Home » Carro » Dicas

Gasolina adulterada: saiba como identificar e evitar

Essa é uma situação delicada pela qual, possivelmente, todo motorista deve ter passado ou conhecido alguém que passou. Gasolina adulterada é assunto sério e que pode gerar mais problemas para o carro do que o imaginado.

A questão que fica é: há maneiras de identificar o combustível ruim e evitar que isso aconteça? Sim! Acompanhe nosso artigo e descubra!

gasolina adulterada

Abastecer o carro com gasolina adulterada pode fazer com que ele corra perigosos riscos, em alguns casos, levando até à fundição do motor. Claro que isso tem influência direta da frequência com que ele é abastecido com um combustível de procedência duvidosa.

A prática de postos usarem gasolina adulterada não é nova e, mesmo com a forte fiscalização da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), há casos recorrentes em muitos postos espalhados pelo país.

Por isso, acreditar que irá tirar vantagem ou gerar economia abastecendo em postos baratos, é um dos maiores erros que os motoristas podem cometer. O barato, às vezes, pode sair mais caro do que a encomenda.

Também é importante entender como funciona o processo de adulteração do combustível. A gasolina adulterada contém uma porcentagem significativa de álcool ou de solvente acima do que é permitido por lei. Em geral, esses solventes são produtos químicos com qualidade muito baixa e que, consequentemente, vão baratear o combustível.

Atentar-se ao combustível para abastecimento é importante, mas proteger o seu carro com seguro auto é fundamental. Por isso, cote agora mesmo a proteção do seu carro na Minuto Seguros, a maior corretora de seguro auto do país, com cotações em mais de 10 seguradoras.

Adequamos o seu plano às necessidades, com coberturas que vão lhe atender. Preencha o formulário agora mesmo ou, se preferir, ligue para 0800 773 3000 e fale com um consultor.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Retomando o assunto da gasolina adulterada, vamos mostrar agora alguns pontos essenciais, como os sintomas que o veículo apresenta quando abastecido com gasolina duvidosa, o que fazer para evitar e muito mais.

Indícios de que o carro está com gasolina adulterada

gasolina adulterada - Indícios de que o carro está com gasolina adulterada

Quando o carro é abastecido com gasolina adulterada, ele começa a apresentar sintomas clássicos e bem simples de serem identificados.

O mais clássico indicativo de gasolina adulterada é a clara percepção da falta de potência. Assim que o motorista abastece, o pedal do acelerador fica parecendo “borrachudo”. É evidente a necessidade de acelerar mais para obter a mesma velocidade se estivesse sido utilizado um combustível de qualidade.

Além desse indício básico de gasolina adulterada, há outras pistas, como a queda brusca do consumo médio, que é de aproximadamente 30%.

Quem usa o carro diariamente, fica fácil de perceber essa mudança: o tanque dura menos e você precisará parar no posto em menos tempo. Sem contar a dificuldade para o carro pegar pela manhã, que fica muito clara, ainda mais quando o tanque de partida também está com combustível ruim.

gasolina adulterada - Indícios de que o carro está com gasolina adulterada

Quem gosta de ficar atento aos ruídos que o carro faz, a pré-ignição – ruído no motor que parece uma corrente de bicicleta trocando de marcha – mostra-se mais agudo. Esse barulho vai acontecer, principalmente nos arranques e saídas e em subidas, momentos em que o motor é mais exigido.

Alguns modelos de carros, quando abastecidos com gasolina adulterada, começam a ter pequenas trepidações, instabilidade e falta de constância na aceleração.

Isso acontece, pois, a central não identificou a mistura, ou seja, mistura de má qualidade. Nesse caso, o mais prudente é levar logo ao mecânico para esvaziar o tanque e colocar gasolina de qualidade, de preferência, aditivada.

Como evitar abastecer com gasolina adulterada?

gasolina adulterada - Como evitar abastecer com gasolina adulterada?

Ao sentir odores estranhos saindo do escapamento, como cheiros de solventes e querosene, vá o quanto antes no mecânico, pois esses são fortes indícios de adulteração.

Para deixar o tanque sempre em boas condições, a dica principal é, caso seu carro seja flex, abastecer alternadamente entre álcool e gasolina, quatro tanques de um combustível e um tanque do outro. Não precisa ser quatro de gasolina e um de etanol. Tudo vai depender da sua preferência pelo combustível.

Aqui você pode ver a diferença entre etanol e gasolina. Isso é explicado de uma forma bem simples: o etanol é capaz de limpar as impurezas da gasolina, e a gasolina, por sua vez, também consegue extrair e higienizar as impurezas do etanol. Abastecer apenas uma vez com combustível adulterado dificilmente prejudicará o motor do seu carro. Infelizmente, esse é um risco que todos os motoristas correm.

Outra forma importante de evitar a gasolina adulterada e prevenir os possíveis danos ao motor é trocar o óleo no momento previsto pela montadora. Seja a cada 10 mil quilômetros rodados ou anualmente. Se o carro é movido apenas a gasolina, fique atento, já que não poderá recorrer ao álcool para fazer a limpeza do sistema.

Sempre que possível, opte pela gasolina aditivada e abasteça sempre no mesmo posto, dessa forma, as chances são bem minimizadas. Exija do frentista um teste do combustível, caso esteja desconfiando de algo, isso está na lei.

Como identificar a gasolina adulterada no teste do posto?

gasolina adulterada - Como identificar a gasolina adulterada no teste do posto?

Acha que, mesmo com o teste, os frentistas podem te enganar? Fique tranquilo, pois é uma análise bem simples. No teste realizado no posto e com a ajuda de um frentista, um recipiente é preenchido com metade de água e metade de combustível, nesse caso, a gasolina.

Após essa primeira etapa, os dois serão bem misturados para que o álcool presente na gasolina passe para a água, e isso formará um composto transparente. Se essa parte transparente, formada após a mistura, apresentar um volume 13% maior do que a de gasolina, o combustível deve ter passado por algum tipo de adulteração e não é confiável abastecer naquele posto.

Problemas causadas pela gasolina adulterada

gasolina adulterada - Problemas causadas pela gasolina adulterada

Entre os inúmeros problemas, podemos citar o sistema de injeção eletrônica corroído, sistema de alimentação comprometido, bomba de combustível entupida, ar mais poluído, peças ressecadas com mais rapidez e muito mais.

É notável que usar gasolina adulterada, ao invés de gasolina de boa qualidade, além de trazer enormes malefícios para o carro, pode deteriorá-lo em pouco tempo, se feito com constância.

Como você pode ver a gasolina adulterada pode trazer uma série de problemas para o veículo e, por isso, tão importante quanto ficar atento às condições de funcionamento do seu veículo é mantê-lo protegido e evitar dores de cabeça. Fique atento!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *