opção “Situação em 31/12/2021” em branco.

Como preencher a declaração passo a passo 

Já descobriu tudo sobre como declarar venda de carro? Para não restar dúvidas, veja como preencher a declaração.

  • Se você não preencher o GCAP 2021, deve informar em “Rendimentos Isentos e Não tributáveis” o valor de venda do veículo. 
  • Após isso, escolha o código “05 – Ganho de capital na alienação de bem, direito ou de bens ou direitos da mesma natureza, alienados em um mesmo mês, de valor total de alienação até R$ 20.000,00, para ações alienadas no mercado de balcão, e R$ 35.000,00, nos demais casos”.
  • E preencha com o valor em “Valor informado pelo contribuinte”. Confirme em “OK” para concluir o procedimento.

Como declarar carros financiados no Imposto de Renda 2022

Também existem muitas dúvidas sobre como fazer a declaração de carros financiados. Para fazer essa declaração siga os seguintes passos:

  • Se você comprou um veículo em 2021, deve informar a transação na ficha de “Bens e Direitos”. 
  • Informe  apenas a soma das prestações do financiamento até o dia 31 de dezembro de 2021. No espaço “Situação em 31/12/2021”, coloque o valor total pago até o momento, somando a entrada e parcelas. Se você começou a financiar o veículo em 2021, deixe esse campo em branco.
  • Informe em “Situação em 31/12/2021” a soma feita do valor de 31/12/2020 aos pagamentos realizados ao longo de 2021.

E em casos de consórcio? 

Agora que você já sabe como declarar venda, veja também como declarar os gasto com consórcio. Para fazer essa declaração siga os seguintes passos:

  • Vá à aba “Bens e Direitos” e selecione o código “95- Consórcio não contemplado”. No campo “Situação em 31/12/2021”, preencha com os valores que já foram quitados das prestações. No campo “Situação em 31/12/2020”, informe o montante dos valores pagos ao longo de 2020 e nos anos anteriores.
  • No entanto, se você começou o consórcio em 2021, deixe a opção “Situação em 31/12/2021” em branco. Isso também deve ser feito se você foi sorteado em 2021, então, deixe em branco o espaço referente à situação no ano em exercício e indique o veículo com o código “21- Veículo automotor terrestre”.

Como declarar indenização do seguro no Imposto de Renda

Para fazer essa declaração siga os seguintes passos:

  • Nesse caso, selecione a aba “Bens e Direitos” e na parte de “Discriminação” indique o acontecido com o veículo e o montante recebido pela indenização, se for o caso. Informe também os dados do carro e informações sobre a seguradora. Já o campo “Situação em 31/12/2021” deixe em branco.
  • Além disso, caso o valor da indenização seja superior à quantia paga na compra do veículo, é preciso declarar a diferença em “Rendimentos Isentos e Não tributáveis”. Na linha 2, indique apenas a diferença do valor declarado para o automóvel.
  • E se você adquiriu outro carro no mesmo ano, é preciso declarar isso em “Bens e Direitos”, com o código “21 – Veículo automotor terrestre”. Em “Discriminação”, insira os dados do veículo novo e o valor da indenização com as informações do vendedor. No campo “Situação em 31/12/2021”, coloque o montante pago no carro.

Principais dúvidas sobre a declaração 

Abaixo separamos algumas das principais dúvidas sobre declaração de carros que sempre surgem na internet. Vamos lá:

  • Os impostos e os gastos com veículos são dedutíveis no IR –  não, as despesas com veículos, como os impostos, abastecimentos, manutenções e revisões não são dedutíveis no IR.
  • Como declarar um carro roubado ou com perda total no IR 2022 – se você está querendo saber como preencher a declaração referente a carro roubado ou com perda total e em situações em que foi indenizado, confira a seguir.

Por fim, esperamos ter ajudado você a entender como declarar venda de carro no IR de 2022. Aliás, se adquiriu um novo veículo e ainda não contratou nenhum

Evite imprevistos: cote seu seguro na Minuto Seguros

Já pensou se ocorre um problema no seu carro e você não tem um seguro com assistência 24 horas? E se você tiver o carro roubado, furtado ou sofrer um acidente que resulte em perda total? Tudo isso são acontecimentos que podem estar cobertos pelo seguro.

Faça uma cotação de seguro auto com a Minutos Seguros ou, se preferir, ligue grátis para 0800 773 3000 para falar com um de nossos consultores e receba cotações em 16 seguradoras.

5 / 1 voto

[addtoany]

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sair da versão mobile