Home » Carro » Dicas

Problemas mais comuns na buzina automotiva

Os automóveis dispõem de uma série de recursos para o uso diário do motorista, e um deles é a buzina automotiva. Seja para avisar alguém que você chegou a um destino, alertar outro motorista sobre algum erro que ele esteja cometendo ou até agradecer uma gentileza recebida no trânsito. A utilização da buzina é algo recorrente no dia a dia.

buzina automotiva

Com tantas funções e possibilidades de uso, é muito importante que a buzina automotiva esteja sempre em boas condições. Até porque trata-se de um item obrigatório no veículo, que pode render multa para o proprietário, caso não esteja funcionando regularmente. O valor desse tipo de autuação é de R$127,69.

Manter a buzina automotiva em perfeito estado é importante não apenas para ficar de acordo com as leis de trânsito brasileiras, mas também para sua segurança. Afinal, ela pode ser um recurso utilizado para evitar uma colisão no trânsito, em ocasiões de desatenção de outro motorista, por exemplo.

Falando em colisão no trânsito, outro método de precaver-se contra gastos com seu veículo, é realizar a contratação de um seguro auto. Só esse serviço garante proteção financeira e auxílio no caso de imprevistos indesejáveis. Conte com a Minuto Seguros para realizar uma cotação para você. Trabalhamos com mais de 10 seguradoras do mercado para oferecer o plano ideal para o seu perfil.

Para cotar, basta preencher o formulário clicando no botão abaixo. Se preferir, ligue grátis para 0800 773 3000 e fale diretamente com um consultor.

COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Por vezes, a buzina automotiva para de funcionar de repente, e o motorista só vai descobrir isso no momento que mais precisa dela. Para não ser surpreendido e ficar na mão, confira quais são os problemas mais comuns nessa peça e previna-se.

Problemas mais comuns na buzina automotiva

buzina automotiva - Problemas mais comuns na buzina automotiva

Assim como qualquer outra peça da mecânica do carro, a buzina pode sofrer danos e parar de funcionar. Entre os problemas mais comuns, podemos citar: som mais baixo do que deveria, ausência total de som e som muito alto.

Esses defeitos surgem, em diversos casos, pelo mau uso por parte do motorista ao longo do tempo.

Como encontrar a buzina

buzina automotiva - Como encontrar a buzina

Para que a manutenção seja realizada, um ponto essencial é encontrar onde a buzina está instalada. Não existe um padrão, o que faz com que o local varie entre as montadoras.

Encontrar a buzina automotiva pode ser mais complicado do que parece. Por isso, listamos os lugares mais prováveis em que ela pode estar:

  • Debaixo do para-barro, o plástico preto que cobre a roda dianteira;
  • Dentro do compartimento do motor, normalmente nas partes baixas;
  • Atrás do radiador;
  • Perto do farol, do lado do passageiro ou do motorista.

Dependendo de qual for o problema, pode ser mais fácil localizá-la. Qualquer som emitido pela buzina, mesmo que seja baixo, serve como guia.

Como reparar o problema da buzina automotiva

buzina automotiva - Como reparar o problema 

Antigamente, o problema principal nessa peça acontecia por conta da água que entrava na corneta quando o automóvel passava por uma uma poça. Em alguns casos, as cornetas ficavam enferrujadas e quebravam permanentemente. Mas quando eram feitas de materiais mais sofisticados, elas resistiam mesmo quando a água passava dias no local. Quando secava, eventualmente a buzina voltava funcionar.

Para resolver o problema e ter a buzina funcionando perfeitamente de novo, é preciso fazer alguns testes e identificar quais das possíveis causas aplicam-se ao seu automóvel. Dessa forma, é necessário verificar os seguintes itens:

Fusível 

Os casos mais comuns são de fusíveis queimados. Por isso, esse deve ser o ponto inicial na procura do problema. É possível localizá-lo pelo manual do carro sem dificuldades. Se a placa de metal que está presente lá dentro estiver quebrada, será preciso realizar a troca.

Relé de buzina queimado (se existir no carro)

Caso o fusível não seja a causa do defeito na buzina automotiva, é preciso analisar as condições do relé. Essa peça é responsável por permitir a passagem de corrente elétrica entre os fios. Dessa maneira, troque-a e evite outros problemas.

Quebra do suporte 

O suporte mantém a buzina presa na carroceria do carro. Portanto, caso ele quebre, provavelmente a buzina cairá no asfalto. Nesse caso, a única saída é comprar uma nova para solucionar o problema.

Contato do volante com defeito

O contato da buzina é responsável por acioná-la no momento em que o motorista aperta o volante. Se ele estiver com defeito, é necessário retirar o volante para realizar o conserto.

Fiação corroída

Os fios são responsáveis pelo recebimento da carga elétrica. Para saber se o problema está nessa parte, você deve remover o conector do fio, segurando firme a parte menor do conector e, depois, puxar o fio para fora. Em seguida, remova o parafuso de montagem e o conector que estão ligados aos fios, limpe as peças e coloque-as de volta.

Agora você já sabe quais são os problemas mais comuns das buzinas automotivas. Se restou alguma dúvida, deixe seu comentário abaixo!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *