Home » Carro » Dicas

Entenda os riscos da direção agressiva para a sua vida

Andar de carro traz uma série de facilidades no nosso dia a dia. Mais conforto para se deslocar para o trabalho e viajar com a família, por exemplo. De acordo com o horário e com trajeto que você vai percorrer, ele também pode ser o transporte mais rápido. Por outro lado, é um meio que pode ser perigoso, especialmente para quem não é prudente no trânsito. Os riscos da direção agressiva são altos.

acidente, riscos da direção agressiva

Nos Estados Unidos, o Insurance Information Institute (Instituto de Informações sobre Seguros, em tradução livre) apresentou um estudo que aborda quais são os comportamentos associados à direção agressiva que mais causam acidentes fatais no país.

Entre os principais, encontram-se excesso de velocidade, influência de álcool e entorpecentes, ultrapassagem indevida, distração (celular, por exemplo) e falta de obediência à sinalização. Tópicos que abordaremos na sequência do texto.

É importante lembrar que algumas práticas podem ajudá-lo a ficar protegido no trânsito. Adotar a direção defensiva como modo de conduzir é essencial para evitar problemas. Além disso, contratar um seguro auto é outra forma de ficar tranquilo no dia a dia. Com esse serviço, você conta com todo o apoio nos momentos em que mais precisar para não ficar na mão.

Faça uma cotação com a Minuto Seguros, uma das maiores corretoras do Brasil e líder do segmento online. Trabalhamos com mais de 10 seguradoras, que estão entre as principais do país. Assim, garantimos uma proposta que se adéque às suas necessidades.

Para cotar, basta preencher o formulário clicando no botão abaixo. Se preferir, ligue para 0800 773 3000 e fale diretamente com um consultor.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Riscos da direção agressiva

Para se ter uma ideia, 90% dos acidentes de trânsito no Brasil são causados por falha humana, de acordo com estudo realizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Com esses números alarmantes em vista, listamos os comportamentos dos motoristas levantados pelo Insurance Information Institute para entender os riscos da direção agressiva para a vida das pessoas.

Excesso de velocidade

excesso de velocidade

Foto: Automóvel Online

Os limites máximos de velocidade de uma via são estabelecidos após estudos técnicos realizados pelos órgãos de trânsito responsáveis. Portanto, trafegar com o carro acima da velocidade permitida traz riscos à segurança não apenas dos ocupantes do veículo, como também a pedestres e quem está em outros automóveis.

Para se ter uma ideia, em 2018 ocorreram 1,35 milhão de mortes em decorrência de excesso de velocidade no mundo. O levantamento foi realizado pela OMS e mostra como esse comportamento é perigoso para a vida das pessoas.  

Ingestão de álcool

beber e dirigir

Não é novidade que beber após dirigir não somente é errado, como traz riscos à vida das pessoas no trânsito. Vale lembrar que este ato é uma infração administrativa, prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Quando o álcool claramente afeta o modo de dirigir do motorista (ziguezague, passagem em sinal vermelho etc), é crime.

Após a aprovação da Lei Seca, em 2008, quando a tolerância aos motoristas que bebem e dirigem passou a ser quase zero, houve redução de 14% nas mortes ocorridas por este motivo. De 38.273 no ano em que a lei entrou em vigor para 32.615 em 2017. Porém, este é um dos riscos da direção agressiva que ainda causam mais óbitos no Brasil.

Ultrapassagem indevida

ultrapassagem proibida

Você já viu alguém ultrapassar outro pela direita ou utilizando a contramão em locais proibidos, por exemplo? Pois saiba que, além dessa prática ser proibida, é extremamente perigosa e pode ser fatal.

O Atlas da Acidentalidade no Transporte Brasileiro, projeto que mapeia acidentes ocorridos nas rodovias federais brasileiras, registrou 425 mortes em um total de 2053 colisões registradas. No índice de gravidade estabelecido no levantamento, que vai de 0 a 10, esta causa tem nota 6,8 a maior entre todas as causas que constam no estudo.

Falta de atenção

celular volante

Desde que os smartphones tornaram-se um acessório presente no dia a dia dos brasileiros, é comum encontrar motoristas que ficam distraídos no trânsito por mexer no aparelho. De acordo com a Administração Nacional de Segurança Viária dos Estados Unidos (NHTSA), a utilização do celular pela pessoa que dirige o veículo aumenta em 400% a chance de ocorrer um acidente.

Você sabia que o uso de celular ao volante é a terceira maior causa de mortes no trânsito no Brasil? De acordo com pesquisa da Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), o número de vítimas fatais é de 150 por dia e 54 mil por ano.

É importante lembrar que, além de não pegar o smartphone enquanto dirige, os motoristas precisam ficar atentos a outras práticas que também também são riscos da direção agressiva e podem causar distração, como comer e olhar frequentemente para o lado.

Não obedecer a sinalização

sinalização

Você já deve ter se deparado com situações em que um motorista avançou no sinal vermelho. Ou que sequer reduziu a velocidade mesmo com a placa de PARE à sua frente. Fazer o retorno em local proibido também é uma prática comum. Pois saiba que todas elas são sérios riscos da direção agressiva e podem causar graves acidentes.

O mapeamento realizado pelo Atlas da Acidentalidade no Transporte Brasileiro indica que o desrespeito às sinalizações é a segunda maior causa de acidentes no índice médio de gravidade, com 5,4. Em 2017, de 5.204 pessoas que se envolveram em colisões, 399 morreram nas rodovias federais brasileiras por esse motivo.

3.75 / 4 votos

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *