Aqui no blog da Minuto Seguros você encontra dicas e notícias sobre seguros, carros, casas, eletrônicos, viagens e muito mais. Acesse e confira nosso conteúdo.

Outubro Rosa: a prevenção pode salvar vidas!

Outubro é um mês extremamente representativo para o mundo. É nele que a campanha do Outubro Rosa, voltada à prevenção e conscientização ao câncer de mama, começa. Neste ano, o emponderamento das pacientes entra como protagonista da campanha, ampliando o pensamento crítico e analítico de cada uma.

O câncer de mama é uma das doenças que mais atingem mulheres no mundo. Neste ano, de acordo com estimativas do INCA (Instituto Nacional de Câncer), há uma previsão de que 60 mil mulheres sejam diagnosticadas com a doença, 5% a mais do que no ano passado.

É muito importante a realização de autoexames constantes, além de mamografias anuais. E se atentar a alguns pontos, como: cerca de 80% dos casos de câncer de mama acontecem com mulheres acima de 50 anos. O histórico familiar também é preponderante, pois em casos de câncer de mama na família, o risco triplica. Quanto maior a proximidade do parentesco, mais alto o risco

Curiosidades do Outubro Rosa

A campanha nasceu nos Estados Unidos, em 1990, com uma corrida de rua em Nova York. Um laço rosa foi distribuído aos participantes, tornando-se símbolo do movimento.

Anos depois, cidades da região começaram a promover atividades visando a prevenção e o diagnostico da doença.

Muitas empresas, de lá para cá, passaram a compartilhar da preocupação com a saúde de suas colaboradoras. Entidades aderiram ao movimento, que atingiu diversas camadas e segmentos.

Prevenção pode salvar vidas

A Minuto Seguros apoia o Outubro Rosa e reforça a importância de que você esteja sempre atenta à sua saúde.

Faça frequentemente o autoexame, que auxilia na detecção de alguma anomalia nos seios. Além disso, mantenha sempre contato com o seu médico, especialmente se já houve outros casos de câncer na família, como citamos anteriormente.

Deixe uma resposta

É permitido HTML básico. O seu endereço de email não será publicado.

Assinar o feed deste comentário por RSS