Aqui no blog da Minuto Seguros você encontra dicas e notícias sobre seguros, carros, casas, eletrônicos, viagens e muito mais. Acesse e confira nosso conteúdo.

Como funciona o seguro DPVAT?

O que é seguro dpvatEm todo início de ano, os donos de carros precisam destinar parte de seu orçamento para despesas veiculares bastante conhecidas: o IPVA, o licenciamento e o DPVAT.

No meio desse emaranhado de letras e documentos, temos um seguro voltado para as vítimas de acidentes, mas que é pouco explorado pelos brasileiros.

O DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres) é popularmente conhecido como seguro obrigatório e deve ser pago junto às outras despesas citadas acima.

Como o próprio nome diz, o seguro é voltado para indenizar os danos pessoais do motorista, passageiros e demais envolvidos em um acidente. Possui três tipos de cobertura:

Morte: Caso a vítima venha a falecer por conta do acidente, seus beneficiários poderão solicitar a indenização;

Invalidez permanente: Definido após o tratamento o caráter de invalidez permanente por conta do episódio no trânsito, a vítima poderá receber indenização de acordo com cálculos previstos em lei;

Despesas médicas: Se o acidentado necessitar de tratamento ou efetuar gastos por conta do acidente de trânsito, a vítima pode pedir indenização a título de reembolso destas despesas.

Uma característica do seguro DPVAT é a garantia da indenização independente da responsabilidade da autoria do acidente.

O DPVAT não vai analisar culpados. Por exemplo, um motorista atropela algum pedestre ou ciclista e foge do local. Mesmo assim, a vítima receberá o DPVAT caso solicite o direito.

Diferença para o seguro auto

Algumas pessoas sempre se perguntam qual a diferença do seguro obrigatório para o seguro auto “convencional”. Como explicamos, o DPVAT vai apoiar apenas danos pessoais e os valores de indenização são considerados baixos, principalmente em comparação com o seguro de carro.

Além disso, o seguro auto é muito mais abrangente. O DPVAT não cobre danos materiais, não oferece proteção contra roubo ou furto qualificado e outros episódios que podem prejudicar o seu bem.

Ainda existem muitas dúvidas em torno do seguro DPVAT e suas coberturas. Para ajudar você a entender completamente sobre o assunto, acesse o guia da SUSEP (Superintendência de Seguros Privados)

Conheça e consulte também o site da Seguradora Líder, órgão responsável pelo seguro obrigatório no país.

Deixe uma resposta

É permitido HTML básico. O seu endereço de email não será publicado.

Assinar o feed deste comentário por RSS