1. Home
  2. »
  3. Carro
  4. »
  5. Seguro

Seguro auto cobre chuva de granizo?

Você já parou para se perguntar se o seguro cobre chuva de granizo? Essa é uma dúvida que pode ser mais comum do que parece, já que, especialmente nos primeiros meses do ano, costuma chover mais intensamente em nosso país.

Nesse sentido, saber se o carro está protegido em caso de intempérie é extremamente importante para maior tranquilidade. Por isso, hoje vamos esclarecer essa dúvida.

Seguro cobre chuva de granizo

Para saber se o seguro cobre chuva de granizo, é preciso entender um pouco mais sobre essa situação. Em geral, quando acontece um tipo de chuva assim, pode haver avisos prévios de que o tempo está instável em determinada região.

É muito importante que o segurado esteja atento a essas indicações ou possíveis orientações de autoridades governamentais para evitar essas localidades. Se ainda assim for estritamente necessário ir até o local, recomenda-se que o veículo seja parado em um espaço mais seguro. De toda forma, às vezes não é possível se proteger totalmente dessa ocorrência.

Ainda sem seguro para seu carro?
Cote grátis seu seguro auto com a Minuto Seguros, a maior corretora online do Brasil, e receba cotações de até 16 seguradoras de uma só vez. COTE SEGURO AUTO GRÁTIS

Caso o veículo seja atingido pela chuva de granizo e esteja comprovado que o condutor não agiu de forma intencional, o seguro pode, sim, cobrir os danos causados ao carro. Mas é preciso estar descrito no documento do seguro que existe essa previsão de assistência.

Sempre cheque antes de fechar o seguro quais são as cláusulas e também o valor limite para indenização no caso de problemas. Outra informação essencial é o valor da franquia. Dependendo da extensão do dano, pode ser necessário acioná-la, ou seja, pagar por uma parte, para que o seguro cubra o restante do conserto.

O seguro cobre outros desastres naturais? 

Agora que você já sabe que o seguro cobre chuva de granizo em grande parte dos casos, pode estar em dúvida se ele cobre também outros desastres naturais. 

Entre eles, estão o vendaval e alagamentos. Existem casos específicos do seguro em que ele pode cobrar por isso.

Como princípio, deve-se lembrar que todas as coberturas que podem ser acionadas devem estar na apólice. Os desastres naturais nem sempre estão totalmente previstos entre as coberturas básicas. Possíveis ocorrências, como quedas de raio, que podem originar incêndios, normalmente são previstas na apólice.

Mas se o segurado quiser uma cobertura maior, muitas vezes precisa personalizar seu produto. A assistência de vidros, por exemplo, é um caso. Se os vidros forem danificados durante um desastre natural, o segurado só poderá acionar a assistência do seguro se houver contratado essa cobertura. 

Cabe lembrar que perda total, porém, é uma situação diferente. Se isso acontecer, é provável que o carro esteja todo segurado. A cobertura contra danos da natureza oferece maior tranquilidade e pode estar no pacote compreensivo da contratação de um seguro. Esteja sempre atento ao produto que adquiriu e às coberturas adicionais contratadas.

Quais os casos que não são cobertos?

Além de saber as possíveis situações em que o seguro cobre chuva de granizo, é preciso compreender em quais casos isso ou outros desastres naturais podem não estar cobertos.

Como mencionado anteriormente, a seguradora pode promover uma averiguação para saber se o segurado agiu de forma intencional ou imprudente. Nesses casos, pode haver uma indagação judicial para atribuição da responsabilidade e indenização ou não. 

Se estivermos nos referindo a outras situações, como por exemplo enchentes, casos em que o condutor tentar atravessar região alagada e impossibilitada de passar, poderão ser recusados.

Isso porque ocorre o chamado agravo de risco, no qual o segurado perde o direito à indenização. Portanto, sempre aja com cautela frente a essas situações e em circunstância alguma coloque-se em risco maior.

 

Em março de 2016, o sócio-diretor da Minuto Seguros, Manes Erlichman Neto, participou do programa Bom Dia Gazeta, da Rádio Gazeta AM, e falou sobre o tema.

Entre os assuntos discutidos estão o que o seguro auto cobre em caso de alagamentos, problemas com neblina e aquaplanagem. Manes ainda deu dicas de como contratar o melhor seguro para seu perfil.

Confira a entrevista completa abaixo:

Foi possível entender melhor se o seguro cobre chuva de granizo? Precisa cotar o seu para não ficar desprotegido contra vários tipos de sinistro? Comece agora!

1.5 / 2 votos

[addtoany]

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sair da versão mobile